20 de outubro de 2016

Silvio alimenta o ódio em Maringá


O nível da campanha vem baixando a cada dia. Depois que o TRE cassou a liminar de primeira instância, que mandava Silvio tirar do ar as inserções em que vinculava a candidatura Ulisses ao PT, parece que voltaram com a corda toda. Estão tratando como marginais pessoas de bem como Humberto Henrique, Carlos Mariuci, Iraídes Baptistone e Mário Verri. Todos estão inclusive fora da campanha no segundo turno , mas estão apanhando como se fossem eles os adversários dos antiéticos irmãos Silvio e Ricardo Barros.
Não dá pra entender como pode um cidadão que se diz evangélico, cristão e que diante das câmeras prega a paz e a fraternidade, mas nos bastidores age com tanta maldade. Usa pessoas que não tem nada a ver com a campanha do adversário neste segundo turno, para desqualificar o adversário direto na disputa, com isso, alimentando a cultura do ódio.
Pelo que fiquei sabendo, vem coisas muito piores por aí. Na próxima semana, reta final do embate eleitoral há a promessa de baixarias que até Deus duvida. O desespero é grande e está fazendo a coligação "Mudança que dá certo" jogar a campanha desse ano a um nível muito próximo do esgoto.

Um comentário:

Unknown disse...

Uai! Não te achei no ODiário.

Copiei e colei teu posto no meu face. Muito grave o que estão fazendo. Pior são as pessoas que dão crédito.