24 de abril de 2015

Este seria aquele amanhâ?


Diz o jornalista Kiko Nogueira (O Diário do Centro do Mundo) que Sérgio Moro tem tudo para ser um novo Joaquim Barbosa, que no STF encarnou um padrão de juiz vingador.Ambos servem ao mesmo propósito, que é se consolidar como salvadores da pátria, o sujeito que vai acabar com a praga da corrupção no Brasil. Não conheço pessoalmente Sérgio Moro, mas lembro dele ainda menino, em companhia do pai, Dalto Moro, que foi meu professor de Geografia na UEM.

Nenhum comentário: