26 de janeiro de 2015

A hora e a vez do papel higiênico

A Operação Lava-Jato parece um  far west  em cinemascope: quanto mais o cavalo corre mais tem tela pela frente. Pelo jeito as investigações não devem terminar tão cedo, apesar de já se arrastarem por quase um ano. Agora está para começar uma nova fase, a fase em que a força-tarefa do Ministério Público Federal se dedicará ao trabalho de identificação de novos tentáculos (ainda ocultos) da engrenagem criminosa. Os procuradores e a Polícia Federal deverão investigar não só o esquema Petrobrás, mas de propina e superfaturamento de outras obras públicas federais. O objetivo principal é desestruturar esquemas de lavagem de dinheiro e de superfaturamento no país. Com isso, os supermercados vão tomar o porre de vender papel higiênico. O desarranjo intestinal está chegando por aqui, onde o gato já começa a subir no telhado.

Nenhum comentário: