7 de fevereiro de 2015

PMDB põe a faca nos dentes


Beto Richa vai começar , já a partir da próxima semana,  enfrentar dias difíceis na Assembleia Legislativa. De olho nas urnas em 2016, os partidos que o apoiam começam a rever suas posições com relação ao pacote de maldades que o governador vem encaminhando , a conta gotas, para a aprovação dos deputados estaduais. O PMDB, que é o maior partido , mas não é de situação e nem de oposição, pois está rachado no meio, decidiu jogar duro com o que o senador Requião chama de “adesistas”, ou como preferia Álvaro Dias, nos seus bons tempos de MDB, trânsfugas.
O presidente do Diretório Estadual, Rodrigo Rocha Loures, que segue orientação do senador Requião, anunciou que a cúpula partidária dispõe de instrumento legal em seu estatuto para expulsar aqueles parlamentares peemedebistas que votarem com o governador o pacote de  maldades, que vai de tarifaço a supressão de direitos dos servidores.

Nenhum comentário: