23 de dezembro de 2011

Lá é regulação,aqui, censura

Por Renata Mielli, no blog Janela sobre a palavra:

Estabelecer regras para a atuação dos concessionários de radiodifusão é algo comum nas chamadas democracias de inspiração liberal, leia-se Estados Unidos, Inglaterra, França, Canadá etc. Já, nos países ao sul do Equador, em particular no continente americano, o debate sobre regulação deste setor causa urticárias. Qualquer tentativa de discutir a questão no Brasil é divulgada pelos meios de comunicação com a advertência: regular faz mal à democracia e pode trazer censura à liberdade de imprensa.

. Renata Mielli (Blog Janela Sobre a Palavra)

3 comentários:

Anônimo disse...

imprensas que as vezes ,"ignoram" certas noticias que estão bombando na imprensa livre da blogosfera, como o livro do AMAURI JR....por que será????sete

Paulo Sergio disse...

O pessoal de esquerda está qualificando o livro como fenômeno editorial.É realmente um fenômeno, nunca na história editorial desse país um livro foi tão comprado e tão pouco lido.É só dar um olhadinha nos blogs de esquerda e verificar que há gente comprando dois, três, quatro livros , apenas pelo significado político que uma boa vendagem traria. A imensa maioria dos livros vai novinho pora anos nas estantes dos petistas.Caso o livro venda menos de 500 mil unidades, será um fracasso. Se somarmos o número de cargos em comissão dos partidos de equerda, os filiados aos inúmeros sindicatos e centrais sindicais que mamam nas tetas do dinheiro público e mais os trabalhadores e dirigentes das ONGS que recebem benesses do governo federal, vai dar mole mole um milhão de pessoas. ah, esqueci dos fiéis de IURD, afinal Amaury está aninhado na Record, e o livro deve estar sendo oferecido, com um bom desconto, aos seguidores do bispo lavador de dinheiro.

Paulo Sergio disse...

E por fim recomendo a vc Messias e ao Sete a leitura do livro proibido “O CHEFE” do Ivo Patarra deve ser feita em:
http://www.escandalodomensalão.com.br/