11 de outubro de 2016

Silvio repete a mentira do primeiro turno


No primeiro turno o candidato Silvio Barros disse várias vezes no programa eleitoral e repetiu nos debates, que pegou do PT em 2005 uma Prefeitura  quebrada, com salários atrasados, etc. Estranhamento o PT não respondeu. Acho que não instrumentalizaram o Humberto, que na época não fez parte da administração petista, para que ele desse o troco.  Agora no início da propaganda do segundo turno, Silvio volta a atacar , acrescentando outras inverdades à mentira já dita. Dessa vez ele fala de boca cheia que asfaltou todos os bairros do perímetro urbano de Maringá e pinta um quadro de terra arrasada, herdada do governo de José Cláudio e João Ivo Caleffi.

João Ivo, claro, não teria espaço para defender a si e ao Partido dos Trabalhadores não fosse via Humberto Henrique no horário eleitoral. Muito menos terá espaço agora, o que dá a Silvio a possibilidade de exaltar sua primeira gestão, como a que chegou para salvar Maringá do caos econômico. Conheço mais ou menos a situação deixada por João Ivo, eleito vice-prefeito de Zé Claudio assumiu o cargo de prefeito com o falecimento do titular.

Para não cometer nenhuma impropriedade, decidi ligar para o João e me informar melhor sobre o quadro que ele deixou ao entregar o comando da cidade a Silvio Barros em primeiro de janeiro de 2005. A situação era essa, segundo João Ivo que, faço questão de ressaltar, saiu tão pobre da Prefeitura quanto era quanto quando entrou:

“Deixamos o salário dos servidores em dia, pagando o 13o. adiantado. Inclusive dei aumento salarial. Deixei as contas da Prefeitura em dia , com dinheiro em caixa, sem fazer nenhuma dívida. Tudo o que fizemos de obras e foram muitas, foi com recursos próprios. Pagamos muitas dívidas do passado, sem fazer dívida nova. Pegamos o orçamento do município em R$ 180 milhões e entregamos  em 2005 em R$ 340 milhões, sem aumentar impostos , só cobrando dos ricos que não pagavam há muito tempo. Asfaltei em 2004 sete bairros com dinheiro do Paraná Urbano, do Requião. Os bairros asfaltados: Tarumã I, Batel , Oasis, Solo Rico em Iguatemi, terminamos  Alvorada III, asfaltamos o São Francisco, o  Jardim Continental e fizemos galerias pluviais no Santa Terezinha em Iguatemi , além de asfaltar algumas ruas daquele distrito”.

Em nome da verdade histórica, não posso deixar de lembrar que Zé Cláudio e João Ivo, eles sim, pegaram uma prefeitura financeiramente arrasada pelo esquema de corrupção Jairo-Paolichi.

Acho que o Silvio Barros II tem todo o direito de criticar seus antecessores, mas o que não tem direito, nem ele e nem candidato nenhum, é mentir desse jeito. Que ele faça suas propostas mirabolantes, mas que pelo menos respeite a verdade histórica. Tenho dito.

Nenhum comentário: