20 de dezembro de 2012

Cidade verde ou capitania azul?

Dois ministros e mais o superintendente do DNIT estarão amanhã em Maringá para inaugurar o rebaixamento da linha férrea no Novo Centro. São os ministros Paulo Passos, dos Transportes, Paulo Bernardo e o superintendente do DNIT no Paraná, José da Silva Tiago.
Os três vão entregar, em manhã de grande pompa, uma obra que começou em 2004 e que deveria ter sido concluída em janeiro de 2008 ao custo (contratado) de RS 43,8 milhões , mas que chega ao seu final absorvendo mais de R$ 120 milhões e sob forte suspeita de superfaturamento, investigada pela Controladoria Geral da União.
O detalhe interessante é o seguinte: a obra foi iniciada pela administração do PT, acusada pelo prefeito e vice Silvio Magalhães Barros II/Carlos Roberto Pupim de quebrar a prefeitura, de deixar o município sem certidão, o diabo a quatro. E hoje o ministro Paulo Bernardo, padrinho político de Ênio Verri e certamente o próprio Ênio, estarão aos abraços e rasgação de seda com os donatários da “capitania azul”.

Um comentário:

Anônimo disse...

Protocolo, caro Messias. Ênio não está para abraços, mas para educação, para o ato de mostrar que o governo federal, hoje desempenhado pelo partido que ele representa, é quem pagou a obra. Ou seria melhor deixar os louros só para os irmãos metralhas?