24 de agosto de 2015

Saiu da vida para entrar na história


Lá se vão Há 61 anos que o país ficou perplexo com o anúncio do suicídio de Getúlio Vargas. Foi 24 de agosto, numa manhã cinzenta e fria . Um tiro no próprio peito e o presidente do trabalhismo saiu da vida para entrar na história. Houve grande comoção, muita gente chorando a perda e revoltada com aquilo que se especulou ter sido um golpe da direita a levar o presidente a dar cabo da sua vida. “Não querem que o povo seja independente”, escreveu Vargas em sua carta-testamento. Mal sabia ele que, passado mais de meio século e o grosso da população continua a reboque de um sistema perverso contra a pobreza e cada vez mais concentrador de renda.

Nenhum comentário: