Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Tucanadas

“Até o momento  Doria - com aval de Geraldo Alckmin - fez o Estado de São Paulo perder R$ 66 milhões em impostos entre julho e agosto. Em troca, recebeu uma "doação" de R$ 35 milhões em remédios, sendo que metade já chegou imprestável em termos de mercado” (leia-se com prazo de validade vencido). . Luis Nassif em seu blog

Barros quer ferrar os idosos que têm convênio médico

O Brasil tem atualmente 6,2 milhões de pessoas acima de 60 anos  inseridas na medicina de grupo. E pelo Estatuto do Idoso, os convênios médicos são proibidos de reajustar as mensalidade por faixa etária. Mas não há impedimento para subir mensalidades com base na variação de custos. E fazem isso com um apetite impressionante. Em alguns casos os reajustes anuais dos convênios médicos chegam a 100%. Hoje , uma comissão especial da Câmara deve apreciar um projeto de lei que libera o critério da faixa etária. Ou seja, o velhinho, que já sofre o impacto dos abusivos reajustes anuais por variação de custos, pode passar a receber a segunda pancada, caso esse projeto , que tramita em regime de urgência, seja aprovado pelo Congresso Nacional. Adivinhe quem é o grande defensor da matéria?  Se você respondeu Ministro da Saúde acertou em cheio. Em entrevista na edição de hoje da Folha de São Paulo, Ricardo Barros assume a bandeira dos planos de saúde, sem qualquer tipo de constrangimento. 
“Os planos…