6 de abril de 2013

Contando ninguém acredita





Na última sessão itinerante da Câmara Municipal de Maringá, vejam só o que os moradores do conjunto Requião pediram aos vereadores: esforços para viabilizar a segunda pista de um viaduto do Contorno Norte.
Parece piada, não o pedido, claro, mas o fato de existir viaduto de uma pista só numa rodovia urbana de pista dupla. Sim, rodovia mesmo, porque o Contorno Norte, que devia contornar, não contorna a cidade,  mas passa por dentro dela.
O do Conjunto Requião não é o único, existem no “Transtorno Norte” outros “viadutos sacis”.
Um dia, sei lá quando, mas um dia , a sociedade local vai se dar conta de que a obra que projetaram para ser uma solução de mobilidade urbana, foi na realidade um exemplo pronto e acabado de agressão ao Plano Diretor de Maringá.

Em tempo: o novo Plano Diretor de Maringá, fruto de amplo debate entre Prefeitura, Câmara e sociedade organizada tem apanhado de cinta nos últimos 8 anos. Até audiências públicas mandrakes  para viabilizar a expansão do perímetro urbano foram realizadas.

Nenhum comentário: