9 de maio de 2018

A Copel está indo de embrulho





A Copel está sendo privatizada na calada da noite. É o que denunciam empregados da companhia de energia elétrica, um patrimônio dos paranaenses que, ao longos dos anos, tem se consolidado como uma das melhores empresas do país no ramo. Em manifesto lançado esta semana, funcionários da Copel Telecom informam que “ A atual administração da Copel pretende , já no mês de maio, transferir os empregados da companhia para um dos prédios atualmente ocupados pela BRF Brasil Foods S/A na BR-277, saída para Ponta Grossa. Feito isso, “iniciar-se-a a segregação dos ativos das outras subsidiárias e, o que é exatamente grave,  a desativação do Data Center da Copel Telecom na Rua Padre Agostinho, além da entrega de nossos dados para empresas da hosting multinacionais”.
Não esqueçamos que quem governa o Paraná neste momento é a maringaense Cida Borgheti, que continuo duvidando que levará sua candidatura à reeleição até o fim.
A propósito, li há pouco no facebook este comentário da professora Ana Lúcia Rodrigues, coordenadora do Observatório das Metrópoles da UEM:

“Cida Barros prepara a venda da COPEL. Ou seja, o objetivo não é se eleger governadora, mas aproveitar os 8 meses de caneta na mão e espoliar completamente o Estado, entregar todos os nossos bens públicos para a iniciativa privada.  DEPOIS DOS 8 MESES: se aposenta como governadora e... pronto.



Nenhum comentário: