7 de abril de 2014

Recordar é viver

Se recordar é viver, seria bom que o Ministério Público e o Judiciário estivessem sempre recordando,exatamente para poder viver bastante. Não importa o contexto, já que a objetividade revela tudo no texto:

Nenhum comentário: