Pular para o conteúdo principal

Pra não dizer que não falei das flores...



O Clube.38 está na moda e está na mídia. Localizado na cidade catarinense de São José, tem como assíduos frequentadores os irmãos Carlos e Eduardo Bolsonaro. Lá esteve também, curiosamente na mesma época em que Carlos passou uma temporada treinando duro para aperfeiçoar a pontaria, ninguém menos de que Adélio Bispo.
Adélio estava desempregado e foi de Montes Claros para São José fazer uma horinhas de aula de tiro, que custa a bagatela de R$ 100,00 a hora. Depois, o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro passou um mês na cidade catarinense e só depois retornou à  Minas. “Dois dias após Adélio ter ido treinar sua mira no clube, Carlos chegou ao local para mais um fim de semana de descanso em meio às armas”, publicou em reportagem o site DCM.
A pergunta que fica é a seguinte: como explicar que Adélio, que treinava tiro e que, pelo menos teoricamente era um exímio atirador, cometeu um atentado a faca contra um candidato a presidente da república? Mesmo cometendo o ato tresloucado no meio de uma multidão de fãs do “mito” ele escapou ileso, sem nenhum arranhão. Melhor  assim, mas que foi algo que contraria a lógica, isso foi. Ou não?

Comentários

Anônimo disse…
Ai é tão bonitinho fazer arminha affff....
Eu disse…
Será que o ministro da justiça a gazela emburrada de Maringá o Moro sabe da verdadeira história desta trama macabra?
Anônimo disse…
Messias fale da greve da educação contra a politica educacional do Bozo que está acontecendo em todo Brasil e está forte aqui em Maringá.
Hudson disse…
Se investigarem essa milícia, digo família, não sobra um. A rede é muito grande. Os "lambaris" entregarão o serviço e só restará o impeachment. O que será que o marreco vai fazer? Calar-se até outubro de 2020?
Famiglia Bozo e os milicianos.
Irineu disse…
Nosso dignifico, excelentissimo honesto, transparente, competente idolatrado mito ate agora nao entregou nada que nao foi prometido. Quem disser que foi traido e um tremendo mentiroso. Salve o mito. O melhor politico de todos os tempos. Brasil acima todos e "deus" acima de tudo e a america para os americanos. Que seja aprovado logo esta regorma. Escola e artigo de luxo. Quer estudar pague. Mito mito mito kkkkkkkkk.
Venho aqui dar uma força ao Bozo e dizer que apoio completamente suas palavras quando ele diz: "Não nasci para ser presidente" Tem meu apoio, e nem precisava falar. "Estou velhinho para o cargo com a saúde meio debilitada" Concordo Capitão Aproveita que ninguém mais te aguenta, renúncia e vá pescar. "Tem de mudar isso aí" Assino embaixo.
Cassio Marcelo de Oliveira Alves disse…
Pra mim o GOLPE esta em andamento ..BOZO, o bode, foi tolerado e testado por um tempo, bombou, como se esperava.

Depois da reforma da previdência, provável, com contas abertas da milícia, distanciamento de Rodrigo Maia, descontentamento popular crescente, com TETO NOS GASTOS ..por ser ele próprio quem é, um tirano sociopata IGNORANTE ..BOZO CAI !!!

Assume MOURÃO, o mesmo que convidou MORO pro governo ..Mourão que atendeu à gratidão das Forças Armadas pra com o Juíz de Piso, pelo GOLPE sujo dado por este contra a democracia (LULA), a constituição, e as grandes empresas brasileiras.

Minha duvida é se os militares quererão sair tão cedo, ou se não irão querer reeditar 1968 (AI5) ..ou, PIOR, com este
STF-TSE e com URNAS inauditáveis, se vão arriscar e tentar passar a impressão de que seriam conduzidos por "unanimidade" em 2022/2026/2030...

MELHOR reflexão do dia vem de HADDAD : "..acho que a nova republica acabou .." disse

Postagens mais visitadas deste blog

Bolsonaro pisa na bola com o mundo árabe e deixa o agronegócio com a pulga atrás da orelha

O QUE BOLSONARO QUER DE ISRAEL, UMA FÁBRICA DA GLOCK OU OS DRONES ASSASSINOS?

O presidente eleito vive cheio de mesuras para o lado de Israel, mas deixa transparecer um certo ar de provocação ao mundo árabe. O anúncio que fez de levar a embaixada brasileira de Telavive para Jerusalém,  pode criar sérias consequências para o agronegócio brasileiro, que tem nos países árabes seus grandes compradores, principalmente de  frangos e derivados.

Os empresários catarinenses desse setor apoiaram Bolsonaro com todo entusiasmo , mas se a mudança da embaixada se concretizar,  terão muitos contratos cancelados.

Mas afinal, que interesses o Brasil pode ter mais em  Israel do que nos países árabes? E o que o Brasil compra de Israel? Compra quase nada. Talvez Bolsonaro esteja agora interessado nos drones que matam e na vinda pra cá de uma fábrica da Glock. Era dessa marca a pistola que os assaltantes tomaram dele no Rio, onde levaram também a moto e o capacete do  deputado.

Não me recordo de nenhum pr…

Democraticídio

. Tereza Cruvinel (Jornal do Brasil)


As advertências sobre o risco Bolsonaro para a democracia não são choro antecipado de perdedor, artifício de petistas desesperados para virar o jogo. O democraticídio virá, não apenas porque condiz com a natureza autoritária do deputado-capitão, mas porque, se eleito, não será capaz de dar outra resposta aos impasses que enfrentará. Os avisos vêm até dos que ajudaram a semear o antipetismo, um dos mais fortes nutrientes da candidatura favorita.
Outros, que poderiam falar mais alto, justificam a omissão com a bazófia de que, ainda que ele tente, nossas instituições terão força para evitar qualquer ruptura. Em 1964 também tínhamos instituições que pareciam funcionar, mas elas não apenas cederam ao primeiro movimento de tanques.
Elas ajudaram a executar a parte civil do golpe. Bolsonaro e seu entorno, a começar do vice troglodita, nunca esconderam o pendor autoritário e a saudade da ditadura, nos elogios da tortura e nas homenagens…

Deixem Deus fora disso

Seja o que Deus quiser? Não, não podemos invocar o nome de Deus para nos conformar com essa sujeirada toda. Depois de apoiar ostensivamente a campanha "tudo, menos o PT", a Globo chega ao final da campanha vendo o provável eleito de braços dados com sua maior concorrente, a Rede Record do bispo Macedo. E vislumbrando um acordo mais ali na frente, para minimizar o impacto da divisão das verbas publicitárias que sempre concentrou, a Globo minimizou a ausência de Bolsonaro no debate de quinta-feira. O mediador Willian Bonner limitou-se a informar, candidamente, que Bolsonaro não compareceu por ordem médica, sem questionar o circo armado em torno dessa ordem para poupar o mesmo do confronto , tete-a-tete , com seus concorrentes. Enquanto os demais candidatos debatiam, discutiam propostas ou simplesmente colocavam suas ideias e confrontavam suas biografias, Bolsonaro ganhava 27 minutos de propaganda na Rede Record, ferindo de morte a legislação eleitoral que naquele momento já n…