15 de dezembro de 2011

Um comentário:

Ivan disse...

Simples assim. Os jornalistas e as pessoas sensatas fazem essa mesma leitura. São brasileiros que gostam do Brasil. O que ganham com isso? Credibilidade. E processos. Enquanto que os outros, são remunerados para fazerem a leitura deturpada que interessa ao PIG. E aos donos dos porões outrora secretos. O livro do Amaury aborda também a arapongagem mais latente do que nunca, bem como as armações de notáveis bacharéis e a omissão ou cumplicidade de outros tantos. Deveriam se envergonhar em verem jornalistas serem perseguidos e processados por suas omissões e falta de brasilidade. Viva os jornalistas sérios! Felizmente ainda os temos. A nossa democracia, agora sob o jugo dos bacharéis, agradece. Será que as academias - onde o silêncio é ainda maior - vão conseguir fazer a leitura que o Bob Fernandes faz?