9 de novembro de 2012

Só os grandes para agir assim


Paulo Cesar Pereio sobre Marighella:
“Marighella anistiado post-morten. Família herdou a dignidade do guerreiro: quis a reparação política, sem indenização!”.
PS: admirável a postura da família desse baiano porreta, que respondia provas de física na Universidade Federal da Bahia em trovas e versos.
Um grande amigo meu, de Maringá, igualmente preso durante a ditatura militar, mas que felizmente está vivo e com saúde para testemunhar a história de horror dos anos de chumbo, também se recusou a entrar na justiça para pedir indenização pelos anos de cárcere. Seu argumento:”Aquilo foi uma luta política. Lutei pelos meus ideais libertários, pela minha utopia e isso não tem preço”.
Grande Laércio Souto Maior!

Nenhum comentário: