17 de maio de 2017

A culpa é da vítima...


  
O presidente do TST diz que a culpa pelas mutilações no trabalho é do próprio trabalhador. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia deve ter ficado contente com a declaração. Afinal, por mais absurdo que possa parecer, ele é defensor da extinção da Justiça do Trabalho .


Presidente do TST disse que o trabalhador se fere de propósito para poder receber indenização. Não, não é uma piada. O presidente do Tribunal Superior do Trabalho falou mesmo esse absurdo, durante  audiência no Senado, registrada pelo site Justificando. Yves Gandra Martins Filho é a mais alta autoridade na regulação do trabalho, é o presidente da mais alta corte da Justiça Trabalhista. E quando alguém com esse portfólio fala um absurdo desse tamanho é porque a segurança jurídica do país está mesmo sendo minada. Pior: é porque a insensibilidade e a absoluta falta de bom senso tomou conta até de quem deveria agir no sentido de garantir a rigorosa aplicação das leis.
Agora, imagine só: o Brasil é o quarto país do mundo onde mais morrem trabalhadores vitimados pela atividade profissional. A maioria dos acidentes de trabalho é provocada pela falta de equipamentos de proteção e até preparação dos próprios trabalhadores para que eles saibam como se proteger em atividades de risco. Aí vem uma autoridade dessa dizer que a culpa de morrer ou se ferir no labor é da vítima? Meu Deus, aonde é que nós estamos?

Nenhum comentário: