8 de janeiro de 2016

Batom na cuéca







"Vice-líder da presidente Dilma Rousseff e tesoureiro nacional do Partido Progressista, o deputado federal Ricardo Barros será ouvido pela Polícia Federal no inquérito presidido pelo procurador-geral da República. Barros é investigado por suposta fraude em licitação para publicidade realizada em 2011, no segundo mandato de seu irmão-fantoche, Silvio Barros II (PHS), como prefeito de Maringá.
A determinação para ouvir o parlamentar foi comunicada ao delegado-chefe da delegacia da PF em Maringá, Ronaldo de Góes Carrer; o depoimento deve acontecer na próxima semana".
. Blog do Rigon

Nenhum comentário: