21 de maio de 2011

19 ou 23?

Sobre o aumento de cadeiras na Câmara Municipal de Maringá, a maioria dos atuais vereadores vai brigar por 23. Mas o presidente Mário Hossokawa prefere o meio termo - 19. Quem decide é o plenário, já que a lei federal estabelece para uma cidade com mais de 300 mil habitantes, o máximo de 23 vereadores.
"Eles querem 23 porque acham que fica mais fácil se reeleger. Isso é relativo, porque se aumenta o número de cadeiras, aumenta tambem o de candidatos", disse-me o presidente. Concordo em gênero, número e grau. E acrescento:
A cidade ganha não é com a quantidade de vereadores,mas com a qualidade.E convenhamos: a qualidade tem caído a cada legislatura.

Um comentário:

Prof. Luiz Gonzaga disse...

Conforme manifestação anterior, afirmo aqui a minha opinião. Não justifica o aumento do número de vagas na câmara e ainda seria uma ótima oportunidade para a atual legislatura tentar dar um exemplo de racionalidade. Concordo com o Jornalista Messias Mendes, precsamos de qualidade e não quantidade.