23 de setembro de 2015

Eis Eneas (que Deus o tenha), num momento de rara lucidez, baixando o pau no neoliberalismo



Nenhum comentário: