18 de outubro de 2010

Bicudo é Serra, contra uma mexicanização que não existe


Hélio Bicudo, jurista consagrado e defensor intransigente dos direitos humanos é um dos fundadores do PT ao lado de Plínio de Arruda Sampaio. Plínio está neutro no segundo turno e Bicudo acaba de declarar voto em Serra, segundo ele, contra a mexicanização do sistema político brasileiro. Falou do PRI, que se eternizou no poder por meio de um processo eleitoral nada transparente. Bicudo é insuspeito mas acho que exagerou um pouco na comparação, porque aqui tivemos alternância desde sempre, abstraindo , claro, os períodos de ditadura. Tancredo faleceu antes da posse e veio Sarney; Sarney passou a faixa a Collor que, cassado, foi substituído por Itamar Franco. Depois veio Fernando Henrique, que ficou 8 anos. Lula o sucedeu e vai completar mais 8. Se der Dilma, serão 12 de PT; se der Serra, 12 de PSDB. Nada a ver com o sistema mexicano, portanto.

2 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Messias, meu amigo, você tem todo o direito de achar exagerada a comparação de Hélio Bicudo.

No vídeo (que publiquei em meu blog) ele não está falando que NÃO TIVEMOS ALTERNÂNCIA DE PODER POR AQUI, mas sim que, se a candidata da situação e seu partido vencerem, de oito passarão a doze anos de poder, e assim sucessivamente.

Hélio Bicudo falava "do risco" de se estar próximo duma era petista que pode estar apenas começando, e que, a julgar pela continuidade do governo federal petista, da continuidade dos tantos episódios de corrupções já tidos nesses oito anos petistas, aí sim a coisa pode se mexicanizar de verdade.

Sei que você entendeu a fala insuspeita de HÉLIO BICUDO.

Não posso aceitar uma indicada ao comando de meu país sem nunca haver sequer participado de alguma eleição, sem nenhuma trajetória política, exceto indicações, que são apenas gestos de preferência pessoal do indicador e nem sempre se fundam na competência do indicado.

Os tantos episódios ocorridos na Casa Civil do governo petista não dão a Lula e nem à sua indicada carta branca alguma para o que a dupla pretende fazer com o país; jogar nas mãos de um co-piloto sem nenhuma hora de voo...

abs

Henry disse...

Discordo do Balestra quando cita: "co-piloto sem nenhuma hora de voo"!
Este mito já foi a tempo para o espaço!
Diziam o mesmo de Lula, e quem é o "Cara"?
Serra pode ser macaco velho na política nacional, mas é só isso uma cara manjada na política carregando históricos de fracassos por onde passou!
Dilma representa a Vanguarda da Política nacional! Dilma alia profundo conhecimento técnico pelos anos dedicados a administração pública! Fica escancarado a supremacia da candidata Dilma quando debate com o político de carreira.
Serra fica desnorteado e sem referências nos questionamentos, pois amparar apenas na retórica fica evidente o "enrolation tabajara" do zé Pedágio, discurso vazio e sem sustentação, pois facilmente é destruido e minado sentindo os golpes colocados pela ex- ministra!
A estratégia tucana de atacar a candidata do PT com campanha suja de difamação e calúnia está tendo o efeito boomerang!
Os votos dos eleitores mais politizados e daqueles que não comungam com práticas rasteiras e pregação de ódio estão se afastando do PSDB!
Dilma capitalizou uma importante parcela de votos da candidata Marina e dos indecisos!
Pelo contrário a campanha dispendiosa e suja de Serra está encolhendo votos e aumentando o desespero tucano!