20 de janeiro de 2011

Não é mole não, não é sopa...


Muita gente que trabalhou para o governador eleito Beto Richa em Maringá, esperava uma concha, ou no mínimo, uma colher, para tomar a sopa da vitória. Os cargos de chefia dos órgãos estaduais seriam loteados por deputados da base e pelo clã dos Barros. Mas o todo poderoso Durval Amaral (chefe da Casa Civil)é que anda dando as cartas nessa área. Para ouvir forte e em bom som o ranger de dentes por essas paragens, Amaral tratou logo foi de distribuir garfos.
Parece que só sobrou colher de sopa para os deputados Evandro Júnior e Dr. Batista. O primeiro deve nomear o coordenador da Região Metroipolitana e o segundo, o chefe do Paranacidade.

Fonte: Blog do Esmael Morais

Um comentário:

Anônimo disse...

Dizem que Batista sorri e disse não vem de mangas regassadas,que a injeção é na poupança.E o resto? não passa de resto.