5 de abril de 2018

É caso de polícia



Circula desde  ontem à noite na internet  o vídeo de um dono de boate de São Paulo, oferecendo prêmios a quem matar o ex-presidente Lula na cadeia. Nome do imbecil: Oscar Maroni. Ele diz: ““Se o Lula for preso, a cerveja é de graça até a meia noite. Agora, se matarem ele na prisão, a cerveja vai ser de graça durante o mês inteiro”. Um dos amigos que bebe na mesa com Maroni pergunta com ar de deboche:“E se a morte for com requintes de crueldade?”. O empresário responde: “Aí eu dou meu rabo”.
Em 2016 quando Lula foi conduzido coercitivamente para depor, Maroni ofereceu acesso vitalício à sua boate ao juiz Sérgio Moro.
Fonte: site Pragmatismo

Nenhum comentário: