30 de abril de 2015

Testemunha ocular



"Só nos tempos da ditadura presenciei ato de tamanha covardia! 
Ninguém me contou, eu estava lá! Eram milhares de policiais fortemente armados, cães treinados, spray de pimenta, jatos d’água, balas de borracha e um impertinente helicóptero com intimidatórios voos rasantes cuspindo bombas sobre as cabeças de professores e professoras, trabalhadores da saúde, agentes penitenciários, jovens estudantes, cujas armas usadas eram apenas suas bandeiras, apitos, cartazes reivindicatórios e slogans que pediam respeito aos seus direitos, nada mais!
Dentro da Assembleia 19 deputados lutavam brava e heroicamente para não votar o projeto que saquearia aos recursos da previdência dos trabalhadores, contra 31 convencidos de que não tinham absolutamente nada a ver com a truculência que acontecia lá fora. De fato o que interessava ali era sem questionar, “fazer tudo o que o rei mandasse”...
Lamentável, assustador e brutal. O que aconteceu hoje em Curitiba reafirma nossa preocupação de que enquanto lutamos para consolidar a democracia, os dispositivos da ditadura continuam armados e prontos para serem usados a qualquer momento, bastando para isto ter por perto um incompetente e endividado alcaide que resolva brincar de governar!".


. Da vereadora de Londrina e ex-deputada estadual Elza Correa

Nenhum comentário: