18 de julho de 2012

Tucanato em polvorosa

O tucanato está em polvorosa com o envolvimento cada vez maior do governador de Goiás, Marconi Perilo no esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Ontem, o presidente nacionald o PSDB, senador Sérgio Guerra, esbravejou numa coletiva, dizendo que a base do governo no Congresso "quer dar um golpe na gente, para tirar o foco do julgamento do mensalão". Vendo o blog do Miro agora há pouco, compreendi o desespero. É que há indícios fortes de envolvimento também de José Serra no esquema Cachoeira. Estão no Portal da Transparência do Estado de São Paulo informações de que " entre 2002 e 2011, a construtora Delta - acusada de ser empresa "laranja" da quadrilha de Carlinhos Cachoeira - assinou pelo menos 27 contratos com estatais e órgãos públicos em São Paulo. Eles totalizam quase R$ 1 bilhão em obras".


Esse período pega o mandato Serra no Governo de São Paulo. E Serra, que é candidato a prefeito da capital paulista  pode, novamente, disputar a presidência da república em 2014. Acho que como oposição o PSDB já era. Talvez após as eleições surja outro partido, originário de uma frente de oposicionistas, para tentar se contrapor ao governo Dilma. Afinal, a democracia  recomenda a existência de uma oposição forte para justificá-la como o melhor sistema de governo, com excessão de todos os outros.

Um comentário:

Anônimo disse...

e viva a internet...se dependessemos da imprensa brasileira, (PIG), ninguem ia tomar conhecimento dessas noticias, os civitas e kamels da imprensa iriam fazer igual o engavetador do FHC...