11 de dezembro de 2011

Tudo o que tiver nas livrarias...


O lvivro bomba do jornalista Amaury Ribeiro júnior está tirando o sono dos tucanos, principalmente de José Serra, que teria sido o maior beneficiário do esquema de corrupção das privatizações do governo FHC.
O ex-governador procura com lupa de Cherlock Holmes exemplares de "A Privataria Tucana". Ontem, Serra telefonou para a Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, pedindo para reservar todos os 50 exemplares do livro do jornalista Amaury Ribeiro Júnior, que tinham acabado de chegar. O pedido foi negado, segundo uma fonte da livraria. Consta que o pedido foi negado mas os livros desapareceram das prateleiras em tempo recorde.
Já que não conseguiu impedir a publicação, o jeito é comprar, na ponta, todo o estoque do livro.

4 comentários:

Paulo Sergio disse...

O MEDO QUE O PT TEM DE JOSÉ SERRA É MUITO GRANDE, SENHOR MESSIAS PARE DE REPRODUZIR EM SEU BLOG MATERIAS PAGAS PELO GOVERNO FEDERAL A JORNALISTAS VENAIS.

Meu Blogger disse...

O jornalista Amaury Ribeiro Jr ficou 10 anos pesquisando e reuniu provas contundentes cas falcatruas no processo de privatizações do período FHC. Leia o livro, Paulo. Quem sabe as provas lhe convença de que trata-se de uma bomba mesmo.
Outra coisa: acho que tudo que é corrupção tem que ser apurada e punida. O que não dá pra aceitar é passar a limpo a era Lula/Dilma e jogar para debaixo do tapete a sujeirada do período anterior. É isso que a grande mídia, Veja à frente, se esforça para que aconteça.

Jeferson Damascena disse...

Caro Paulo Sergio, primeiramente gostaria de destacar que sua grosseria e falta de respeito com o Sr. Messias Mendes certamente se deva ao fato de este blog não se alinhar com o que o senso comum despeja em cima de coitados como você e sua visão tacanha e provinciana de leitor da mídia convencional, tanto em nível nacional como local. Sobre o livro do jornalista Amaury Ribeiro Jr, o que se sabe é que resulta não apenas do conhecimento por dentro da política nacional e seus bastidores, mas principalmente de uma pesquisa exaustiva de provas da bandalheira que foram os anos de ouro do governo FHC e José Serra ( o ícone da vanguarda do atraso), que tinha na mão tanto o congresso nacional ,como também toda a grande imprensa nacional (aliás a mesma que apoiou a ditadura militar, José Sarney e Collor de Mello). Certamente você prefira ler as obras primas de intelectualóides da grande mídia que blinda o PSDB, como José Nêumane Pinto, Diogo Mainardi e Merval Pereira, ícones da defesa da “ética seletiva” e da modernidade, adorados pela classe média provinciana que ainda vive no Brasil dos anos 90.

Ivan disse...

http://www.tijolaco.com/
Privataria tucana: ao vivo, com Amaury Ribeiro

No endereço acima a entrevista concedida pelo autor do livro. Que não se furta em abordar o fogo amigo do próprio PT. Fala do aparelhamento que o Serra ainda detém na polícia federal e ministério público. Fala do Banestado como um dos maiores crimes já cometidos contra o poder publico. Vale a pena ver e ouvir. Parece que não há puta virgem nessa zona. E precisamos torcer a fvaor do Brasil não de grupos ou de quem comanda todos esses grupos.