29 de dezembro de 2017

Cadê vocês?


Motoristas abasteciam pela metade do preço em postos adredemente escolhidos pelo Instituto Milleniun, que mobilizava equipes de reportagens do Jornal Nacional para que os motoristas praguejassem o governo Dilma em frente às bombas de gasolina, etanol e diesel. A alta de 3% em dezembro de 2014, elevando o litro da gasolina a R$ 3,50 (hoje se aproxima dos R$ 5,00) foi um escândalo, que valeu manchetes dos principais telejornais do país, com gritaria geral nas grandes cidades e até adesivos em carros, extremamente ofensivos à honra da mulher Dilma Rousseff.
Vendo agora a escala de altas dos combustíveis, que foram reajustados 116 vezes este ano, chegando aos 30% numa inflação de 4%, fico pensando: aonde foram parar os bravos caminheiros, que fecharam várias vezes as estradas no final do governo Dilma? Aonde estão os integrantes do Millenium? E os nervosos meninos do MBL?
Ué, por que não há mais indignação? Cadê as reportagens escandalosas, com irados consumidores gritando palavrões contra o governo?

Aliás, sumiram também os indignados com a corrupção, que tomavam conta de esquinas movimentadas de grandes cidades para externar todo o seu asco com alguns políticos, aqueles aos quais devotavam e devotam profundo ódio ideológico.
Os patos amarelos da Fiesp aonde estão? Talvez estejam empoeirados em alguns porões da má fé e da ignorância.

Nenhum comentário: