8 de agosto de 2018

O rejeitado


PT: "TOMA QUE O FILHO É TEU"
PSDB: "QUEM PARIU MATEUS QUE O EMBALE"

É assim que Temer se tornará o ioiô dessa campanha presidencial
Michel Temer será uma espécie de ioiô nessa campanha. Todos os candidatos,exceto Meireles, vão bater no “exterminador do futuro”. O PT tentará jogá-lo no colo do PSDB, mas os coordenadores da campanha de Geraldo Alckmin estudam uma forma de devolver o estorvo para os petistas, com base no fato de ter sido Temer, vice da Dilma.
Na prática, todo mundo sabe que o PSDB e seis aliados do “centrão” é que comandaram o processo do impeachment, tendo Temer e Eduardo Cunha como operadores da tramoia. A composição do arco de alianças em torno da candidatura do tucano deixa claro que um eventual governo Alckmin será a continuidade do governo Temer. Tudo bem que o MDB tem candidato próprio, mas Henrique Meireles está encarregado de desempenhar o papel de teflon, ou seja, mantém sua candidatura para evitar que a imagem de Michel Temer grude na panela do “picolé de chuchu”.

Nenhum comentário: