27 de fevereiro de 2015

Professores da UEM dizem em carta aberta porque estão em greve



PORQUE RICHA QUER ACABAR COM A ÚNICA UNIVERSIDADE PÚBLICA DE MARINGÁ!
PORQUE RICHA QUER PASSAR AS MÃOS EM 8 BILHÕES DA NOSSA APOSENTADORIA!
PORQUE QUER FECHAR O HOSPITAL UNIVERSITÁRIO.
Este é o cenário que o governador do Paraná impõe à Universidade Estadual de Maringá e às outras universidades estaduais. De 9 instituições de Ensino Superior em Maringá, hoje, somente a UEM é pública e, com o projeto de autonomia de Richa, deixará de ser.
A greve dos docentes, professores/as, técnicos/as e alunos/as NÃO É UMA GREVE POR MAIS SALÁRIOS, É UMA GREVE PARA NÃO PERDER DIREITOS. Direito de produzir remédios, direito de atender pessoas doentes, direito de ter professores/as para dar boas aulas. Os direitos foram conquistados em quarenta e cinco anos e agora Richa quer tirá-los em um mês.
Richa quer que seus deputados votem o ASSALTO DE 8 BILHÕES DA PREVIDÊNCIA PÚBLICA dos funcionários para PAGAR AS CONTAS DE SUA REELEIÇÃO. Para roubar esse superávit de nossa previdência, trouxe, da Bahia, o secretário de Finanças Mauro Ricardo. Este secretário fez o mesmo serviço para ACM Neto, Kassab, Serra e está envolvido em processos por improbidade administrativa.
Deu 26% de aumento aos deputados e seus assessores; R$ 4 mil e trezentos reais de auxílio-moradia aos juízes. Fez convênio com uma universidade privada de Maringá enquanto tira da UEM. Tão mesquinha política que não pagou R$ 300,00 aos professores/as da rede estadual de vale transporte, mas oferece 25 litros de gasolina por mês para a farra dos deputados!
O que faz o governo do Paraná com o dinheiro da arrecadação do IPVA? O que fez com o dinheiro do PIB que cresceu 16% no último ano? O que fez com a arrecadação do pedágio mais caro do Brasil? Onde pôs o dinheiro de nossos impostos? Jogou tudo em sua cara reeleição e de seus aliados. Para a população, NADA.
De nós, professores/as da UEM, Richa tirou o 1/3 de férias, tirou todos os recursos das universidades. Tira dos pais e mães de alunos/as a possibilidade de ENSINO PÚBLICO E GRATUITO de qualidade para seus filhos/as. Os 8 bilhões das nossas aposentadorias desaparecerão em dois anos e meio. E os aposentados? Morreram de fome?
Sem recursos, a UEM pode perder: seus 19.076 alunos de graduação; seus 2.825 alunos de especialização; 2.215 de mestrado; 1.330 de doutorado; bolsas de alunos/as de graduação (que com isso mantêm seu curso!); 437 alunos/as da Universidade de Terceira Idade e 1.310 alunos do Colégio de Aplicação Pedagógica (ensinos Fundamental e Médio). Além disso, arruína o Hospital Universitário.
JUNTE-SE A NÓS! Lute com a gente contra a política desastrosa de Richa e de seus aliados.
Fevereiro de 2015

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ – Sesduem/ANDES NACIONAL

Nenhum comentário: