11 de abril de 2011

Teatro do horror no Araguaia

"Reportagem de Lucas Figueiredo com fotos de Daniel Kfouri publicada na revista GQ denuncia que o Exército brasileiro usou (mediante coação e pagamento) índios e mateiros para perseguir, executar, matar e até cortar a cabeça de guerrilheiros que lutavam no Araguaia contra a ditadura civil-militar que golpeou o país em 1964.

O índio Warani declarou que "[Soldados] levaram índio dizendo que era para caçar macacos e caititus. Mentira! Era para caçar terrorista." Terrorista é como a ditadura chamava (e seus seguidores de hoje chamam) os que pegaram em armas para combater o golpe".


. Do Blog do Mello

Nenhum comentário: