13 de maio de 2011

William Gentil disse:

" Boa noite Messias!!

Venho por meio desta manifestar, que a minha posição é própria e tenho o direito de disputar o Diretório Municipal do PMDB de Maringá. Aproveito esta para relatar que sou servidor concursado há mais de 10 anos na Prefeitura de Maringá e que a minha participação na chapa de oposição ao atual Diretório foi decidida afim de lutar por uma candidatura própria a Prefeitura de Maringá, pois temos nomes de potêncial nas fileiras do nosso partido. Informo desde já que a nossa chapa está sendo encabeçada pelo Diretor do CESUMMAR Professor Claudio Ferdinandi, sendo este um defensor da mesma causa "candidatura própria", bem como os demais membros dentre eles suplente de vereador João Machado".

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito bem,parabenizo o Professor Cláudio Ferdinande,bem como Wilian Gentil e João Machado,e tenho certeza que muitos irão se somarem a vocês que mestão com a proposta da verdadeira renovação,pois todos sabemos e sentimos o quanto é grande o desgaste do trio que fazerm deste grande Partido um condomínio fechado para usar em benefício próprio,sou filiado a este partido a mais de 15 anos e tenho mais de 15 motivos,para vlltar a luta e somatizar com os companheiros numa grande luta para ajudar a fazer a mudança e a renovação dxeste Partido,falo isto porque igual a mim conheço muitas pessoas que estão prontas para se juntarem a esta causa que é nobre,de fazer o 15 do PMDB voltar aos velhos tempso em que legia a maioria dos vereadores na camara,elegia Prefeito,Deputados e ajuram o desenvolvimento de nossa cidade,porém a 154 anos nas mãos deste que ai estão o partido tornou-se inócuo,usando e abusando de vender horário eleitoral.Vamos a luta que a causa é justa ,Candidatura ,própria e a certeza que poderemos ser a terceira via que nós e a sociedade maringaense sonha.ná próxcima me identificarei

Prof. Luiz Gonzaga disse...

Penso que o melhor seria convocar uma assembléia geral, com ampla participação, para discussões "lavar roupa suja, com bastante sabão e amaciante" e colocar uma àgua limpa e tenatar recomeçar um novo PMDB, onde a fidelidade e o caráter seja requisito básico e onde todos possam ter vez e voz e haja coragem suficiente para excluir os fichas sujas e atrair novos e bons membros, além da valorização da militãncia. è necessário a renovação e não sendo possível, é necesário, uma nova postura, onde as decisões sejam compartilhada de forma democrática. O que não dar, é ter pessoas "liderando" chapas", sendo que nas eleições passadas, trairam o partido. Portanto, ou se faz um processo diferente ou nada mudará e se for para ser assim, que fique do jeito que tá, para vê como é que fica.