30 de junho de 2009

O caldeirão ferve

O deputado Fábio Camargo acusou o prefeito Beto Richa de tentar proteger o que ele chamou de um dos maiores autores de crimes eleitorais do Estado. Referia-se a Alex Gardolinski, "o verdadeiro criminoso".
A insinuação de que, quem protege criminoso tem culpa no cartório, deixou os tucanos irados. E o pau quebrou na sessão de agora a tarde na Assembléla Legislativa do Estado. Camargo ameaçou com a divulgação de uma fita que diz possuir e que compromete o time de Beto até a medula.

De olho na errata

Tem um professor de Português aí que me ajuda muito a escrever corretamente. Às vezes escorrego, coloco ôlho no lugar do olho, mas afinal, ninguém é perfeito. Pena que este meu crítico , muito ácido por sinal, não se identifique, preferindo sempre o anonimato. Não se preocupe, não fico aborrecido com críticas, não. Mesmo as desrespeitosas às vezes relevo. Pode se identificar que não vai doer nadinha.

Pauta para o CQC

No programa de ontem o Rafinha Bastos foi a Americana mostrar o caso de duas ruas que tinham sido doadas pela administração municipal, com aval da Câmara, a uma empresa privada. A propósito, Maringá já está merecendo uma participaçlão no "Proteste já". Ou não?

Lenha na fogueira

O deputado Fábio Camargo deve discursar esta tarde na tribuna da Assembléia Legislativa do Paraná, de onde promete colocar lenha na fogueira em que arde Beto Richa. O prefeito de Curitiba achava que já tinha dado a volta por cima, quando de repente, não mais que de repente...

O foco agora é outro

A Câmara Municipal acabou por sacramentar uma reforma meio mandrake, que passa longe daquela pretendida pela sociedade e pelo grupo dos 5 oposicionistas. Mas acho que as críticas que se faz exaustivamente ao Poder Legislativo precisam ser redirecionadas. O mais grave na nossa casa de leis é o comportamento da maioria com relação aos desatinos da "administração cidadã".É preciso que passemos agora a vigiar a postura de cada vereador com relação a projetos impactantes, como o da alteração do Plano Diretor, em vias de chegar ao plenário. Enquanto poder independente e legítima casa do povo, a Câmara Municipal tem que assumir o seu papel de legislador e fiscalizador do Executivo. Maringá não pode continuar aceitando passivamente uma Câmara com tal grau de subserviência. É aí, exatamente aí, que reside o X da questão. O resto é dar milho pra bode.

"Querida, encolhi Maringá"

Em 2004, segundo levantamento feito pelos técnicos da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Maringá tenha 42% de áreas vazias em seu perímetro urbano, aí incluindo terrenos destinados a parques industriais e alguns "latifúndios", como o pedaço de terra remanescente da fazenda dos Dias; aquela área enorme localizada entre o Jardim Liberade e o Conjunto Requião e uma "fazendinha" na Zona Sul, alí pelos lados do Conjunto Santa Felicidade.
Será que todas essas áreas foram suprimidas dos novos mapas elaborados pelo Guatassara Boeira? Sim, porque ele disse ontem na audiência pública transformada pelo próprio em mera reunião, que Maringá só possui 4,07% de áreas vazias em seu perímetro urbano. Com esse percentual, estaria justificado o "assassinato" do Plano Diretor que a "administração cidadã" planeja, com objetivo que dá pra desconfiar.
Boeira se vê agora com um novo trunfo nas mãos para perpetrar esta sandice: as 6 mil unidades do programa do governo federal "Minha Casa, Minha Gente".Hoje no O Diário o super-secretário diz claramente que sem expandir o perímetro urbano não tem como viabilizar essas casas, pois na sua visão distorcida, falta terreno em Maringá.
Ao ler tal declaração, que me parece crônica de uma chantagem anunciada, lembrei logo do cientista Wayne Szalinsky. No filme "Querida, encolhi as crianças", ele constrói uma máquina que, acidentalmente, encolhe seus filhos e os dos vizinhos.
Claro, no caso de Maringá, o "acidente" não é obra de ficção, mas um golpe real no futuro da cidade.

Militares invadem a Globo

Calma, gente, foi a Radio Globo de Honduras, onde a sequencia de atentados a liberdade incomoda o mundo civilizado..

Quem diria, ehim Mangabeira?


"Mangabeira sai sob a suspeita de que seu plano para a Amazonia beneficie os projetos de exploração mineral de seu patrão, Daniel Dantas.

Mangabeira foi empregado de Dantas, pago com salário da Brasil Telecom, para defender os interesses dos acionistas da Brasil Telecom.
Defendeu os interesses de Dantas, arrumou uma grana para Dantas e deu um chapéu nos velhinhos do Banco do Brasil, da Petrobrás e da Caixa Econômica.
Papelão, hein ?, Ministro ?".

. De Paulo Henrique Amorim (Conversa Afiada)

PS: Confesso que ja tive grande admiraçao por Mangabeira Unger, que volta para Harvard desmolarizado. Mangabeira, um outrora intelectual respeitado, foi durante algum tempo uma especie de guru do velho Brizola. Mas um dia Leonel descobriu que Unger, ao contrario do que pensava, trabalhava pelas perdas internacionais.E certamente, percebeu sua ligaçao com o banqueiro condenado do Oportunity. Ome, seu minino!!!

Candidatura definida


Deu no Parana Online:

"O governador Roberto Requião disse ontem, 29, que cabe ao PT, e não ao PMDB, escolher seu lugar nos palanques da eleição do próximo ano. O governador descartou a possibilidade de um acordo reunindo PDT e PMDB em torno de uma mesma candidatura ao governo, no Paraná".
Se alguem ainda tinha duvidas sobre o nome do PMDB para 2010 o governador disse ao jornal do Paulo Pimentel com todas as letras:" A candidatura do Pessuti e irreversivel".

Aposta no esquecimento

"A sorte do Senado, ou dos senadores, é que a atual onda de escândalos apareceu este ano. Fosse no ano que vem e possivelmente poucos, dos dois terços da casa, se reelegeriam. Como a renovação só acontecerá em outubro de 2010, Suas Excelências podem dormir tranqüilos. Em um ano e três meses o eleitorado esquece tudo".

. Do analista Carlos Chagas

PS: Eis uma grande verdade, o eleitorado de Maringa que o diga.

29 de junho de 2009

Petistas maringaenses de saia justa

"PP e PT tentaram acertar os ponteiros em uma reunião hoje de manhã, em Curitiba. A presidente do PT no Paraná, Gleisi Hoffmann, deixou claro para o presidente do PP estadual, Ricardo Barros (foto), que o Partido dos Trabalhadores quer manter no Paraná a mesma aliança com o PP que faz parte da base de sustentação do governo Lula.

Ouviu de Barros a seguinte condição: “Para a aliança ser mantida , queremos o apoio do PT para o Senado e na coligação para as proporcionais. Vamos ver então se conseguimos fechar a aliança também aqui no estado”, disse o presidente do PP que é candidato ao Senado pelo partido. As cartas estão na mesa e as negociações continuam.

Uma das exigências de Barros é a de que Gleisi Hoffmann não seja candidata ao Senado".

. Do blog do Fábio Campanna


PS: Já pensou que quadro mais surrealista, ver o pessoal da base local do PT indo às ruas pedir votos para "o senador Ricardo Barros?". Se o acordo vingar, será uma saia justa danada. Irônico como ele só, o Claudemir Romancini deve estar murmurando:"Venham companheiros, o PSOL está de braços abertos!".

UEM não cogita

"A respeito da informação de que poderia suspender o vestibular, a UEM informou há pouco que não cogita sobre o assunto, por enquanto. A instituiçao admite que existe a preocupação, mas como não há nenhum caso de gripe suína confirmado em Maringá em princípio o certame está confirmado.
A UEM também sedia em julho o Festival de Cinema, que trará visitantes de várias regiões do país".
. Blog do Rigon

Meu comentário: dei a nota sobre a possibilidade de suspensão do vestibular com base em conversas com alunos de cursinhos, onde a gripe suína é o assunto do momento. A preocupação é grande, exatamente por causa da presença de vestibulandos de várias partes do país.

Lorca olha a Espanha e quem olha o Brasil, ôlho no ôlho?


Eu já tinha visto esta foto, mas revendo-a esta manhã no blog Conversa Afiada, fiquei pensando: se o poeta fuzilado pelo generalíssimo Franco em 1936 faz a Espanha se confrontar com o seu passado, que olhar faz o Brasil refletir sobre os seus recentes anos de chumbo?
É muito forte e chocante a foto de Herzog pendurado numa cela do Doi-Codi,mas acho que os craques da iconografia deveriam buscar um olhar como o de Lorca para que os defensores da tortura pulguem seus pecados e nossa democracia se arme contra saudosistas da "ditabranda".

A empresa desconsidera o aditivo

Pelo que tem deixado claro nas entrevistas de diretores sobre o assunto,a Sanepar desconsidera o aditivo da prorrogação de contrato, assinado pelo ex-prefeito Said Ferreira. E negocia com a atual administração, a prorrogação ou não do contrato de concessão que vence em 2010. Até porque o aditivo, como levantou o próprio jornal O Diário, não tem validade, sequer pode ser invocado juridicamente pela parte interessada em continuar gerindo o sistema de saneamento básico de Maringá. Isso não está no aditivo, mas no contrato original: a devolução da água para a Prefeitura implicaria em ressarcimento dos investimentos feitos ao longo dos anos pela Sanepar. Se essa dívida existe legalmente ou não, isso é que deveria ser questionado a partir de agora. Bater no aditivo, pinçado em boa reportagem do jornal, é perda de tempo. Se o município decidir não mais renovar a concessão e reconstituir uma nova autarquia tipo Codemar, a indenização requerida pela Sanepar estaria hoje em torno de R$ 167 milhões.É demanda judicial pra mais de metro.

A história do O Diário


O Diário do Norte do Paraná faz exatos 35 anos hoje. Os jornalistas Rogério Recco e Antônio Roberto de Paula vão lançar à noite no Shopping Mandacaru um livro da história do jornal, da qual me orgulho de ter feito parte e, modéstia à favas, com uma participação importante. É uma longa história, que não sei se o Recco e o De Paula estão contando, mas que tem tudo a ver com os rumos que o O Diário tomou a partir de meados de 1977.

Vestibular da UEM pode ser cancelado

Parece que está em vias de. A suspeita de casos da gripe suína por aqui, pode levar o reitor Décio Sperandio a debater o cancelamento com o Conselho Universitário. As provas começarão dia 13 próximo e ante as notícias de que já houve problemas no Cesumar, as casas especializadas em produtos de Odontologia não não têm mas máscaras para a venda. Dizem que candidatos ao vestibular de inverno da Universidade de Maringá teriam arrematado todos os estoques existentes.
O receio maior é com relação aos candidatos de fora, pois sabe-se que vem gente de toda banda, inclusive de áreas já consideradas como de risco.

O preço de um cochilo

O atual Plano Diretor de Maringá foi todo ele construído na gestão do PT, com audiências públicas (verdadeiras) por toda a cidade. Cada item alí contido foi discutido,votado. E no final, uma audiência ampliada formatou o Plano,que não foi regulamentado até hoje. E mesmo sem regulamentação, já está em vias de ser alterado, ou, em casos como o do avanço de loteamentos sobre as zonas de contenção, mutilado.
Mas acho que a Administração Popular, então sobre o comando de João Ivo Caleffi, dormiu no ponto ao não deixar o Plano Diretor regulamentado. Talvez tenha dado um tempo, esperando regulamentar em 2005, ante a certeza de que o Partido dos Trabalhadores sairia novamente vitorioso das urnas. Não foi o que aconteceu. Agora, a cidade paga o preço do cochilo.

O que é uma zona de contenção?

Alguém precisa explicar para a "administração cidadã" que zona de contenção, como o próprio nome diz, é pra conter mesmo. É pra conter a especulação imobiliária e a expansão desordenada do perímetro urbano.É para evitar que áreas de preservação ambiental, principalmente mananciais, sejam degradadas com a urbanização de espaços que devem ser rurais. Não se concebe em áreas de contenção uma ocupação de mais de 15 habitantes por hectare. Portanto, o que querem fazer em Maringá é crime ambiental, estimulado pela ganância da especulação imobiliária desenfreada. Uma ganância que caberia ao gestor público conter, mas que aqui ocorre ao contrário, pois é ele mesmo que estimula a sandice.
Espera-se que o Ministério Público tenha êxito na sua missão de impedir a audiência pública programada para este fim de tarde na Câmara Municipal. Tomara que até o por do Sol, a Justiça mande cancelar a farsa montada, com o objetivo de legitimar a pretendida expansão do perímetro urbano de Maringá.

28 de junho de 2009



Pincei do blog da Marta Bellini

Elio Gaspari sobre o "Bolsa Ditadura"

"O Bolsa Ditadura já custou R$ 2,5 bilhões à contabilidade da Viúva. Estima-se que essa conta chegue a R$ 4 bilhões no ano que vem.

Em 1952, o governo alemão pagou o equivalente a R$ 11 bilhões (US$ 5,8 bilhões) ao Estado de Israel pelos crimes cometidos contra os judeus durante o nazismo.

O Bolsa Ditadura gerou uma indústria voraz de atravessadores e advogados que embolsam até 30% do que conseguem para seus clientes".

PS: Nem todos os ex-presos politicos aceitaram acionar o Estado para serem indenizados pelos prejuizos pessoais que lhe trouxeram a luta politica contra o golpe de 64. Um deles foi meu dileto amigo Laercio Souto Maior, referencia etica e moral para muita gente da esquerda maringaense. Varias vezes consultado por advogados se queria ingressar com açao judicial, Laercio se recusou, com o argumento de que sua luta foi ideologica, participou de movimentos por um Brasil justo e libertario e jamais com o objetivo de obter compensaçao financeira mais tarde. Gaspari diz que "o assalto às arcas da Viúva, veneranda e desprotegida senhora, produziu milionários e avacalhou a velha esquerda".

27 de junho de 2009

M Jackson se encontra com Elvis


. Pincei do blog do Paulo Henrique Amorim

Sobre o fim do diploma de jornalista

"É preciso que fique claro: a decisão do STF não muda a lógica com que os grandes grupos produzem seu jornalismo. Poderão, talvez, mudar algumas peças nas redações. Poderão economizar, num futuro próximo, com a contratação mais precária de funcionários, caso o sindicalismo insista na tática do avestruz-bacharel, enfiando a cabeça em uma pilha de diplomas, e não enfrente – finalmente! – o desafio de criar uma nova regulamentação profissional que proteja os trabalhadores e não a máquina da burocracia universitário-sindical".

. Por Cristina Charão (Observatorio da Imprensa)

Ele ri atoa



"Barros não esconde a felicidade.

Candidato a senador, o deputado federal Ricardo Barros, do PP, é só satisfação com a divulgação de denúncias que ele acredita que podem frustrar a candidatura de Beto Richa, do PSDB, ao governo.

Se Beto Richa desistir do governo, o senador Osmar Dias, do PDT, desiste de vez do Senado, raciocina Barros, que conta com isso para que se abra espaço para a sua pretensão de virar senador".

. Blog do Fabio Campanna

PS: Lembram daquela notinha em que eu disse ter visto alguem dizer nos corredores da Camara de Maringa que Ricardo poderia ter algo a ver com o tiroteio contra Beto? Faz ou nao faz sentido?

Imperdivel

Revi agora no YouTube o clip "USA for Africa - We are the World ", gravado pelas maiores feras da musica internacional para a campanha de combate a fome na Africa. A musica e do Michael Jackson e do Lionel Ritch, uma maravilha. Entre os artistas que participaram da gravaçao, o proprio Michael, Lionel, Rey Charles e Bob Dylan. Foi ha mais de 10 anos, por iniciativa do astro pop falecido anteontem. O clip e imperdivel.
Lembro que na mesma epoca o primeiro time da MPB gravou um compacto simples para colaborar com a campanha de combate a seca do Nordeste. Perdi aquele vinil e nao encontro mais nem em cebo. Participaram Chico Buarque, Gil, Caetano, Gal,Djavan.Se alguem souber onde encontrar, dou de presente uma legitima cocada baiana.

Lançado o Boshidô

Envia-me por email o jornalista Aurio Nogueira:

"Com mais de 1.100 páginas, “Boshidô – caminho do guerreiro semeador” faz retrospectiva da contribuição japonesa para o desenvolvimento do Paraná

Com a presença de mais de 200 pessoas, foi lançado semana passada, em Curitiba, em 18 de junho de 2009, o livro “Bushidô – caminho do guerreiro semeador”, de autoria dos jornalistas Cláudio Seto e Maria Helena Uyeda. O evento marcou o encerramento do Imin’100 (o centenário da imigração japonesa no Brasil)".

26 de junho de 2009

Só a morte de Michael Jackson é mais espantosa que essa

"Deu hoje no jornal O Diário, de Maringá, que a Câmara Municipal de Maringá aprovou ontem, em primeira discussão, por 13 votos, o projeto de reforma administrativa da prefeitura, prevendo o corte de 247 Cargos Comissionados (CCs) e 203 Funções Gratificadas (FG). Nem todos os cargos existentes estão ocupados, por isso, a economia projetada é da ordem de R$ 8,89 milhões por ano.

Do blogueiro: PelamordeDeus. Se os caras querem cortar a doideira de 247 cargos comissionados, fica a espantosa pergunta: quantos cargos comissionados têm o feudo Barros?".
. Do blog Paçoca com Cebola, de Londrina

Porque Michael Jackson quiz ser branco

"De tudo o que li até agora sobre Michael Jackson, a parte mais chocante foi a revelação de seu amigo, o mágico Uri Geller, sobre as razões para as sucessivas cirurgias e tratamento de embranquecimento de pele que deformaram o astro:

- Eu não queria parecer com o meu pai!

Meu Deus! Cada vez que vejo crianças inseguras nas relações familiares, crianças afetivamente carentes, mais que isso, crianças de rua, penso como são frágeis, como o que acontece nesse período as marcará pelo resto da existência, como são fortes e decisivas as presenças paterna e materna, para o bem e para o mal".

. Do blog do Luis Nassif

Nao tinha por que rejeitar

"O Tribunal de Contas do Estado voltou atrás e aprovou ontem as contas da Prefeitura de Maringá de 2003, quando o prefeito era João Ivo Caleffi, então do PT.

O TCE havia rejeitado, mas os advogados de Caleffi apresentaram os documentos que faltavam. Foram erros contábeis simples.

Portanto, como sempre afirmou, João Ivo não deve nada. É inocente".
. Do blog do Edson Lima

PS: acompanhei bem essa historia, o TCE nao tinha mesmo porque rejeitar as contas. Houve um esforço muito grande de um certo deputado maringaense para que o Tribunal de Contas detonasse o Joao Ivo no inicio de 2008, pois era ano eleitoral. O parlamentar nao saia do gabinete do presidente do TC Hermas Brandao,articulando a rejeiçao. Antes, quando as contas vieram para a Camara Municipal, com parecer pela rejeiçao, o deputado nao saia do celular, dando ordens a base aliada do irmao para que a Camara ferrasse o Joao. Como ficaria dificil para o presidente do Legislativo John Alvez justificar a rejeiçao, ele achou mais prudente devolver pra Curitiba. O prejuizo politico seria menor que se o plenario rejeitasse as contas. Pelo menos desta feita a Camara desajoelhou.

25 de junho de 2009

Heloísa não é Rosa...


Informa o blog do senador Álvaro Dias que a vereadora de Maceió, Heloísa Helena, bateu boca com uma nobre colega, chamando-a de "porca trapaceira" e "ladra de prótese de criancinhas". Isso pode lhe render um processo de cassação por falta de decoro, o que seria uma pena. O Brasil aplaudiria a volta dela ao Senado da República, por onde passou com destaque e deixou a fama de mulher guerreira, quase guerrilheira. Revolucionária? Não chega a tanto. Os fatos tem mostrado que Heloísa na é Rosa (Luxemburgo).

De onde partem os tiros?


O prefeito de Curitiba Beto Richa virou tábua de tiro ao alvo, e não ao Álvaro, como cantaria o impagável Adoniran Barbosa. De onde vem os tiros? Agora , por exemplo, dizem que vem do time do Osmar Dias, como revela esta nota do blog do Fábio Campana:"O deputado federal Wilson Picler, do PDT, confidenciou a um amigo durante jantar na Churrascaria Fogão de Chão, em Brasília, quais são os próximos passos para a definição da situação política no Paraná:

“Temos mais quatro rodadas de denuncias no Fantástico e na Gazeta do Povo e depois vamos pedir a cassação de Beto Richa, do PSDB. Um atônito comensal, na mesa do lado, anotou e contou ao blog. Picler é um dos apoiadores da candidatura ao governo de Osmar Dias, do PDT".

Os primeiros tiros, insinuaram, teriam partido da arma do senador Álvaro Dias. Depois, surgiu o governador Requião como suspeito.
De qualquer forma é bom que saiba que a denúncia do Fantástico é apenas a ponta do iceberg. Venha de onde vier, o fato é que muita gente tem cartas na manga e muita bala na agulha para detonar Beto.
Em tempo: ouvi terça-feira nos corredores da Câmara Municipal de Maringá que o deputado Ricardo Barros, articulador da candidatura Osmar, teria sido visto recolocando o revólver no coldre. Faz sentido.

Elementar meu caro Watson!

"Deu no jornal: "Sinduscon elogia proposta de alteração do Plano Diretor".
É, a administração pisa em cima da legislação para atender aos esquemas políticos da reeleição e os empreiteiros aplaudem. Não custa lembrar que o presidente da Urbamar assumiu o cargo, em 2005, acumulando a presidência do Sinduscon".

. Blog do Rigon

PS: Isso só vem reforçar a tese de que o projeto de ampliação da área urbana tem tudo a ver com a especulação imobiliária.

Que a justiça imponha limites...

Depois da obsessão pela derrubada da rodoviária velha e pela "desfavelização" da cidade sem favelas, agora vem a "administração cidadã" com essa história de avanço sobre as áreas de contenção. O que significa isso na prática? Significa que não querem (por razões que a própria razão desconhece) aplicar o imposto progressivo sobre os espaços vazios existentes no perímetro urbano. Espaços que segundo levantamento do Observatório das Metrópoles chega a 40% e que o super-secretário Guatassara Boeira minimiza, dizendo sem nenhum constrangimento: "parecem muitos, mas são mínimos". Qual é a explicação para o prefeito SBII não ter encaminhado a regulamentação do item do Plano Diretor que trata dessa questão? Fico me perguntando: se deixaram o PD manquitola, impossibilitado de dar um basta na especulação imobiliária, onde está a sociedade organizada que não recorre ao Estatuto das Cidades para obrigar o gestor municipal a cumprir a lei maior de ocupação do solo urbano?
As quatro entidades e o vereador Humberto Henrique que recorreram ao Ministério Público para impedir a audiência pública de segunda-feira estão agindo corretamente e em nome dos interesses maiores da cidade. É preciso acabar com esta farsa de audiências públicas mandrakes. É preciso que a Câmara Municipal tome tento e cumpra o seu papel de poder independente, que existe para defender a população de ações predatórias como esta de loteamentos nas áreas de contenção.
Está claro que não foram cumpridas as formalidades legais para a audiência poública de segunda-feira. E por que não cumpriram? Por que será que não mandaram as informações solicitadas por vereadores de oposição e pelo Observatório das Metropoles? O que teriam para esconder e que só seria mostrado na hora H, quando não haveria mais tempo para questionamentos?
Esse assunto da expansão do perímetro urbano ainda vai dar muito pano pra manga. É o futuro da cidade que está em jogo e que entidades que se dizem sérias e comprometidas com a ética, como a SER e o Observatório Social, nem se deram conta. Ou se deram?

24 de junho de 2009

Floris não apalpa, baixa a borduna

Do blog do amigo Florisvaldo, secretário do PT estadual:

"A oposição tem que pedir sim a cassação do Beto. Tem que fazer mobilizações e mostrar para a sociedade que as coisas em Curitiba continuam como sempre: nebulosas. Caixa dois quando o Beto foi eleito vice-prefeito em 2000, e as recentes denúncias como falta de licitações, irregularidades na URBS, envolvimento da sogra, envolvimento de assessores diretos de Beto em esquemas de gafanhotagem e por aí vai.
O que está interessante nisso tudo é a postura dos jornalistas Fábio Campana e Eduardo Shinaider que estão se esforçando muito para encontrar justificativas para explicar os fatos que estão deixando os curitibanos atordoados. Mas, porque eles são tão preocupados com o Beto? Será que eles têm motivos? Eu não posso acreditar que isto seja possível e vocês?".

Quando a esquerda glamurosa perde o verniz...

O jornalista (ex-Globo e atualmente na Record) Rodrigo Viana detona Gabeira em seu blog Escrevinhador:

"Fernando Gabeira, o líder da nova UDN, foi pego com a "boca na botija" (como a gente dizia na época do colégio). Gabeira, aquele que deu um verniz "pop" à velha direita moralista, admitiu que usou dinheiro público para pagar a empresa da mulher dele.

A banda de música da UDN já teve dias melhores: FHC botou filha no Senado e Gabeira usou grana pra mulher.
Incrível, não? Lembram do Gabeira com o dedo em riste, espinafrando o Severino Cavalcanti? A imprensa babava de alegria. O Severino é nordestino, tem jeito de matuto. O Gabeira mora na zona sul carioca. A neo-UDN vibrava com o Gabeira, lembram?

"A sua presença na Presidência da Câmara é um desastre para o Brasil e para a imagem do País. Ou Vossa Excelência começa a ficar calado, ou vamos iniciar um movimento para derrubá-lo", babava Gabeira em 2005. Na época, ele andava valente, porque a Globo punha o Gabeira toda noite no JN. Virou "fonte marcada para falar."

Esse caso do Gabeira me lembra aqueles padres que pregam a "retidão moral", condenam a "promiscuidade", mas apalpam uns garotinhos no fundo (sem trocadilho) da sacristia..."

Procuradora elogia a Satiagraha e critica Gilmar Mendes

"O ministro Gilmar Mendes fala muita bobagem sobre polícia e Ministério Público. Esse “estado policial” não existe. Ele é um homem muito inteligente, mas está completamente equivocado quando fala de “conluio” entre polícia, MP e Justiça. Não tem idéia de como funciona um processo. Dependemos uns dos outros para uma investigação. Não é “conluio”, são relações de trabalho. Na Satiagraha, li partes do processo e ele é irrepreensível. O procurador Rodrigo de Grandis, o juiz Fausto De Sanctis e o delegado Protógenes Queiroz têm meu total apoio. Estão sendo massacrados. Em julho faz um ano que o Gilmar Mendes concedeu a liminar ao Dantas. Cadê o processo? Está parado. Cadê o Dantas? Ninguém fala mais nele! Mas falam no Protógenes, no Fausto…".

. Palavras da Procuradora do Ministério Público Federal, Janice Mascari, em entrevista ao jornal Tribuna de Minas

Fugiu da raia

"Dorival Dias preferiu não ir à Câmara para responder aos vereadores o que está acontecendo na Associação dos Funcionários Públicos Municipais. Mandou um Ofício dizendo que o assunto foi tratado em assembléia realizada dia 6 deste mês, com convocação publicada no O Diário e no quadro de avisos da Câmara Municipal, e que ficou tudo certo, e que o vereador John - que participou da mesma - poderia prestar qualquer informação a respeito. Mário Verri que foi quem solicitou a presença do Dorival Dias na Câmara, ficou uma “arara” com a recusa".
. Blog do Lauro Barbosa

PS: Por que será que o Dorival se recusou a ir à Câmara, um espaço que ele conhece bem, pois já foi vereador? O que tem a esconder? Dorival, Dorival!

Dr. Manoel, contra a homfobia

O vereador Manoel Sobrinho (PC do B) foi à tribuna da Câmara Municipal de Maringá ontem à tarde para condenar o preconceito, qualquer tipo de preconceito. Contou sua história, dizendo que quando criança foi discriminado por ser filho de mãe solteira. Nas galerias, vários representantes da ABGLT - Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros, que lutam contra a intolerância que setores conservadores (e convenhamos, hipócritas) têm contra os homossexuais. A Homfobia é crime e deve ser combatida por todas as pessoas que prezam realmente pelos direitos humanos.
O vereador Welington Andrade pediu um aparte para elogiar o pronunciamento do Dr. Manoel e se disse vítima de discriminação, por parte de um apresentador de televisão que o teria criticado por ele ter ido de tênis a uma sessão da Câmara. Concordo que não é a maneira de se vestir ou de calçar que determina o caráter e a posição politicamente correta (ou incorreta) do parlamentar, mas convenhamos: aonde está o preconceito do apresentador neste caso? Há sim, um conceito equivocado sobre a compostura do edil,mas preconceito, nunca.
Eu jamais criticaria o Wellingon por ele ir de tênis à sessão da Câmara, mas não o pouparia, e nem o pouparei, por suas posições confusas e de subserviência na votação dos projetos.

Viva a ironia!

Do blog A Abiose Maringaense:

"Escrevo para me despedir outra vez de vocês, pois, estou de mudança para Brasília.
Passei em um concurso público para assessora de deputado e vou assumir o cargo em breve.
Já me informaram que, embora o salário não seja lá grandes coisas (R$6.899, 99), trabalha-se muito e somente 3 dias na semana, com direito a 4 meses de férias e 15º salário.
Caso vocês tenham interesse em concorrer no próximo concurso, envio a prova que fiz para que vocês possam estudar e irem se preparando.
Assim que tiver novo concurso, aviso a todos".

Prova do desrespeito

Matéria exibida ontem pela RPC é prova cabal do descaso da "Administração Cidadã" com a saúde pública. O transporte de pacientes para Curitiba em uma kombi, substituída por um veículo mais confortável devido a pressão da equipe de reportagem, dá a exata dimensão do menosprezo para com os usuários do SUS na cidade que "cresce com cidadania".

O paciente não aparece? Por que será, ehim?

O prefeito SBII está querendo implantar um sistema de consultas especializadas pela internet. Alegação: 35% das pessoas que marcam consultas não aparecem. E sabem por que não aparecem? Porque as consultas demoram tanto pra sair que quando chega a sua vez o paciente já desistiu. Conheço alguns casos emblemáticos. Casos como o da dona Eva, que ficou dois anos aguardando uma consulta de Ortopedia e quando foi chamada (em cima da hora, diga-se de passagem) já tinha raspado os caraminguases da poupança para ir no particular. Ou o caso do Marcos, que depois de um ano na fila da Psiquiatria foi chamado de manhã para a consulta no período da tarde, mas não pode ir por estar viajando.

Lígia no Observatório

A Maringaense Lígia Leal, que acaba de deixar a seccional Maringá do Sindicato dos Jornalistas de Londrina (leia-se sindicato do Norte do Paraná) emplacou uma boa entrevista com Teresa Barros (equipe do Cláudio Humberto) no Observatório da Imprensa.
Parabéns, grande Lígia!

O embaralhamento

24.06.09
O Milton Ravagnani analisa o problema do lixo em sua coluna de O Diário desta quarta-feira. Com o conhecimento que tem do direito (ele é advogado), vai ao detalhe e desce à filigranas jurídicas para explicar os motivos que embaralham o raciocínio do prefeito Silvio Magalhães Barros II. Depois de ler,me veio à cabeça uma indagação óbvia: por que será que o alcaide tem tanta dificuldade de se relacionar com a transparência e a legalidade?

23 de junho de 2009

Um bom filme


O Marcos Maranhão disponibilizou em seu blog (Jano, o Lanterneiro) um trailer do filme "Lula, o filho do Brasil", de Fábio Barreto. É uma bela história, traduzida numa produção cinematográfica de ótima qualidade. Pode escrever aí: fará mais sucesso do que "Dois Filhos de Francisco".

Ao Deus dará

Falta segurança no terminal urbano. Só tem um guarda municipal para tomar conta do espaço que, volta e meia, é invadido por delinquentes, que praticam pequenos delitos. Me informa um usuário do transporte coletivo urbano e frequentador assíduo do terminal, que é comum a "chibaba" correr solta no banheiro masculino. Os passegeiros estão sempre expostos ao perigo constante de assaltos.
A propósito, lembram daquele caso do fiscal da TCC que teve um aneurisma cerebral num final de tarde dentro do terminal e morreu antes de chegar ao hospital? Os próprios motoristas se encarregaram de esvaziar um ônibus de linha já lotado de passageiros, colocaram o colega deitado no corredor e pisaram fundo até a Santa Casa, onde o trabalhador chegou morto. Assim que o fiscal caiu, ligaram para a empresa solicitando uma ambulância, mas o pedido foi em vão. Agora, a família está acionando a empresa por omissão de socorro e, claro, pedindo a devida reparação de danos.

Richa não atende telefonema de Álvaro


O senador Álvaro Dias disse há pouco em entrevista à Rádio Banda B, de Curitiba, que ligou para Beto Richa para hipotecar solidariedade pela suposta armação contra o prefeito, mas não foi atendido. Isso o levou a acreditar que estão querendo eleger um inimigo interno para Richa, atribuindo a ele Álvaro, a autoria do escândalo. "Repudio essa baixaria e é bom que saibam que eu não atuo nas sombras. Quando tenho que denunciar algo, vou pro campo aberto, vou à tribuna do Senado, vou à imprensa.Agora, como eu poderia armar um escândalo desse contra o meu partido para tentar, por ele, disputar uma eleição? Ora, isso é ridículo. Nem constrangido eu fico, tal é o absurdo da situação".

Na verdade, estão armando uma guerra encarniçada dentro do ninho tucano. Macaco velho, Álvaro rejeita enquanto é tempo, a pecha de babuíno. Se o Paraná acabar servindo de parâmetro das definições internas do PSDB, quer dizer então que Serra e Aécio vão, de cocô em punho, pra cima um do ventilador do outro? Cruzes!

O PT e sua complexidade

Escreve Carlos Chagas:

"Não parece fácil entender o PT, com suas múltiplas correntes, verdadeiros partidos dentro do partido. “Construído um Novo Brasil”, sucedâneo do “Campo Majoritário”, “Novo Rumo para o PT”, “PT de Luta e de Massa”, “Movimento PT”, “Articulação de Esquerda”, “O Trabalho” e outros grupos só se entendem, mesmo, quando se trata de permanecer no poder. No mais, divergem, disputam e se isolam como aconteceu na Revolução Francesa até que Napoleão tomou conta de tudo e fez-se Imperador. No caso do PT, a História acontece às avessas, porque o Napoleão já existe, mas está custando a botar a coroa. Felizmente a guilhotina só funciona de modo figurado e as cabeças dos companheiros continuam coladas aos pescoços".

Foi no TRE,mas la do Rio de Janeiro...

"O TRE-RJ acaba de cassar o mandato do prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Baltazar.
Baltazar, reeleito ano passado, é acusado de uso irregular das verbas de publicidade da prefeitura no período eleitoral. Cabe recurso".
. Blog do Ancelmo Gois

Simbologia



Alguem sugeriu esta mao como simbolo das obras do Contorno Norte. Ai um espirituoso frequentador da Av. Getulio Vargas, leitor desse modesto blog, mandou email sugerindo que o Sanzal reproduza em bronze esta velhinha , para servir de simbolo dos que lutam pela manutençao da Av. Sao Judas Tadeu. Serviria tambem para o caso do PAC Santa Felicidade e da rodoviaria velha.

Coordenadora do Obsrvatorio disse:

A proposito da nota que dei aqui sobre a audiencia publica na Camara para tratar do Plano Diretor:

"Caríssimo Messias. De fato o Observatório das Metrópoles está articulado em torno desta questão com o ojetivo de tentar refletir sobre a proposta da PMM. Todavia, estamos impedidos de cumprir adequadamente nossos objetivos, pois os documentos que deveriam ter sido disponibilizados para esclarecer a proposta que será apresentada na Audiência, não o foram".

. Ana Lucia Rodrigues (Observatorio das Matropoles da UEM)

22 de junho de 2009

Dá-lhe, Floris!

O amigo Florisvaldo, o Floris do PT, comenta a denúncia de corrupção eleitoral envolvendo o prefeito de Curitiba, levada ao ar ontem no Fantástico:

"Tem blogs que estão tentando dar um caráter de que as denúncias têm a ver com a campanha de 2010 porque o Beto aparece em primeiro lugar segundo as pesquisas.
A questão não pode ir por este caminho porque a denúncia está relacionada à campanha de 2008 e este tem que ser o único foco.
Tratar a questão como sendo a disputa de 2010 é desviar o verdadeiro foco e tentar confundir a opinião pública. O que existe é uma denúncia de crime eleitoral que precisa ser apurada. Também, não é possível que a demissão dos envolvidos estabeleça isenção do prefeito de forma tão rápida. Afinal precisa ser esclarecido em que campanha estas pessoas estavam trabalhando e principalmente de “ONDE VEIO O DINHEIRO”. Estas pessoas não teriam dinheiro para distribuir se não fosse doação para campanha e quem fez esta mediação".

PS: Concordo em gênero, número e grau e lembro uma indagação que ouvi hoje de manhã nas proximidades do Fórum, feita num bate-papo de esquina por um dirigente partidário:"Será que alguma câmera escondida não gravou nada do que rolou nos bastidores da campanha de Maringá?". Boa pergunta: será?

É aí que mora o perigo!

"Dia 29, às 18 horas, haverá audiência pública na Câmara Municipal para discutir as alterações da Lei Complementar nº 632/06 (Plano Diretor). O secretário Guatassara Boeira já está convidado os vereadores".
. Blog do Lauro Barbosa

PS: A esta altura o pessoal do Observatório das Metrópoles já deve estar se articulando para acompanhar a dita audiência pública. Os vereadores de oposição (5 por enquanto) devem ficar atentos, porque a audiência pode servir para legitimar algumas alterações indevidas no Plano Diretor. Por exemplo: a "Administração Cidadã" planeja ampliar o perímetro urbano da cidade, ainda que os vazios urbanos de Maringá passem dos 40%. É preciso ficar de atalaia também nas avenidas que margeiam os bosques 1 e 2, onde é vedada a construção de prédios altos. Isso está no Código de Posturas, mas se deformarem o Plano Diretor o CP vai de roldão.

Do Barão de Itararé

"A pessoa que se vende sempre recebe mais do que vale".
. Pincei a frase do blog da professora Marta Bellini

Desgaste inevitável

Por mais que nada tenha a ver com a história escabrosa mostrada ontem no Fantástico, Beto Richa sofrerá um inevitável desgaste político. E já está fragilizado na disputa interna com Álvaro Dias pela indicação do partido para governador do Paraná em 2010. Volto a insistir, Álvaro candidato a governador, Osmar vai para a renovação do seu mandato no Senado. A disputa se resumiria,então a Álvaro e Pessuti, que num encontro estadual do PMDB neste final de semana em Curitiba, obteve a declaração de apoio do governador Requião, que andava meio reticente sobre a candidatura própria do PMDB.
Podem acreditar, esta reportagem do Fantástico muda o quadro sucessório no Paraná.

Que falta faz o casal José Pires/ dona Lídia!

"Sobre o fato do vereador Aparecido Domingues Regini assinar projetos e outros documentos da Câmara como Zebrão, indago: será que uma escritura de compra e venda, por exemplo, teria validade se ele fosse qualificado, como Zebrão, brasileiro, casado... RG? Heine Santa Rosa Macieira, poderia ser qualificado como Dr. Heine Macieira, brasileiro, médico...? Óbvio que não. Assim entendo que documentos da Câmara precisam ser assinados com os nomes do RG de cada vereador, principalmente os atos que terão validade jurídica. Repito, na Prefeitura os atos aparecem com Silvio Magalhaes Barros II - Prefeito e Ulisses de Jesus Maia Kotsifas - Chefe de Gabinete. Por que não Câmara pode ser Mário Hossokawa e não Mário Massao Hossokawa e Dr. Heine Macieira e não Heine Santa Rosa Macieira? Gostaria que Raphael Luque, novo procurador, se manifestasse".
. Akino Maringá, colaborador do blog do Angelo Rigon

PS: O questionamento procede. Como é possível imaginar uma autoridade pública, detentora de mandato popular, usando apelido para assinar documentos oficiais? Ou como faz Heine, omitindo o verdadeiro nome só para não abrir mão do Dr? Não sou advogado, mas acho que nem precisa ser, para saber que documentos oficiais assinados desse jeito não devem ter validade. Isso no tempo em que o seo José Pires de Andrade foi diretor da Câmara jamais aconteceria. Aliás, se Zé Pires vivo fosse, mesmo aposentado, estaria com uma angústia profunda só de saber o que anda acontecendo na casa que ele tão bem administrou durante décadas. Como o seu José Pires e sua esposa Dona Lídia (que cuidava das finanças) estão fazendo falta ao Poder Legislativo Municipal!

O garoto prppaganda errado

O carequinha dos institucionais da "Administração Cidadã" está de volta com a campanha "Leve gentileza para o trânsito". Acho ele bem melhor tomando suco de beterraba. Essa do trânsito ficaria mais legal com um certo secretário municipal pedindo que os motoristas sejam gentis.

20 de junho de 2009

O pau comeu de fato no RU

"Oi, Messias. De fato, não foi uma bravata. Estava sem tempo e não escrevi o que ocorreu. Sei do acontecido pela versão de um colega estudante, do DCE.
Os estudantes da Universidade Estadual de Maringa foram ao restaurante onde os deputados almoçavam bem do jeito populista: no bandejão. Fizeram uma manifestação. Reivindicaram a casa do estudante, promessa do século passado. "DR" Ricardo Barros não gostou. Soube que um estudante abriu uma faixa com os dizeres: Maringa fede a barros. Foi pego pelo "colarinho" pelo deputado RB. Já saindo do restaurante, o grupo GLBT solicitou a assinatura do deputado para um documento. O deputado não assinou. Uma garota do movimento ficou muito puta da vida, com razão. Taí, parabéns aos estudantes.
Nós, professores, ficamos quietos. nem sei se o sindicato ainda funciona. Estamos quietos. Estamos vazios. A gente só está pensando no Lattes, o currículo oficial. Política? Só a oficial. Afinal, temos muitos candidatos à próxima eleição. Temos também muitos cargos comissionados. Somos todos comprados. Dinheiro pouco. É uma pena. Nossos atos comprados nem são secretos como os do sarney. Nem ganhamos R$12 mil reais como o mordomo da Roseana. É isso. Brasília fede e a gente cheira".
. Do blog da professora Marta Bellini

Crescimento industrial


"Os bombeiros de Maringá, na região noroeste do Estado, agora podem multar motoristas no trânsito. Desde a última segunda-feira, 35 integrantes da corporação ganharam esta nova atribuição de serem também agentes de trânsito. O pedido partiu do próprio Corpo de Bombeiros".
Parana Online

PS: Nossa fabrica de multas esta em franca expansao

Andou perto para a Iinfraero assumir e nosso aeroporto decolar

“A SBMG possui 99,9988% do capital social. A origem desse aporte financeiro é o orçamento municipal. (…) Vê-se pois, que a SBMG, embora sob a roupagem jurídica de uma sociedade de economia mista, é verdadeiramente uma empresa pública municipal. Foi criada, vem sendo ampliada e é integralmente custeada pelo município, que tem seu completo controle e gestão”.
- Trecho da sentença do Juiz Federal, Dr. José Carlos Fabri, na ação civíl pública de autoria do Ministério Público Federal contra a Terminais Aéreos de Maringá (SBMG), lida na sessão da última quinta-feira da Câmara de Vereadores, pela vereadora Marly Martin".
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: Maringa precisa saber o seguinte: quando o novo aeroporto ficou pronto estava em andamento um processo para a sua internacionalizaçao, via Infraero, que assumiria a administraçao do mesmo. A operacionalizaçao do aeroporto e sua adequaçao para o alfandegamento seria feito tudo a custo zero para o municipio. Ainda por cima, a Infraero devolveria a Prefeitura mais de 30 alqueires da area total desapropriada para a construçao do aeroporto. Com este terreno, o municipio faria o que melhor lhe aproviesse. O processo todo foi iniciado na segunda gestao Said. E sabem quem abordou tudo? O prefeito que veio depois, Jairo Gianoto. E sabem sob inspiraçao e orientaçao de quem o Jairo sentou em cima do processo? De quem? De quem? Um doce de puba para quem adivinhar.

Senador fala do HU em seu blog

"Esse hospital foi uma das obras do meu governo no campus da Universidade Estadual de Maringá. Dezoito anos após o término do meu governo e o Hospital é o mesmo. Nenhuma ampliação foi realizada e o caos é a consequência. Lembro que nosso governo construi também na UEM , o hemocentro ,blocos didáticos, biblioteca , centro esportivo, pavimentou todo o campus ,etc. A criação do curso de medicina e a gratuidade do ensino também não podemos esquecer".
. Alvaro Dias

Diploma de jornalistra. Mudemos o foco da discussao

Continuo com problemas de acento no meu PC, mas vamos la, postar algumas coisinhas assim mesmo. Onde existe acento e nao tem, considerem a palavra acentuada.

Sobre a polemica do diploma de jornalista, que deixou de ser obrigatorio, fico com a opiniao do Moreti, expressada no blog do Rigon.Participamos juntos da luta sindical e convivemos com jornalistas diplomados e nao diplomados. Eu nao fiz Comunicaçao Social, nem faria porque acho que teria pouco a aprender. Mas defendo que o jornalista deva ter uma formaçao academica, embora existam alguns profissionais que mal fizeram o ensino basico, mas sao autodidatas que honram a categoria, como e o caso do proprio Moretti.
Concordo em genero, numero e grau com os que acham que mais importante do que defender a manutençao do diploma especifico e defender bandeiras que nos sao caras, como o jornalismo investigativo, a postura etica de quem exerce essa nobre profissao, e mais do que isso, o compromisso social que deve ter todo aquele que ganha a vida levando informaçoes e eventualmente, formaçao.
E natural que os jornalistas com formaçao especifica em Comunicaçao Social reajam ao fim do diploma como estao reagindo. Tambem estou, como o Moreti, sem definiçao precisa da minha posiçao a respeito do diploma. Entretanto, insisto na necessidade da formaçao academica para o jornalista, que precisa se instrumentalizar para melhor compreender a realidade que o cerca. Toda regra tem excessao e nos cursos de Comunicaçao Social existem os alunos aplicados que saem da faculdade preparados para o exercicio profissional, com bom nivel cultural, com boa formaçao etica e qualificaçao tecnica. Mas infelizmente e excessao,nao regra. Vai dai, que os cursos precisam mudar seu direcionamento, para que o jornalista que a sociedade precisa deixe de ser excessao a regra.
Uma coisa que os cursos de Comunicaçao Social/habilitaçao em jornalismo precisam fazer urgentemente, ate como forma de justificar sua existencia, e preparar os alunos para o jornalismo investigativo, instrumentalizando-os com noçoes minimas de logica formal. O jornalista pode ter bom carater, mas deixa de ser etico se nao estiver preparado para cumprir seu papel de repassador de informaçoes. E o que se nota hoje e a deficiencia de leitura dos profissionais que chegam ao mercado. Numa palestra que veio proferir em Maringa quando eu estava na presidencia da Seccional do Sindicato do Norte do Parana, Carlos Heitor Cony observou com muita propriedade:"Nao da pra conceber um jornalista que nao le. Um jornalista que nao tenha lido nada sobre Sao Thomaz de Aquino, que nao conheça Guimaraes Rosa, que ignore Machado de Assis,que nunca tenha passado os olhos em Gramsci, que nao saiba quem foi Dom Helder e nunca tenha tido contado com Os Luziadas".
Claro, Cony exige demais, mas para nenhuma outra profissao e tao profundamente verdadeira a maxima do "quem nao le, mal fala, mal ouve e mal ve".

19 de junho de 2009

Assim mesmo, sem acentos

Deu a louca no meu PC. Analfabeto informatico que so eu, nao consegui ainda corrigir o erro. Estou sem agudo, sem crase, sem chapeu, sem tio, sem pai e nem mae.Estou apertando o cinto, porque os acentos sumiram.

Sera que foi so bravata?

"Deputados na Universidade Estadual de Maringá. O mais destacado, Ricardo Barros, tratou do dinheiro que "esforça-se" para trazer à Universidade. Ou melhor, para o hospital universitário. Esforça-se para trazer dinheiro de nossos impostos. Falou da "parceria" com a Universidade. Isto é: o troca-troca. Quer trazer "mobilidade para a cidade. Isto significa trazer uma avenida estraçalhando a Universidade. Só ele mesmo para pensar uma mobilidade - para os carros - estraçalhando a já pequena área da UEM. Alguém já pensou em cortar a USP para dar mais vazão ao louco trânsito de São Paulo. Ou a Unicamp? Só na Má-ringa! Só nas cabeças da zelite local que odeia a Universidade. Como odeia o Sr Ricardo Barros a nossa universidade. Argh!
***************
Soube que estudantes tentaram fazer uma bravata com o deputado".
. Blog da marta Bellini

Sera que foi so bravata? Pelo que se informou hoje no campus, o pau comeu na casa de noca. Li ha pouco no blog Noticias da Prinvincia que quase sai porrada mesmo. So faltou o Massaranduba.

Vereadores preocupados com a imagem da Camara

"Está pegando mal o grande número de projetos de lei para criar novos nomes de rua em Curitiba. Tanto é que os vereadores estão se mexendo para mudar essa imagem".

Ah,alguem chegou a pensar que isto seria aqui em Maringa.

É bom a gente ter do que se lembrar, né Edson?


"Esta também é para dar saudade.
Foto, de 1981, mostra a extinta estação ferroviária de Maringá –onde é hoje o Novo Centro, perto da antiga rodoviária.
Moleque, ia com minha turma todo domingo pegar o trem pra ir até Arapongas, nadar na Rabitolândia. Era a maior farra.
Os jovens de hoje nunca andaram de trem de passageiros. É uma deliícia".
. Blog do Eson Lima

PS: Pois é, a estação ferroviária fazia parte do patrimônio histórico de Maringá. Eu também tenho boas lembranças dela, pois foi alí que desembarquei menino, no início dos anos 60, vindo da Bahia. Poderia ter sido tombada, mas um certo predador do passado que conhecemos bem, colocou tudo na chon, quando era prefeito. Querem fazer o mesmo com a rodoviária. Estaria no DNA o desrespeito com o patrimônio histórico da cidade? Venha para esta luta você também, meu caro Edson, vamos ajudar a salvar a rodoviária velha, também de grandes recordações para todos os maringaenses da nossa geração. O prédio da foto, infelizmente, já era.

Refrescando tua memória

E a propósito do título de cidadão benemérito que o vereador Flávio Vicente quer dar ao empresário Edmar Arruda, o Rigon postou em 23 de abril desse ano a seguinte nota:

"Sabe as arquibancadas do ginásio de esportes do Parque do Japão, que têm inclinação de 60 graus e oferecem quase nenhum espaço para assistir confortavelmente alguma competição no local? O vereador Flávio Vicente (PSDB), que vinha se destacando pela sobriedade nas votações, decidiu tomar uma providência.
Ele está propondo um projeto concedendo título de cidadania benemérita ao empreiteiro que fez a obra".

O risco de perder pra si mesma


"No último final de semana estive em Recife, Pernambuco e agora estou em Belém do Pará. Surpreendente a audiência da TV Senado, pelo menos entre as pessoas mais próximas da política - vereadores, prefeitos, militantes dos diversos partidos, ocupantes de cargos públicos ou não. Pergunta que mais respondi, talvez por ser do Sul: quais as possibilidades da oposição chegar à Presidência em 2010. Respondi sempre com sinceridade. A última pesquisa animou-me muito. A candidata Dilma, do PT, tem enorme rejeição. Com 17% de intenções de voto, tem 34% de rejeição, o dobro portanto. E o que é mais grave: 34% dos 72% que a conhecem, rejeitam. Surpreende-me a ausência de análise científica a respeito, na imprensa. As chances da oposição são reais. Só espero que não perca para si mesma".

. Do blog do senador Álvaro Dias

PS: E por falar em Álvaro, ele pode acabar beneficiado por um vídeo que detona o prefeito Beto Richa e que seria objeto de matéria no Fantástico. Corre à boca pequena p provável estouro de um escândalo de respeitáveis proporções, que inviabilizaria a candidatura do prefeito de Curitiba a governador. Isso acontecendo,o senador Álvaro Dias seria o candidato tucano, com chances reais de ser o próximo governador. Esse quadro abortaria o sonho da alta cúpula do PT em ter Osmar Dias na coligação costurada pelo presidente Lula, para garantir um bom palanque no Paraná para Dilma Roussef. Ou será que alguém imagina que sendo Álvaro candidato Osmar bateria de frente com o irmão? Claro que não, ele iria preferir renovar por 8 anos o seu mandato no Senado da República. E aí, sem Beto e sem Osmar na parada, ficam no pário, para uma disputa direta, Álvaro e Pessuti.
Aí fico me perguntando: Álvaro não se sentaria na mesma mesa que Ricardo, e o chefe da Setran, Walter Guierles, é Silvio desde a juventude, mas Álvaro desde criancinha.
Que saia justa, ehim?

É do balacobaco

19.06.09
. Acredite se quiser: o vereador Zebrão está propondo folga para o servidor público municipal no dia do seu aniversário. É ou não é do balacobaco?

. O Flávio Vicente quer dar título de cidadão benemérito ao empresário, ex-vereador e candidato a prefeito em 2004, Edmar Arruda.Se o Vicente se detiver mais no assunto e fizer uma pesquisa, verá que tem uma fila enorme de gente na cidade, mais merecedora da benemerência do que o Edmar, contra quem nada tenho. Mas faça-me o favor: chega de banalizar tanto a honraria outorgada pela Câmara Municipal, que um dia já teve valor, mesmo quando Pelé, agraciado com o título de cidadania honorária, ignorou a homenagem.

18 de junho de 2009

Bom, muito bom. Porém... sempre tem um porém

O Rigon comenta nota do Milton Ravagnani no O Diário de hoje sobre o alfandegamento do Aeroporto Regional de Maringá. A transformação do "Silvio Name Jr" em Aeroporto Internacional de Cargas é um velho sonho, acalentado por várias administrações municipais, desde Said, que foi na verdade quem iniciou tudo. Mas há nessa conquista um porém que dá o que pensar, segundo Milton:"Todo esse esforço se deu para que uma grande empresa pudesse importar componentes eletrônicos diretamente de Miami para cá. A empresa beneficiada em sua logística vem a ser uma das operadas pela empresa do superintendente do aeroporto [Marcos Valêncio] no desembaraço de cargas, quando ele ainda não ocupava o cargo atual. Nenhum óbice legal, é preciso deixar isso bem claro. Mas do ponto de vista político, desconfortável. Passa a impressão de que a atividade pública está a serviço exclusivo de interesses particulares, o que, convenhamos, não é nada bom".

PS: Claro, o marketing da administração municipal e a cobertura da mídia tradicional se limitará aos aspectos positivos do alfandegamento, que reconheçamos, são muitos. Este senão ético a que se refere o editor-chefe do O Diário em sua coluna, passará ao largo. Como passará ao largo também, o verdadeiro histórico do processo de internacionalização, que começou lá atrás e, justiça seja feita, teve grande avanço na administração do PT. Voltando mais atrás ainda, não se pode deixar de reconhecer que o novo aeroporto existe hoje graças à visão de futuro que teve na época o prefeito Said Ferreira. Said desapropriou a área, negociou com o Ministério da Aeronáutica e teve no então governador Álvaro Dias, o seu principal aliado nesta conquista importante. O novo aeroporto teria ficado pronto no início dos anos 90, caso o sucessor da primeira gestão Said, Ricardo Barros, não houvesse travado tudo, com ponderações descabidas que irritaram Álvaro. O governador teria então, interferido junto ao Ministério da Aeronáutica para que desse um tempo no projeto. Assim, o novo aeroporto só foi retomado em 1993 quando Said voltou para o seu segundo mandato e desta feita, buscou apôio no governador da época, Mário Pereira. Nessa brincadeira, houve um atraso de mais de 10 anos na conclusão da obra. Vendo por este ângulo, conclui-se que o alfandegamento também está chegando tarde, pois já teria acontecido logo depois de instalada aqui a EAD , leia-se Porto Seco.

Apertem o cinto, o piloto morreu!


"Um Boeing 777 da Continental Airlines pousou em segurança nesta quinta-feira (18) depois que o piloto morreu em pleno voo, segundo fontes do Aeroporto de Newark, no estado norte-americano de Nova Jersey".
. Pincei a informação do blog do senador Álvaro Dias

De quem é a foto que ela beija?



"Conhece? É a funkeira Valeska Popozuda, numa das poses para a "Playboy" especial que chega às bancas sexta agora. E no retrato que ela beija... é ele mesmo, Luiz Inácio Lula da Silva, na foto oficial da presidência.
Com todo o respeito: apoio mais explícito ao terceiro mandato é impossível..."

. Do blog do Ancelmo Góis

PAC,PAC,PAC... mangalô três vezes

Informa o Rigon que:"mais um grupo de maringaenses define agora à tarde a contratação de advogado para ingressar com ação contra a administração cidadã do prefeito Silvio Barros II. Motivo: a construção de casas para agregados do Conjunto Santa Felicidade, com recursos do PAC de Dilma Roussef, em áreas originalmente destinadas à construção de equipamentos comunitários".

Impressionante a capacidade dessa administração de gerar polêmica, confusão e ação judicial. Tudo o que faz é afrontando a lei. Vide pilha de processos já tramitando na justiça, com algumas condenações de primeira instância. Fora os procedimentos abertos e ainda em fase de investigação na Promotoria de Defesa do Patrimônio Publico. Cruzes!!

Chá brochante

A aprovação pelo Senado da PEC dos vereadores, que elevaria o número de cadeiras em Maringá para 21, está deixando suplentes cheios de esperanças. Alguns até fazem planos, sonham com seus gabinetes, com seus nomes no painel de votação, com suas caras nos jornais e na tv. Enfim, sonham com os salários, com o status de "otoridade". Mas acautelem-se, senhores, que a coisa não é bem assim. Olhem só esta receita de chá brochante que o Josias de Souza publica em seu blog:

"Depois, os suplentes de vereador ficarão pendurados no STF. Caberá ao tribunal decidir se a recriação das cadeiras que extinguira vale imediatamente ou só para a próxima eleição".

Dores de cabeça por ações eticamente irresponsáveis

18.06.09
A quem cabe a culpa pelo problema do lixo que está chegando ao limite na cidade? A Prefeitura coleta mas não tem mais aonde colocar as 300 toneladas diárias que recolhe nas ruas. Este é um velho dilema, vem de várias administrações. O Governo Popular (Zé Cláudio/João Ivo) fechou o lixão mas não conseguiu viabilizar o novo aterro, "barrado no baile" pelo IAP do Paulino Mexia, que mesmo tendo lá suas responsabilidades, foge da imprensa como o diabo foge da cruz toda vez que é instado a dar sua posição.
Lá atrás, o prefeito Said Ferreira tentou uma solução, que ao seu ver seria definitiva, com a usina de reciclagem,mas a usina foi abandonada pelo sucessor Ricardo Barros, que também não se empenhou para encontrar outra saída.
Mas de todas as saídas tentadas, a do Biopuster até que poderia ter se viabilizado, não fosse a compulsão da "administração cidadã" pela ilegalidade. Advertida foi, tanto pelo Ministério Público quanto pela justiça. Como pode o Poder Público firmar contratos milionários sem licitação, como o que fez com a Transresíduo, passando por cima da lei das concessões públicas? Aquele contrato no valor de U$ 1 milhão ao câmbio da época, chegou a ser aceito pelo Ministério Público ante o argumento de tratar-se de uma emergência.Mas depois, o MP caiu em si.Até o Tribunal de Contas não engoliu a história da emergência, para a solução de um problema de 30 anos.
O contrato , claro, foi declarado ilegal, e isso ainda poderá trazer consequências para o gestor, que deve se imaginar blindado contra problemas jurídicos.
Com o Biopuster novamente incorreram em ilegalidade, firmando um contrato de experiência que acabou questionado pelo Ministério Público. Na verdade, quiseram fazer laboratório em Maringá. Tanto que o tratamento pelo processo biopuster foi oferecido a vários municípios da região da Amusep, mas alguns prefeitos (gestão anterior) se assustaram com o custo do tratamento por tonelada de lixo coletado.
Agora, a situação se complica ainda mais, simplesmente porque a ilegalidade do contrato com a Transresíduo e agora com o sistema Biopuster, atrasou ainda mais a solução definitiva.
A administração municipal precisa se virar nos 30 para resolver este grave, gravíssimo problema urbano. A Câmara, que só sabe dizer amém, precisa assumir o seu papel e entrar nesta parada com a responsabilidade que a maioria dos atuais vereadores ainda não teve. E Observatório Social, e a SER? Aonde eles estarão quando o prefeito não tiver mais onde depositar o lixo que os caminhões coletam nas ruas da cidade? Será que o Costa Paulo vai se manifestar sobre este festival de irregularidades que pode terminar nesta tragédia urbana da interrupção da coleta? Ou será que vai engrossar o coro dos descontentes com a justiça e com os promotores do meio-ambiente e de defesa do patrimônio público?
Hare Baba!!!

17 de junho de 2009

Foi mal


O vereador Jair Brugnago, de União da Vitória, denunciuou na radio CBN que o MEC distribui livro pornografico. O livro e este ai e traz um texto do cur5itibano Dalton Trevisan. Ante o argumento de que Dalton e literatura, o nobre edil se pos a ler o texto a que se referia:
“Agora sua vadia, chupa o meu c…”, e, na seqüência: “vem aqui e agora chupa com força a minha b…”, e ainda: “enfia a língua no meu c…”

PS: Sem duvida que Dalton Trevisan, do time dos grandes escritores brasileiros da atualidade, e sinonimo de literatura. Mas o texto a que se refere o vereador nao e pra livro didatico.

Fonte: blog do Fabio Campana

16 de junho de 2009

Lular quer Osmar, custe o que custar

O presidente Lula está obsecado: quer Osmar no Palácio das Araucárias. Para isso, pensa até em convencer o governador Requião a embarcar nessa. Informa Fábio Campana que Lula vem a Londrina dia 22 e aqui se encontrará a sós com o governador para costurar essa aliança. "Lula marcou encontro com Requião e disse sobre o que pretende conversar. Quer Requião apoiando Osmar Dias para governador, junto com o PMDB, PT, PP, PDT, PMDB e PR".
Pelo que se informa no Centro Civico, Requião disse que vai conversar com Lula, mas apoiar Osmar Dias está fora de cogitações.
Esse tipo de especulação deixa o diretório do PMDB em estado de alerta, porque os deputados do partido (federais e estaduais) não abrem mão da candidatura própria, por razões pra lá de óbvias. Enquanto isso, o time do Pessutão aperta o passo, para tornar irreversível a candidatura do vice governador.
Fico me perguntando: como será que os petistas da base, que ainda sonham com o socialismo, se sentiriam tendo que vestir a camisa do senador Osmar, representante de peso do agrobusiness? Já imaginou o Florisvaldo decidindo estratégias de campanha com o Ágide Menegueti?

Que não culpem a rodoviária velha

A leitora do blog do Lauro Larbosa, Ana Maria Cardoso, escreve:
"Não é possível a falta de sensibilidade das autoridades com o problema da insegurança na Praça Raposo Tavares. Eu pego o ônibus todo dia naquele local e fico horrorizada com o tanto de malandros, maconheiros e mulheres desocupadas que ficam o tempo todo amolando as pessoas, perturbando o sossêgo e trazendo muita insegurança para todos nós. Até quando isso vai continuar? É bem no centro da cidade que isto está acontecendo! Pelo amor de Deus gente, faça alguma coisa!".

PS: Já vi muita gente, inclusive comunicadores, atribuir a falta de segurança naquele local à rodoviária velha. O problema não é nem a rodoviária, nem a rua Joubert Carvalho e muito menos a praça Raposo Tavares. Qualquer espaço público que fica abandonado, é campo fértil para a delinquência. Enquanto a administração municipal aponta seu foco para o marketing e para obras de alcance social questionável (caso, por exemplo , do Parque do Japão e da revitalização de parte da zona sul, com a exclusão do conjunto Santa Felicidade), áreas vitais como o coração da cidade ficam abandonadas. Por que não restaurar a velha estação rodoviária e transformá-la num grande espaço cultural? Por que não revitalizar a Praça Raposo Tavares e melhorar a fachada do Cineteatro Plazza? Por que não investir na parte central da Avenida Brasil, transformando-a em um shopping a céu aberto?
Ora direis, revitalizar só tem sentido pra essa gente, se a revitalização der um gás na especulação imobiliária.

Serra se arma contra Ciro

Ciro Gomes, estimulado pelo presidente Lula, prepara-se para desembarcar em São Paulo com o objetivo de disputar o governo estadual. Serra está apavorado e coloca a mídia amiga em cima do paulista-cearense . Ciro foi governador do Ceará e por isso está sendo chamado de "estrangeiro" pelos serristas, que fazem de conta não saber que o deputado é paulista de Pindamonhangaba. Motivos do ódio de Serra por Ciro: uma vez Ciro Gomes disse claramente que "Serra não tem escrúpulos e se for preciso, passa por cima da mãe com um trator".
Ciro conta que, por ódio, Zé Pedágio entrou na Justiça para bloquear a conta salário dele, Ciro.Imagine como o Serra tem medo do Ciro, num mano-a-mano, na disputa por São Paulo.

Numa sabatina na Folha (**), Ciro disse, uma vez: Serra não tem escrúpulos. Se for preciso, passa por cima da mãe com um trator.

Paulo Henrique Amorim

Justiça seja feita...


O presidente Lula foi aplaudido seis vezes e ovacionado de pé ao final da sua fala ontem no Conselho de Direitos Humanos da ONU. Motivo: o discurso sobre o processo de imigração nesses tempos de crise de emprego: “Eu tenho notado que em algumas campanhas políticas o maior instrumento da direita é dizer que vai diminuir a imigração para garantir o emprego no seu país. Não podemos permitir que a direita em cada país utilize o imigrante como se ele fosse um mal da nação ocupando o lugar de uma pessoa do próprio país. Nós não podemos permitir que essa visão ideológica tenha lugar no mundo do trabalho".
O presidente do Brasil voltou a ser aplaudido na plenária da OIT quando prosseguiu nas críticas ao neoliberalismo:"Primeiro teve o Consenso de Washington e depois o neoliberalismo, que disse que o Estado tinha de ser o mínimo possível, porque o mercado resolvia qualquer problema. Mas no meio da crise, a quem é que os bancos americanos, os bancos alemães recorreram? Ao Estado. Porque somente o Estado tinha garantia e credibilidade de fazer aquilo que o mercado não conseguia fazer".

PS: É importante registrar esse fato porque qualquer paulada no neoliberalismo, na tese babaca do estado mínimo e na xenofobia, é válida. Ainda mais agora que o tucanato se assanha para voltar ao poder e acabar o que FHC começou: o processo de privatização de tudo que é dever do Estado administrar.A Petrobrás é o alvo principal.

A justiça tarda, mas costuma faiá...

A questão dos terrenos do Novo Centro foi um escândalo na época, porém encoberto pelo silêncio sepulcral da mídia. Depois de 15 anos, parece que o caso deve ser julgado em primeira instância. O prefeito Ricardo Barros (1989-1992)teria promovido uma verdadeira ação entre amigos com os terrenos do Novo Centro. Em 1994 foi denunciado pelo então prefeito Said Ferreira. E enfim, parece que o processo será sentenciado. Dependendo do resultado, talvez fosse o caso do Observatório Social organizar um coral para ir a Praça Renato Celidônio cantar Aleluia , de Handel.

Honestidade, a gente vê por aqui

"O deputado federal Ricardo Barros (PP) recorreu da sentença do juízo da 4ª Vara Cível que lhe condenou a devolver dinheiro no caso Aeroservice; em 1992, a dois meses do fim do mandato, ele era prefeito e pagou à empresa por serviços não realizados. A sentença é de outubro do ano passado e agora sobe ao Tribunal de Justiça, com efeito suspensivo.
O processo foi movido pelo município (gestão Said Ferreira) e Serviço Autárquico de Obras e Pavimentação contra Ricardo Barros, Ademar Schiavone, Julio Cesar Coelho Pallone, Luiz Turchiari Junior e Aeroservice Consultoria e Engenharia de Projetos. A justiça declarou ilegal e nulo o contrato feito entre a administração municipal e a empresa e condenou a todos, solidariamente, a recolher aos cofres públicos a importância de Cr$ 465.788.130,00, mais juros e correção monetária".

. Do blog do Rigon

14 de junho de 2009

Amanheci assim

Amanheci lendo Gandhi e, para relembrar meus tempos de namoro com dona Fátima, ouvindo Johny River

Aprendendo com Gandhi



“Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida.

A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora.

Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.

Daria a capacidade de escolher novos rumos, novos caminhos.

Deixaria, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável.

Além do pão, o trabalho.

Além do trabalho, a ação.

Além da ação o cultivo à amizade.

E, quando tudo mais faltasse, deixaria um segredo:

O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída”.

Gandhi

Humberto Boaventura disse:

A propósito do nome de Marina Silva para presidente:

" Isso tudo é conversa para tirar o foco da candidatura da Dilma ou atrapalha-lá. O duro é que uma parte da esquerda embarca nesse papo furado. A candidatura que mete medo nos tucanos é Dilma Russef o resto é conversa fiada".

PS: é conversa fiada não Boaventura, tem muita gente da esquerda entusiasmada com esta possdibilidade. Tirar o foco da candidatura Dilma?Impossível. Os holofotes não sairão de cima dela tão cedo.A menos que o presidente Lula queira. E pode estar certo, ele não quer.

Meio ambiente, a gente vê por aquí!


"Mais de dez árvores foram cortadas do canteiro central da avenida Monlevade, na semana passada, logo após o fim da Semana do Meio Ambiente. É mais uma contribuição da administração cidadã para uma melhoria na qualidade de vida do maringaense".
. Doi blog do Angelo Rigon

PS: Vendo isso, pensei: será que se a candidata do PT fosse a senadora Marina Silva, os manos Ricardo-Silvio estariam na campanha, como deverão estar na de Dilma?
Bem entendido, estarão ao lado da candidata do presidente Lula se lá na frente perceberem que ela é imbatível. Senão...

12 de junho de 2009

Marina para presidente



Está crescendo no país o movimento pela candidatura da senadora Marina Silva a presidente da república. Este é o nome que os ambientalistas apoiam sem restrição. E mais: iriam às ruas pedir votos, porque: "identificamos em Marina uma forte liderança política e ambientalista com capacidade para assumir a Presidência da República.
Apostamos na candidatura dessa mulher, brasileira e planetária, com potencial político e pedagógico para expressar a emergente – e emergencial – transição para a Democracia com Sustentabilidade. Marina tem força para concretizar as mudanças e transformações fundamentais que poucas lideranças políticas, hoje, teriam a capacidade de acessar para tornar realidade.”

PS: confesso que eu não tinha pensado em Marina, mas fico entusiasmado com esta possibilidade.Acho que o Brasil merece esta mulher na presidência.

Tucanagem


"O PSDB não quer CPI nenhuma, principalmente a da maior empresa do País. Querem isso que está acontecendo: diversão, televisão, nenhuma convicção. "Tomam" a presidência da CPI das "ongs", fingem que querem atingir a Petrobras. Devolvem o comando da CPI das ONGs, o importante é atrasar as duas. Este é o PSDB de FHC e Serra".
. Do velho e combativo Hélio Fernandes (Tribuna da Imprensa)

Esperem só pra ver!

Tem um site chamado FBI(Festival de Besteiras da Imprensa) em que seu autor Augusto da Fonseca, adverte: "Precisamos nos preparar para a cobertura jornalística a ser feita daqui até as eleições". A propósito, lembra do famoso "ônibus do Bial" em 2006. Era uma caravana que saiu pelo país mostrando os problemas do Brasil no Jornal Nacional.
Lembrando 2006, o blogueiro diz que naquela alegre caravana, o Bial fez uma matéria sobre o Porto de Paranaguá, para mostrar a ineficiência da gestão estatal:"A "tese" vinha antes da reportagem.
O (ex) repórter Pedro Bial mostrou uma longa fila de caminhões no porto! Pronto: prova da ineficiência! Detalhe: a fila era de um terminal privado!! Requião partiu pra cima, e a Globo teve que pedir desculpas. Pode um troço desses? Claro que pode. Esperem em 2010 e veremos muito mais".

A

Ciro apavora tucanos



Ciro Gomes está avaliando sugestão do presidente Lula, de sair candidato a governador em São Paulo. Pesquisas mostram que o deputado cearense tem chances e bom de bico como é, Ciro pode desandar a maionese de José Serra no maior colégio eleitoral do país. Esta seria uma verdadeira jogada de mestre do "sapo barbudo", que insiste que não quer a reeleição, mas moverá céus e terras para emplacar Dilma. Em nome desse projeto, Lula articula também o chapão com Osmar Dias no Paraná. Os verdadeiros petistas, aqueles que ainda alimentam o sonho socialista, como o Zezinho (ex-vice prefeito de Sarnadi), vão corar de vergonha se o propjeto Osmar vingar realmente.

Não se atreva a botar os pés em São Paulo, Ciro!

Do Millôr Fernandes

"Erramos:
Onde se lê "Ele não tem vergonha na cara", leia-se "Ele não tem vergonha em nenhuma parte do corpo"
. Pincei do blog da Marta Bellini

A cidade já poderia estar livre dessa

A Avenida 19 de dezembro está intertidata na passagem de nível. Mais dia, menos dia, isso teria que acontecer, para a execução das obras de rebaixamento da linha e construção do viaduto. Mas se a obra do Novo Centro estivesse dentro do cronograma traçado na assinatura do contrato com a CR Almeida em 2004, o viaduto
alí estaria pronto há quase dois anos.
O problema é que o congestionamento hoje é pior, bem pior, do que teria sido no final de 2007 , quando o número de carros na cidade era infinitamente menor. O fato é que o trânsito em Maringá está um caos e com a interdição da 19 tudo piora. E olha que o discurso da mobilidade urbana deu o tom das duas últimas campanhas de prefeito de Maringá. Mas nada foi feito para melhorar a situação, que fica insustentável nos horários de pico.

Haja sentença!


Atualmente são 150 congressistas com pendência na mais alta corte do país. Significa que quase 1/4 dos parlamentares brasileiros estão na mira do Poder Judiciário. Na lista publicada no blog do Eduardo Ferreira há um parlamentar maringaense. Adivinhem quem é? Um doce de puba pra quem acertar.
Querem conferir a tal lista? Clique em cima do Blog do Eduardo, bem aquí ao lado.

Vem aí Tropa de Elite 2

O ator Wagner Moura confirma em entrevista a Caros Amigos que vai ser lançado logo o Tropa de Elite 2, já em produção. O novo filme abordará os grupos criminosos abrigados na própria polícia. São as chamadas "milícias", que vem aterrorizando as favelas do Rio de Janeiro.

A noiva do momento


Saiu no Paraná Online:

"Enquanto os tucanos articulam para convencer o senador Osmar Dias (PDT) a concorrer ao Senado, novamente, nas eleições do próximo ano, os petistas intensificam os contatos com o pedetista para transformá-lo no candidato ao governo de uma composição que dê sustentação ao palanque da pré-candidatura à presidência da República da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, no Paraná.

Na última terça-feira, Osmar foi o convidado especial de um encontro coordenado pelo chefe de gabinete do presidente Lula, o paranaense Gilberto Carvalho, que apresentou ao pedetista o ponto de vista do presidente Lula (PT) sobre a eleição no Paraná.

Carvalho foi claro ao transmitir a Osmar que Lula não imagina outra composição no Paraná que não seja uma em que estejam todos os partidos da base de apoio do seu governo, ou seja, um chapão reunindo PDT, PMDB, PP, PTB, PR e as demais siglas que o apoiam".


PS: Como se viu aí, Osmar Dias é a noiva do momento. Ele quer ser candidato a governador e o PSDB luta para vê-lo com mais 8 anos de mandato no Senado. Isso facilitaria o caminho de Beto Richa (ou Alvaro?). O quadro é favorável a Álvaro, porque se o candidato tucano for o prefeito de Curitiba não há dúvida que este chapão se viabilizará. Se for Álvaro, Osmar acabará indo para o Senado mesmo, dentro daquela lógica familiar de não haver confronto Caim x Abel.

11 de junho de 2009

Do Greenpeace

"Na quarta-feira, dia 02/06, o senado brasileiro aprovou a MP 458. Esta medida presenteia todos aqueles que fizeram grilagem na Amazônia com a regularização de terras ocupadas ilegalmente.

A decisão de vetar a MP 458 está nas mãos do Presidente Lula. Se ela for aprovada, 67 milhões de hectares de terras públicas da Amazônia serão privatizados. Um patrimônio estimado em 70 bilhões de reais irá parar nas mãos dos grileiros.

Precisamos verberar nossa voz. Só temos até dia 25/06! O Gabinete de Lula está recebendo milhares de ligações pedindo para que a MP 458 não seja aprovada. Faça sua parte, ligue e espalhe os números e o e-mail do presidente Lula para seus amigos. Peça para que eles digam NÃO A MP 458.

Telefone do Gabinete do Lula:

(61) 3411.1200 ou (61) 3411.1201"

O parlamento na berlinda

"O legislativo brasileiro está falido. Essa degradação, provocada por maus parlamentares, que jogam na lama a instituição, é um desastre para a democracia"
. Said Ferreira (ex-prefeito de Maringá)

Rinvidicações irritam o presidenciável

Professores e funcionários da Universidade de São Paulo (USP) reivindicavam melhores salários e resistiam ao princípio da demissão sumária na instituição . Além disso, protestavam contra a degradação do ensino, com cursos à distância, privatizsados. Bastou para que o governador se irritasse e mandesse e PM baixar o pau nos manifestantes. Já imaginou José Serra presidente da república? Cruzes!

Se o PMDB tiver juízo, segurem o Pessutão



A bancada do PMDB na Assembléia Legislativa decidiu mobilizar os diretórios municipais do partido no Estado inteiro para alavancar a candidatura Pessuti. Não dá pra subestimar a força do PMDB e nem da máquina no processo eleitoral. Se houver coesão, inclusive com empenho do governador Requião, o vice pode crescer e dar trabalho em 2010. Que não subestimem o Pessutão, que pode não ter grande penetração na Região Metropolitana de Curitiba, mas no interior tem muita força, principalmente junto a prefeitos e vereadores de vários partidos.

Uma cidade ecologicamente incorreta

Observa o pesquisador JC Cecílio :
" Maringá é uma anti-cidade, tudo que diz respeito a cidadania, meio ambiente, saúde, educação, identidade histórica e cultural - todas estas questões são deixadas de lado.
Tudo ao contrário do mundo civilizado e moderno.
Estes bosques seriam as "jóias da coroa" de qualquer cidade de bom senso no mundo atual".

PS: Pois é, o desrespeito tem só aumentado com a "administração cidadã", que além de tratar com total descaso nossas preciosas reservas nativas, faz o diabo para apagar da memória do maringaense seus monumentos históricos e o seu passado político. Parece que tudo que Maringá tem de bom foi construído pela família Barros, que administra o município pela quarta vez (Silvio I, Ricardo, Silvio II e Silvio II). Seria interessante que Silvio II e Ricardo lessem com bastante atenção o livro do Reginaldo Dias, para saber a importância que cada prefeito teve na construção de Maringá.

Também acho que o Roque dança

Esta nota saiu no blog Paçoca com Cebola, do Cláudio Osti:

"Por pouco tempo

Mário Roque (PMDB), ex-prefeito de Paranaguá, assumiu a vaga de Ribas Carli na Assembléia Legislativa.
Roque era o primeiro suplente do PSB, mas depois abandonou o partido. Agora, com absoluta certeza, o presidente do PSB do Paraná, o esquisitissimo Severino Araújo, entrará na Justiça Eleitoral para que o mandato seja dado a Wilson Quinteiro do PSB de Maringá".

Leitor escreve

A propósito da nota anterior sobre a saúde pública em Maringá, leitor envia o segunte comentário:

" Outro dia minha irmã foi ao posto de saúde da vila operaria (onde o atendimento por parte dos servidores é péssimo)e pediu para que vissem a pressão dela, sabe o que a recepcionista respondeu? AGORA NÃO PODE SER FEITO ISSO, A SALA ESTÁ SENDO LIMPA.Então minha irmã disse:Mas essa pressão não pode ser medida em outra sala? NÃO, SÓ NAQUELA SALA, VOLTA OUTRA HORA. Agora eu pergunto, da para aguentar isso? e o pior que ninguem fiscaliza, são pessoas desumanas, pessoas mal humoradas, mal amadas enfim, tudo de ruim ponto com".

10 de junho de 2009

A saúde, de mal a pior

O Elias Brandão escreve em seu blog sobre a decepção de uma freira conhecida sua com a saúde pública em Maringá:"A religiosa acompanhou um senhor até uma unidade de saúde próxima do lugar onde trabalha e lá, devido a demora no atendimento e descaso das atendentes com quem esperava para ser atendido, tanto no trato (atendimento) quanto no chamar a ambulância, colocou em seu carro particular o senhor e uma senhora que estava na Unidade contorcendo-se de dor, levando-os para o Hospital Municipal. Ao sair, informou às atendentes que denunciaria o descaso ao 156. A irmã estava decepcionadíssima com o atendimento na saúde, tanto na Unidade de Saúde, quanto no HM. Disse: "eles tratam as pessoas desumanamente. É pura falta de ética. Nem para medir a pressão tem pressa. Precisa ser denunciado".

PS: a saúde pública vai mesmo de mal a pior em Maringá. O descaso com que as pessoas são atendidas nas unidades de saúde e principalmente no Hospital Municipal é qualquer coisa. Mas tudo bem, estamos aí, "crescendo com cidadania".

Lances da sucessão

O candidato de José Serra ao governo do Paraná pode mesmo ser Álvaro, se ele avaliar que Beto Richa pode contribuir mais com a eleição de presidente estando na Prefeitura de Curitiba do que disputando o Palácio das Araucárias.Informa Ancelmo Góis que Serra está tentando convencer Osmar Dias a renovar seu mandato no Senado. Se fizer isso e Serra chegar ao Palácio do Planalto, Osmar ganha de presente o Ministério da Agricultura.

Esperemos sentados

Informa O Diário:"CMNP e prefeitura terão que recuperar o Horto". Não sei quanto a Melhoramentos, mas no que cabe à prefeitura,podemos esperar sentados. Se o Parque do Ingá que é a principal área de visitação do maringaense e de turistas da região está abandonado, imagine se vão se importar com o Horto? A propósito: será que o município continua recebendo aquela grana alta relativa ao ICMS Ecológico?

Com certeza este não é um segredo de polichinelo

O profeito Silvio Barros II continua buscando amparo na justiça para não divulgar a planilha de custos do trensporte coletivo urbno de Maringá. Por que tanto segredo? O que há de tão complicado nessa planilha que tentam esconder da população? Observatório Social e SER, cadê vocês?

O Jornal Nacional não é mais o mesmo

O redator que fez a cabeça da matéria sobre a queda do PIB não deve ter visto o vt que o Willian Bonner chamou com certo ar de entusiasmo ontem à noite. Disse o apresentador que a economia brasileiro encolheu, informando com muita ênfase que "o Brasil vive uma recessão técnica". Mas logo entrou a matéria que contrariava totalmente a cabeça. Era uma reportagem positiva, falava de crescimento, de reação da economia em vários setores, de retomada do emprego, etc e tal.
O redator do script que o Bonner leu deve ter levado uma baita de uma chamada. Ou teria sido o repórter que fez a matéria que contrariava o desejo da rede?

O fato é que o PIB caiu menos do que a mídia golpista esperava e a oposição desejava.Aos tucanos, resta afundar a Petrobrás, pra ver se este naufrágio evita o da candidatura Serra.
Hare baba, como Sérgio Mota faz falta ao PSDB!!!

O jeito moto-Serra de governar

O professor Mello (Blog do Mello) fala da invasão da USP pela PM de São Paulo:
"Para quem quer ver um replay da ditadura (ditabranda, para a Folha e serristas) eis aí a invasão da PM de Serra na USP, na tarde desta terça-feira. São imagens daquele passado de trevas e violência, mas que estão presentes no governo deste candidato que já defini aqui como o político mais perigoso do Brasil".

Roque no país do samba?

O PSB vai atrás da vaga que, pela Resolução 22.610 do TSE lhe pertence. Mário Roque tomou posse como deputado estadual na vaga de Carli Filho, mas não era mais primeiro suplente do Partido Socialista Brasileiro, uma vez que tinha ingressado no PMDB, tendo inclusive disputado as eleições de prefeito de Paranaguá em 2008. Se o instituto da fidelidade partidária existir realmente e estiver vigorando, não tem sentido Roque assumir o lugar do deputado que renunciou. A vaga, portanto, seria de Wilson Quinteiro.
Como pode no país do samba dar roque?

Um pé atrás com o "Capo di capi"

"O vereador Bravin desmentiu, na sessão de hoje, boatos de que estaria cotado para ser secretário de Assistência Social. "Fui eleito para ser vereador e só vou sair se for eleito deputado e para mandato integral. Para o suplente entrar no lugar não vai ser fácil, nem que eu morra, ainda assim vou trabalho". Arrancou risos. Este é o Bravin!"

. Do blog do Rigon

PS: todo mundo sabe que o vereador Bravin é a principal referência do assistencialismo em Maringá. Mas ninguém nega que é autêntico e não guarda segredo sobre as armações políticas que fazem pra cima dele. Quando a armação lhe favorece, Bravin vai em frente, capitaliza. Quando percebe que estão querendo puxar-lhe o tapete, ele arrepia, sem meias palavras. Essa dos irmãos Barros pretenderem fazer dele o secretário de assistencia social dá pra desconfiar. E Bravin desconfia. Desconfia que o Ricardo quer tirá-lo da disputa para a Assembléia Legislativa e transformá-lo num grande cabo eleitoral da deputada Cida e claro, dele Ricardo. Porque estando fora da disputa, Bravin não terá que ficar se preocupando em correr atrás de votos para si próprio, correrá sim para o "casal 20".
Se Ricardo for mesmo candidato ao Senado , o que eu ainda duvido, Bravin terá um papel de grande valia sendo secretário. Até porque, o assistencialismo que ele faz traz dividendos imediatos, posto que é favor lá e voto cá.
Pode até ser que o vereador venha a se quedar diante dos "argumentos" do "capo di capi", mas a julgar pelo desabafo que fez ontem na sessão da Camara, acho muito difícil. O "Negão Sorriso" vai ter que adiar seu sonho de enfiar o pé na lata dentro do plenário do Legislativo Municipal.

9 de junho de 2009

A ânsia tucana de acabar com a Petrobrás vem de longe

“O ministro das Comunicações, Sérgio Motta, disse ontem que a Petrobras é “um dos últimos esqueletos da República” e que o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), David Zylbersztajn, terá de desmontá-la “osso por osso”. Motta referiu-se à estatal como um paquiderme que consome US$ 9 bilhões em importações, prejudicando a balança comercial do País e a sociedade brasileira".

. Essa nota saiu no jornal O Globo do dia 31 de janeiro de 1998.

Sobre o instituto do Dorival Dias

"A fundação do instituto tem dado o que falar entre os servidores. Servidores filiados a AFMM criaram um grupo denominado “Movimento em Defesa do Patrimônio da AFMM” distribuiram um panfleto que questiona a falta de transparência na criação do instituto. O panfleto fala também de uma hipoteca de terrenos pertecentes à AFMM em favor da Cantareira Construtora.
.
Nessa segunda, servidores ao comprar medicamentos numa farmácia conveniada a AFMM tem sido orientados a se associar ao instituto criado por Dorival Dias. Segundo funcionários da farmácia, se assim não fizerem não poderão comprar medicamentos para desconto em folha de pagamento. O que leva a crer que empresas conveniadas à AFMM passarão a ser conveniadas ao Instituto de Atendimento aos Funcionários Municipais”, presidida por Dorival Dias e que tem como secretário seu filho.
.
Essa transação tem sido questionada por muitos servidores associados a AFMM que se perguntam o que estaria por trás da criação do “Instituto de Atendimento ao Servidor".
.Do blog do servidor Paulo Vidigal

Olha a jurisprudência aí, Quinteiro!

Recebo do André De Canini, de Maqndaguari, o seguinte comentário, que deve trazer algum alento ao maringaense Wilson Quinteiro:

" Messias, tenho acompanhado este caso do Quinteiro e passamos por uma situação semelhante na Câmara de Mandaguari no final de 2007.
Com a morte do vereador Jair Alípio Costa tiveram início as especulações sobre quem assumiria o cargo, já que o primeiro suplente havia trocado o PMDB pelo PDT. Na ocasião a assessoria jurpídica da Câmara orientou o presidente a solicitar junto ao cartório eleitoral a informação de quem havia ficado na primeira suplencia do vereador falecido. O cartório entao, baseado no resultado da eleição de 2004, indicou o nome do primeiro suplente, que foi empossado assim que a Câmara recebeu a certidão.
Após a posse, o PMDB ingressou com uma ação na Justiça pleiteando para sí a vaga, já que o primeiro suplente havia deixado o partido. Alguns meses depois o TRE julgou o caso e determinou, com base na lei da fidelidade partidária, que o primeiro suplete deixase o cargo e que o presidente desse posse ao segundo suplente. Este foi um dos primeiros casos deste tipo no Paraná, depois seguiram-se muitos outros. Creio que no caso de Quinteiro aconterá a mesma coisa. A partir do momento que a Assembléia der posse à Mario Roque e Quinteiro reivindicar a vaga na Justiça será questão de tempo para assumir o cargo".

Esta CPI promete

O grupo dos 5 vereadores de oposição trabalha pela instalação de uma CPI dos CCs da Câmara Municipal de Maringá. Mas como CPI é tal e qual briga de faca, nunca se sabe como termina, esta pode ir longe, segundo informa Lauro Barbosa em seu blog:

"A abrangência da investigação da CPI dos CC’s poderá também ser estendida até as adjacências da praça Renato Celidônio. É o que consta na pauta da reunião de hoje do G-5, que discutirá também a organização político-jurídica da proposta. É mais chumbo".

Eu só queria entendeerrrr!!!

"O prefeito Silvio Barros II repassou no final de maio cerca de R$ 300 mil para o novo instituto de seu diretor do Procon, Dorival Dias (PSDB).
Enquanto isso, os R$ 15 mil dos catadores de recicláveis".

. Do blog do Rigon

PS: deixa ver se eu entendi: o Dorival Dias é presidente quase vitalício da Associação dos Funcionários Municipais de Maringá; foi líder do prefeito na Câmara na gestão passada; é funcionário municipal de carreira e fundou um instituto que recebe dinheiro da Prefeitura, para projetos relacionados à entidade que preside?
Não, não precisa ninguém explicar, eu só queria entendeeerrrrr!!!