27 de junho de 2014

Vice é mais problema do que solução

O prazo para os partidos fecharem suas chapas de candidatos termina dia 30. Até agora nenhum candidato a governador definiu o vice. Pelo que se sabe, Ricardo Barros que  anda trombando com as lideranças estaduais do PP lançou o irmão a governador pelo PHS mas no fundo espera ver Silvio convidado para vice de um candidato de ponta, que tanto pode ser Beto Richa, como Gleisi Hoffmann ou Requião. O problema é que este não seria um vice do agrado de ninguém. Certamente todos lembram do caso Donin, ex-prefeito de Toledo ( PP), escolhido como vice de Osmar Dias em 2006. No segundo turno, Requião puxou a folha corrida do vice do adversário e detonou. O Silvio está cheio de processo de improbidade administrativa, inclusive com uma condenação de terceira instância.
Numa reforma eleitoral, com certeza a figura do vice deve ser reavaliada, porque historicamente vice tem sido mais problema do que solução. Quando não é problema na campanha, vira problema no exercício do mandato, como ocorreu com Pessuti, que assumiu com a desincompatibilização de Requião em 2010 e botou pra fora assessores do ex-titular. Isso provocou rompimento imediato e briga pessoal.

Nenhum comentário: