30 de novembro de 2009

Vale tudo

“Se há algo de que ninguém pode acusar o deputado Ricardo Barros (PP) é de que ele não é aberto ao diálogo. Barros está circulando há meses por todos os partidos oferecendo o PP na bandeja para viabilizar sua candidatura ao Senado. Não há pudor. Da direita à esquerda, dando uma passadinha rápida pelo centro, o nobre deputado topa tudo, menos beijo na boca”.
. Do blog Paçoca com Cebola

PS: e porque não beijo na boca?

Se for isso, Requião é quem frita Pessuti

"Hoje, durante a reunião de Pessuti com os deputados do PMDB, entrou em discussão o inevitável tema da aproximação de alguns deputados do PMDB ao prefeito Beto Richa. Entre outros, o líder do governo na Assembléia, Luiz Cláudio Romanelli, que explicou assim, curto e grosso, sua atuação.

– Não faço nada que não seja sob a orientação estrita do governador Requião".

. Do blog do Fabio Campana

Sobre lixo musical

Do leitor José Luiz Orson Gardner no blog do Lauro Barbosa:
“Não sei como tem rádio que ainda toca esse sertanejo brega universitário, que é uma contra-cultura. Lixo musical. Horrível em todos os sentidos. Passou da hora do pessol mudar de disco. Queremos ouvir qualidade, não mediocridade. Chega de breguice. Nosso ouvido não é penico”.

PS: O Gardner está coberto de razão. Mas pior do que esses shows, são as programações das emissoras, FMs principalmente. É lixo musical puro, o dia inteiro fazendo lavagem cerebral na juventude. Em contrapartida, é baixa a audiência da única emissora que toca música de qualidade, principalmente MPB. Refiro-me a Universitária FM, a rádio da UEM. Deveria ser audiência obrigatória em Maringá.

Competência e cuidado com as árvores, a gente vê por aqui



"Em Maringá é assim árvore cai até em dia de sol. Esta, na rua Arion Ribeiro de Campos, na Zona 2, desabou na última sexta-feira. A foto é de Stella Brazil".
. Blog do Rigon

Meu comentário: Vendo essas fotos (a da árvore sobre o carro é mais antiga) lembrei-me da campanha eleitoral de 2004. A equipe de TV do candidato Silvio Barros andava pela cidade procurando árvore caída para mostrar no horário eleitoral e detonar a administração do PT. Peito estufado e voz tonitruante, acusava : “ Isso é um absurdo, é falta de competência”.
Lembro também que naquela época o Cesumar divulgou a realização de um censo das árvores, uma pesquisa profunda sobre a situação de cada árvore de Maringá, que possibilitaria ao gestor público substituir as árvores doentes, evitando assim, cenas como essas das fotos.
Passado tanto tempo, cadê o censo? Cadê a competência? Ora, “se a gente fala, a gente faz”, por que ainda não fez?
Ao invés de substituir as árvores doentes, o que fizeram em muitos casos, foi erradicar (que é bem diferente de substituir, árvores saradas, como tem ocorrido com freqüência em frente a uma certa rede de farmácias de Maringá. Nooooooossssaaaaaaaa!!!!!

28 de novembro de 2009

Coerência, a gente vê por aqui

“Terezinha Pereira - Secretária da Mulher - diz que não saiu do PMDB por ter que atender a um dono só: “Dentre as muitas conquistas da minha vida, está a minha liberdade, da qual não abro mão nunca”.
Ela esclarece que em nenhum momento nesses 5 anos em que está na administração do Prefeito Silvio Barros, foi constrangida a tomar qualquer decisão, que contrariasse aquilo em que acredita e defende”.

. Do blog do Lauro Barbosa

Meu comentário:
Que bom que a Terezinha pensa assim, que tem autonomia para agir sempre de acordo com a sua consciência. Por isso, ainda acredito que ela irá se manifestar sobre a ação de ressarcimento aos cofres públicos que o prefeito que lhe deixa tão a vontade, move contra o seu saudoso irmão José Cláudio Pereira Neto. Na mesma ação, estão arrolados os ex-prefeitos Jairo Gianoto e Said Ferreira, igualmente acusados de desvio de dinheiro público. Jairo deveria, segundo disse ao jornal O Diário em abril de 2008 o então procurador Laércio Fondazzi, devolver cerca de R$ 100 milhões; Said, em torno de RS 35 milhões e o falecido Zé Cláudio (neste caso, sobraria para família), pouco mais de R$ 100 mil. Vale a lembrança de que da mesma ação ficou fora o ex-prefeito Ricardo Barros, que a julgar pelos critérios de Fondazzi, deveria ressarcir aos cofres municipais cerca de R$ 25 milhões. Quem sabe a combativa Terezinha Pereira pergunte ao próprio deputado ou mesmo ao Fondazzi, por que a Procuradoria Geral do Município deixou de lado o presidente do partido que tem a cara do Paraná?

Coisa do DEMO


O esquema de corrupção comandado pelo governador do distrito federal, José Roberto Arruda, é mais feio do que se imagina. Vai dar cassação , podem acreditar. Ele recebia dinheiro grosso de empresas que prestam serviços ou vendem insumos para o seu governo. Com muita grana na mão, comprava deputados distritais para votar projetos de seu interesse. Sem contar que garantiu caixa para eleições passadas e já tinha garantido uma boa grana para o pleito de 2010. É mesmo coisa do DEMO.

27 de novembro de 2009

Caetano sai de pau na revista Veja

Depois de levar uma invertida com declarações desabonadoras contra o presidente Lula, Caetano Veloso se deu conta de que o chamado Partido da Imprensa Golpista não merece respeito. Ele mesmo foi vítima de um representante de peso de PIG, a revista Veja. Irritado, saiu de pau em cima da principal publicação da família Civita: “ O cantor e compositor baiano citou um caso exemplar da desmoralização pela qual passa a publicação da Editora Abril, da família Civita. O episódio ocorreu em setembro de 2005, quando Veja publicou uma matéria desaforada contra o DJ norte-americano Moby. “Ele diz tanta besteira que até parece o brasileiro José Miguel Wisnik — aquele sujeito que acredita que o termo ‘Big Bang’ é uma apropriação anglo-saxã da origem do universo”, escreveu Sérgio Martins na revista.

Wisnik, no entanto, jamais teceu qualquer comentário do gênero sobre a expressão “Big Bang”. A tal “apropriação” a que Veja se refere foi feita, na realidade, por Caetano, que escreveu para a revista e corrigiu as informações. Além de a carta nunca ter sido publicada, Veja voltou a atribuir a “apropriação” a Wisnik mais duas vezes. “Nunca mudaram, são desonestos. Eu não falo com eles. Outras coisas houve antes, mas essa é inacreditavelmente canalha”, resume Caetano.

O cantor também faz um alerta sobre “toda essa crítica à esquerda, ao governo Lula, tudo aquilo que você vê na Veja”. Segundo Caetano, “a classe média instruída brasileira não lê direito a Veja, não acredita tanto. Mas a medianamente instruída se pauta muito por uma possível honestidade jornalística daquele veículo. Essa gente precisa ser avisada de que não há, nem de longe, sombra de honestidade naquilo”.

. Do Portal Vermelho

Vale pela indenização da viúva


Olha só: a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça concedeu ontem o status de anistiado político ao educador pernambucano Paulo Freire. O autor de um dos métodos de ensino mais famosos do continente morreu em 1997. Não fosse pela indenização de R$100 mil que a viúva receberá, o reconhecimento tardio seria até uma afronta a memória do educador, que de tão modesto nem era afeito a homenagens em vida que dirá pós-morte

Isso não pode ser coisa séria

"A Prefeitura do Município de Maringá, convoca Conferência para propor Alterações na Lei 632/06, Plano Diretor, para o dia 21/12/2009, às 8h30, no Auditório Hélio Moreira, localizado no pavimento térreo do Paço Municipal.

ALTERA LEI COMPLEMENTAR 632/2006 PUBLICADA DIA 20 DE NOVEMBRO DE 2009
» LC 632-2006
» ANEXO I DO ART 5° - PERIMETRO URBANO DISTRITO FLORIANO
» ANEXO II DO ART 5° - PERIMETRO URBANO DISTRITO IGUATEMI
» ANEXO III DO ART 5 ° - PERIMETRO URBANO VILA SÃO DOMINGOS
» ANEXO IV DO ART 6° - PERIMETRO URBANO MARINGÁ
» ANEXO VI - MACROZONEAMENTO"

. Está no site da Prefeitura

PS: Uma conferência no dia 21 de dezembro para propor alterações no Plano Diretor de Maringá? Isso não deve ser coisa séria. Depois de duas audiências públicas fracassadas, e fracassadas justamente por causa dos questionamentos ao projeto de “extermínio do futuro”, vem agora a “administração cidadã” tentar fazer a deliberação desejada e ainda não conquistada, justamente nas vésperas do Natal? E pior: no Auditório Hélio Moreira, Paço Municipal e portanto, casa de quem chama pra briga as pessoas contrárias a idéia de deturpação da política de ocupação do solo urbano? Não é possível que isso vá acontecer e as oposições, se é que elas existem por aqui, fiquem de braços cruzados na Praça Raposo Tavares e dando milho aos pombos.

26 de novembro de 2009

Pode dar samba

Dia primeiro de dezembro o governador Roberto Requião vai a Brasília acompanhar o registro da sua pré-candidatura pelo PMDB à presidência da República . Me informa um peemedebista de quatro costados, que a candidatura é pra valer mesmo. Por trás dela estão nomes de peso dentro do partido, como Pedro Simon , Orestes Quércia, Paes de Andrade e Luiz Henrique. A mesma fonte diz que o PMDB é o único partido que tem diretório em praticamente todos os municípios brasileiros e que 99,9% das executivas municipais querem a candidatura própria. Podem esperar: Requião vai incendiar o debate da sucessão presidencial. Outra coisa: o PMDB namora Marina Silva, do PV, para vice de Requião. Tudo a ver. Afinal Requião é defensor intransigente do Protocolo de Kioto e inimigo confesso da transgenia. Pode dar samba.

Tem cada uma!!!

“O prefeito de Maringá, Silvio Barros II (PP), condenado em segunda instância por improbidade administrativa, que recorre de perda do mandato também por improbidade e que responde a várias ações ajuizadas pelo Ministério Público pelo mesmo motivo, está em Florianópolis (SC). Segundo um assessor, ele está participando do XVIII Congresso Nacional do Ministério Público, o Conamp 2009, que começou ontem naquela capital. Da abertura do evento participou o promotor maringaense Maurício Kalache, presidente do Colégio de Diretores de Escolas do Ministério Público do Brasil. Kalache aciona a administração por conta das casas do PAC Santa Felicidade, feitas sem a realização de audiências públicas e usando irregularmente espaços destinados a equipamentos públicos.
Certamente Silvio II não foi a convite do MP maringaense. Seu nome não consta da relação dos palestrantes”.

PS: “ Tanto vc como o tal Rigon não escrevem a verdade: a Prefeitura tirou os funcionários do Samu, que é do Governo Federal, a mando do Ministério Publico de Mgá”. Esse pitaco veio de um anônimo, que certamente é alguém muito ligado a “administrraçlão cidadã” , que culpa sempre o Ministério Público pelos problemas que enfrenta. Os problemas, como se sabe, são sempre decorrência da falta de apego do gestor SBII a legalidade e a moralidade pública. Os inúmeros processos que tramitam na justiça local e as condenações já amplamente divulgadas, principalmente pelo blog do Rigon, falam por si.

Voltei

Eu estava fora do ar desde domingo por conta de uma pendenga que tive com a GVT, que jogou minha conta telefônica lá na estratosfera. Claro , resisti o quanto pude em pagar a conta, esperando negociar com algum desconto e o reconhecimento de que poderia estar havendo clonagem, o que tem acontecido muito ultimamente. Mas não dá pra ficar muito tempo sem internet. Acabei cedendo a negociação que eles me propuseram, porque senão, iria ficar muito tempo fora do mundo virtual, o que seria desastroso para um blogueiro.

22 de novembro de 2009

Cruzis!!!

“O Apucarana - Elnio Silveira Pohlmann -me contou que o prefeito deu “sinal verde” para a vinda do grupo de investidores “luso-brasileiro”, que adquiriu dele, a marca GEM - Grêmio Esportivo Maringá.
Quanto aos demais “Grêmios”, ou outros pretendentes em representar o futebol maringanese, disse que são todos farinha do mesmo saco. Não vai dar em nada. Morrerão na praia - como outrora - deixando para trás um rosário de compromissos pendentes”.
. Blog do Lauro Barbosa

PS: Aquele glorioso Grêmio, não o Grêmio de Esportes, mas o Grêmio Esportivo, o Grêmio do Roderlei, do Zé Garoto, do Haroldo Jarra, do Zuring, do Edgar Belizário, do Mauricio e do Danúbio, entre tantos outros lendários jogadores, estava nas mãos do Apucarana? Pelas barbas do profeta!

Um passeio pela MPB

Tive hoje uma manhã de YouTube. Curti Geraldo Vandré, cantando Aroeira (“É a volta do cipó de aroeira, no lombo de quem mandou dar...”); Disparada, do mesmo Vandré mas com Jair Rodrigues; Como Nossos Pais, de Belchior, com Elis Regina, Sangue Latino (Secos e Molhados) e Essa Mulher, de Carlinhos Vergueiro. Vale a pena rever esses clips.

Competência, a gente vê por aqui

“ Na última sexta-feira um homem, que havia procurado um programa de televisão em busca de medicamentos (e nao conseguiu), passou mal nos altos da Zona 5, em Maringá, e acabou desmaiando na calçada. O Samu foi acionado e foi preciso esperar quase uma hora para que ele fosse atendido. Nesse período, pessoas preocupadas com a saúde do homem pediam urgência aos atendentes do serviço, que pediam mais detalhes e pareciam "enrolar" ao telefone.
Até que um deles foi sincero o suficiente: disse que infelizmente não podiam fazer milagre, já que o Samu agora possui apenas duas ambulâncias. Como a prefeitura dispensou duas equipes, a prestação do serviço foi reduzida à metade. O desmonte no Samu vem sendo denunciado há alguns meses, mas a administração prefere priorizar os gastos com propaganda”.
. Do blog do Rigon

Escatologicamente falando

Vem aí mais um escândalo monumental envolvendo deputados federais. A Folha de São Paulo teve acesso, por via judicial, ao arquivo secreto da Câmara, que guarda um caminhão de notas frias relativas a chamada verba indenizatória. O deputado que, despudoradamente, abocanha a grana, não tem como justificar os gastos, normalmente com aluguel de carro. Por isso se vale de notas emitidas por empresas fantasmas. É caso de polícia mesmo.Haja nariz pra tanto mau cheiro!

Dia de ped

Hoje é dia de eleições gerais no PT, o que os petistas chamnam de ped. O Partido dos Trabalhadores reformulará seus diretorios municipais, estaduais e nacional. Na municipal de Maringá concorrem os vereadores Mario Verri e Humberto Henrique. Na estadual, quatro candidatos, mas dizem os analistas do petismo orgânico que vence o maringaense Enio Verri. No país inteiro estão em condições de votar cerca de um milhão de filiados.

Cria x criador

“Adversários tentam espalhar que o deputado estadual Luiz Nishimori (PSDB) teria desistido de ser candidato a deputado federal em 2010. A estratégia visa desestabilizar a futura candidatura de Nishimori, que tem trabalhado para isso e garante: não vai desistir e vai tentar, ano que vem, uma cadeira na Câmara dos Deputados”.
. Do blog do Rigon

OS: Nishimori vai bater de frente com o seu padrinho político, o deputado Ricardo Barros , que também deverá concorrer. RB lançou sua candidatura ao Senado, mas se o quadro de candidatos a senador for o que se vislumbra, ele vai mesmo é tentar nova reeleição. Até porque, não correria o risco de ficar sem mandato, o que significaria perder a imunidade, e por via de conseqüência, a impunidade.

21 de novembro de 2009

Já vi este filme. E não tem final feliz

“As reclamações sobre lixos acumulados nas ruas de Maringá não são por acaso. Ouvi informações de que alguns caminhões se quebram com frequência. Nesta semana, um deles foi parar duas vezes na oficina e os garis ficaram parados. Enquanto isto, o lixo se acumulou pelas calçadas, árvores, canteiros e lixeiras. Quando o quebra-quebra começa, ai ai da população e do mal cheiro. Em quem a culpa cairá?”
. Blog do Elias Brandão

PS: Este filme nao é novo.Foi produzido na gestão 89/92, quando os caminhões de lixo da Prefeitura de Maringá viviam quebrando. Na verdade, tiravam peças de um para colocar em outro, do outro para colocar no um. Foi assim até que a frota se inviabilizou. Resultado: terceirização da coleta. Lembram da Sotecol?
Quando Said Ferreira voltou a prefeitura que Ricardo Barros deixou destroçada, teve que pedir socorro ao governador Requião , de primeiro mandato, para recompor a frota de caminhões coletores. O lixo tomava conta das ruas, como toma agora. Os problemas deixados pelo hoje pré-candidato ao Senado foram tantos, que ele teve que fugir pela janela, para não ser admoestado pelos servidores, revoltados com o atraso na folha de pagamento e 13º. salário. Que o diga o vice Willy Taguchi que, com sua Belina, deu fuga ao prefeito fujão, que sequer reapareceu para transmitir o cargo ao sucessor..

Pita (+)


Ele foi o principal afilhado de Paulo Maluf (PP), que o fez prefeito de São Paulo (97/2000). Sempre envolvido em corrupção da grossa, Celso Pita foi um dos alvos principais, ao lado de Daniel Dantas, da Operação Satiagraha. Ele morreu hoje aos 63 anos de câncer no intistino.

Grande Piancó! Que Deus o tenha



Esta foto histórica me foi enviada pelo amigo Antônio Carlos Locatelli (fotógrafo da UEM). É de um dos concursos de oratória de Maringá, vencido,como sempre acontecia, pelo eloqüente cearense Ernesto Piancó Morato , o do meio. Moscardi (o de barba) era sempre o segundo e Paulo Rodrigues Vieira, o eterno terceiro. Mas depois de vencer três seguidos, Piancó virou hor concours e só então Moscardi pode vencer um. Mas ele reconhece:”Era impossível ganhar do Ernesto. Ele era o cara”.
Em 1979 fui com Ernesto participar do Estágio Universitário no Congresso Nacional, promovido pela quarta secretaria da Câmara. Éramos em 70 estudantes, dois – eu e ele, representando a Universidade Estadual de Maringá. Tive a indicação do então deputado Walber Guimarães e para ocupar a outra vaga fui tentar convencer o reitor Rodolfo Purpur a indicar o Piancó, destacado aluno do curso de Direito. Lembro-me que o reitor me fez o seguinte questionamento: “Por que razão você está tão empenhado em brigar pela ida do Ernesto?”. Respondi: “Porque ele é meu amigo e por achar que vai honrar a UEM neste estágio”. Purpur foi rápido: “Ok, vão vocês dois , então”.
O estágio durava 11 dias e cada participante tinha que apresentar uma monografia. No encerramento daquele estágio (setembro de 1979) teve a entrega dos certificados no auditório Nereu Ramos. Piancó não queria participar da disputa que indicaria o orador da turma. Por insistência minha participou e disputou a final com o maranhense Mário Alves, um monstro da oratória. Houve empate e, antes que o coordenador do estágio fosse para uma segunda rodada de votação, levantei e sugeri que a solenidade tivesse dois oradores. A platéia de universitários concordou e no dia seguinte, na presença de vários deputados e senadores (lembro-me de Jarbas Passarinho, Roberto Friere, Freitas Nobre, Marcondes Gadelha e João Cunha), os dois oradores mataram a pau. Mário leu o discurso e perdeu um pouco a eloqüência. Piancó falou de improviso e foi aplaudido de pé, inclusive pelos parlamentares presentes, que foram, um a um, cumprimentá-lo.
Ernesto Piancó faleceu jovem, aos 43 anos, de infarto. Estava indo levar os filhos para conhecer os avós paternos na cidade cearense do Crato. Já se vão quase 10 anos, quando isso aconteceu. Ele morreu dentro do ônibus na rodoviária de Mantena (Minas Gerais).

Futebol e política, tudo a ver na tela da TV



“O jogador de futebol da França ajeita a bola com a mão, é flagrado pela câmera e é celebrado pela torcida como "esperto". O que deveria ser condenado como uma atitude antidesportiva, para dizer o mínimo, torna-se exemplo de "sabedoria". Vale burlar as regras, enganar o juiz, desrespeitar o adversário e a torcida adversária. Vale tudo, em nome da "vitória".
No jogo do São Paulo, os jogadores do mesmo time trocam empurrões e depois saem dizendo que não houve nada. No jogo do Palmeiras, os jogadores do mesmo time se agridem e são expulsos. Cadê o espírito coletivo, o espírito de equipe, o amor à camisa, o respeito ao clube, às tradições do clube e aos torcedores?
O futebol profissional está podre”.

. Luiz Carlos Azenha (blog Vi o Mundo)

To be, or not to be...

Deu no Rigon:
“O professor João Celso Sordi, ex-gerente municipal de Maringá na gestão do irmão mais novo e secretário do Codem (aquela entidade que vive em constante crise de identidade: é uma ONG ou uma secretaria?), pediu demissão do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá - da secretaria, não da ONG. Ele bateu de frente com um dos principais nomes do Codem - a ONG, não a secretaria -, que atende pelo nome de Wilson da Silva Matos, presidente do PSDB. Sordi é um dos secretários municipais mais ligados a Ricardo Barros, com quem responde a algumas ações por improbidade administrativa.
O desligamento de Sordi do Codem - a secretaria, não a ONG - é um dos itens da próxima reunião do Codem - secretaria e ONG -, marcada paara o próximo dia 25. É o item dois: "Considerações sobre o desligamento do secretário executivo, sr. João Celso Sordi".

PS: Essa crise de identidade deve afetar hoje outros setores do empresariado local, como a própria ACIM, o Observatório Social e a SER. Seria mesmo este um drama shakespeariano?

20 de novembro de 2009

Eleições gerais no PT

Um milhão. Isso mesmo, um milhão de filiados vão as urnas neste domingo para eleger presidentes municipais, estaduais e nacional do PT. No Paraná deve dar Ênio Verri, da corrente majoritária. Em Maringá, chance maior para o irmão Mário, embora esteja muito forte o vereador Humberto Henrique, que na estadual apoia o deputado Tadeu Veneri.

O segundo filho bastardo de FHC na visão do poeta de cordel

Pés e mãos na cozinha
. Miguezim de Princesa



I
Disse um dia Feagacê
Que tinha um pé na cozinha,
Mas enfiou foram os dois
Pra dentro da camarinha:
Sua libido fixou-se,
Com olhos de bico-doce,
Numa fruta madurinha.

II
Já passado dos sessenta,
Temendo sair de cena,
Tomou uns dois comprimidos
Quando avistou a morena,
Esparramou-se na cama:
Foi quando a primeira-dama
Chamou-se Maria Helena

III
Na ânsia a resfolegar
Naquele momento exato,
Esqueceu a camisinha
Pra se proteger no ato,
Fez finca pra mais de dois
E nove meses depois
Nasceu o filho mulato.

IV
Um senador gordo e chato
Tratou de esconder a cria:
Fez as vezes de estafeta
E lá em Santa Maria,
Às custas de cuia de milho,
Sumiu com a mãe e o filho
No fim da periferia.

V
Numa casinha pequena,
Onde mal cabia uma cama,
Aconchambraram o chamego
Para não manchar a fama
Do sociólogo porreta
Que chama a negra de preta
Pensando que é sua mucama.

VI
E mesmo tendo amado
O chefe dos generais,
A negra com nome grego
Não vai esquecer jamais
(Essas coisas não se esquece)
Que até hoje padece
Pelos serviços gerais.

VII
Mas isso é reincidência
De quem acha que só ganha:
Namorou uma jornalista,
Numa atitude tacanha,
Outro filho que gerou
No mesmo instante exilou
Em terras lá da Espanha.

VIII
A imprensa brasileira,
Que se diz muito arretada,
Livre, forte, independente
E sem rabo preso a nada,
À exceção de Cláudio Humberto,
Nunca passou nem por perto:
Foi muda e saiu calada.

IX
Feagacê não perdoa:
Não pode ver uma gueixa.
A cor é só um detalhe.
O que passar ele “queixa”
(empregada e jornalista),
Só não papa repentista
Porque a gente não deixa.

X
Digo aos vizinhos paraguaios,
Que estavam cheios de razão,
Orgulhosos porque Lugo
Virou um bicho-papão
Devorador de donzelas,
A pátria verde e amarela
Também tem um garanhão.


. Pinçado do blog do Claudio Humberto

Povo? Ora o povo!

O deputado Ricardo Barros lançou sua pré-candidatura ao Senado no auditório da ACIM. E correu pro abraço e para o parabens pra voce no salao do Clube Olímpico, ao sabor da paella. Povo? Ora, pra que povo? Povo é só pra votar e fim de papo.

Lukas sobre o filme de Lula

Osmar não quis a paella

Osmar Dias achou melhor dispensar a paella comemorativa dos 50 anos do aniversariante Ricardo Barros, que o trocou pelos belos olhos de Beto Richa. Pelo jeito, o senador se deu conta de que não tem estômago de avestruz.

19 de novembro de 2009

Viu que não dá mais roque

Mário Roque, o suplente que assumiu a vaga de Ribas Carli na Assembléia Legislativa e agora foi cassado, dando lugar a Wilson Quinteiro, anunciou ainda há pouco que não vai recorrer da decisão do TRE. Disse que não tem condições financeiras para tal, mas até os paralelepípedos de Paranaguá sabem que recorrer seria perda de tempo.

Assim, meio ético...

“Humberto Henrique ainda aguarda, o envio ao Legislativo, do relatório do Observatório Social sobre as ações do Executivo este ano.
Por enquanto, só o Legislativo padece da “intentada”.

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: O observatório faz um trabalho manquitola, como se pode observar a partir da inquietação do vereador petista. Mas parece que esta atuação parcial ficou isolada dentro das fronteiras de Maringá.
Ética é como virgindade, não existe pela metade. Mas aqui, tudo pode acontecer, até meia virgindade.

Foi há 40 anos



Há exatos 40 anos o goleiro Andrada, do Vasco, socava o chão no templo do futebol , irritado por ter sido justamente ele a tomar o milésimo gol de Pelé. Antes do Santos jogar naquela quarta a noite no Maracanã pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa (o Brasileirão daquela época), Perrnambuco havia preparado uma grande festa para celebrar o gol mil do rei. Não aconteceu. A festa foi transferida para a partida seguinte, na Fonte Nova, em Salvador. Mas o goleiro do Bahia fechou o gol , impedindo o feito histórico do rei do futebol. Pagou caro pelas grandes defesas, pois chegou a ser hostilizado pela torcida do seu próprio time. Ai sobrou mesmo para o grande goleiro do Vasco, que entrou para a história , apesar de ter sido um gol de pênalti. Pelé tinha na época, 29 anos.

Projeto 2012

“Enquanto a maioria das pessoas considera positiva a quinta cadeira de deputado estadual para Maringá (quatro, na prática), a vitória de Wilson Quinteiro no TRE preocupa um seleto grupo de políticos da cidade. E não tem nada a ver com as eleições do ano que vem, quando ele deve disputar a reeleição.
A preocupação vem dos possíveis adversários de 2012. Afinal, Quinteiro pode ser candidato a prefeito pela terceira vez - e, ao contrário das duas vezes anteriores,desta ele poderá ter um mandato nas mãos. Disputar a prefeitura tendo mandato, quem é do ramo sabe, é uma história bem diferente”.

. Blog do Rigon

Meu comentário: A conquista do mandato de deputado, apesar de por um curto período, coloca Quinteiro como candidato de peso nas próximas eleições municipais de Maringá. Ele teve participação destacada nas duas eleições de prefeito que participou (2004 e 2008) e se conseguir renovar o mandato de deputado em 2010, será uma pedra no sapato da família Barros, cujo sonho é se perpetuar no poder municipal

Erros no passado, sofrimento no presente

Informa o Rogério Rodrigues em seu blog que finalmente a prefeitura começou a recapiar algumas ruas de Sarandi. Ele desconfia que os buracos voltarão logo porque sem galerias a água escorre ou fica represada no próprio asfalto.Ele desconfia e eu tenho certeza. O que fizeram com a cidade de Sarandi no passado foi um crime. Falta infra-estrutura e onde o asfalto chegou, foi feito sem as necessárias e indispensáveis galerias de águas pluviais. Quem passa pelo centro da cidade percebe isso, o que só piora a situação. Sem um sistema adequado de escoamento da água da chuva não há malha asfáltica que agüente.

Um ano sem Henry Jr



Júnior era fotógrafo do O Diário. Um baita fotógrafo, diga-se de passagem . Mas era, entes de tudo, uma grande figura, um bom menino, que a todos encantava. Sobre ele, faço minhas as palavras do amigo Rogério Fischer, ex-editor-chefe do jornal, ex-chefe de Júnior:

"Está fazendo um ano que morreu Henri Junior. Sei que foi mais ou menos por esses dias de novembro do ano passado que ele entregou os pontos, depois de meses batalhando contra um câncer devastador. Meses antes, ele se divertia mostrando aos amigos o buraco que tinha na cabeça. Bem no alto do crânio. Pedia para os amigos apalparem o crânio. Era um buracão. E a gente, lógico, não fazia outra coisa senão ralhar com ele para que fosse logo ao médico ver que merda era aquilo. Até que foi. Lembram daquela chuva de granizo que destelhou centenas de casas e derrubou árvores em Maringá? Então, foi em março/abril de 2008. Pois num domingo eu ainda estava limpando a casa onde morava, na Cariovaldo Ferreira, quando ele apareceu. Nas mãos, o resultado do exame que ele mostraria ao doutor no dia seguinte. Ele e Walter Tele ficaram tomando umas latinhas de cerva enquanto eu dava duro no rodo com pano. Minha casa ficara novamente alagada - voltou a chover dois dias depois do granizo que destruiu o telhado de eternit. Tele pediu para dar uma olhada no envelope. Horas depois, quando já havíamos dissolvido a rodinha, Tele me contou que procurara o significado de algumas palavras sinistras que ele havia lido no exame e que, salvo engano, o resultado daquele envelope era aterrador. Daquele texto de laboratório, Tele havia depreendido que havia algo grave e, pior, devastador. Não deu outra. Semanas depois, o Cabeça passava pela primeira cirurgia, na Santa Casa, na mesma rua Cariovaldo Ferreira. A recuperação, avisaram os médicos, seria lenta e sofrida - se houvesse recuperação. Enfim, o bicho voltou a atacar e, contrariando os primeiros prognósticos, que desaconselhavam uma segunda cirurgia, o Cabeçudo passou por mais uma e outra, em Maringá e Curitiba. Os médicos não conseguiam explicar como ele ainda resistia. Entrava e saía do coma. Vivia a base de morfina. Ficávamos, os amigos, divididos entre a torcida por um milagre e a torcida por um descanso - dele, da família, da heróica namorada. Até que, em meados de novembro, ele se foi.
Agora só ficam as lembranças. Do carisma do cara, que não podia faltar aos nossos churrascos, sob pena de a festa perder a graça. Do talento profissional do cidadão. De muita, muita amizade. E, no meu caso, ficam ainda dois DVDs que ele me emprestou, identificados como Asian II e Asian III, dos quais pretendo usufruir bastante ainda".

A loira do carro branco

Não assino embaixo da letra do Fausto Faucet (Loira Burra) , mas não resisti a tentação de postar esta pequena maldade que recebi de uma amiga, por email:

"Estou em maré de azar. Fui buscar o carro na oficina e, logo na saída, troquei os pés, acelerando fundo em vez de frear. Bati num carro que ia passando, amassando todo o lado direito. O motorista , por coincidência, era o inspetor que me aprovou no exame de direção. Um bom homem, sem dúvida. Insisti em dizer que a culpa era minha, mas ele educadamente, não parava de repetir para si mesmo: 'É tudo minha culpa! É tudo minha culpa! Que Deus me perdoe!'"

Mário x Humberto

Os dois vereadores do PT de Maringá vão disputar o diretório municipal no próximo domingo. Mário Verri pode se tornar presidente do PT local e o irmão Ênio, do estadual. Mas a parada é meio indigesta. Ele enfrenta ninguém menos do que Humberto Henrique, uma referência ética do Partido dos Trabalhadores na cidade. Humberto cá, Tadeu Veneri acolá. A eleição será na sede do partido , Rua Caramuru, proximidades do Colégio Santa Cruz.

Sem nada dizer em seu blog

Atá agora o Quinteiro ainda não noticiou em seu blog o resultado do julgamento do TRE que fez dele deputado estadual, de direito. O que será que houve?

Show de hipocrisia

“Príncipe da sociologia brasileira”, FHC disse uma vez que tinha “um pé na cozinha”. Maria Helena Pereira, a negra que o impressionou pela formosura e lhe deu outro filho fora do casamento, continua com o pé na copa. A mãe de Leonardo, o filho mulato de FHC, ainda é a copeira do gabinete 22, do senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB), na Ala Teotônio Vilela do Senado. Trabalha todo dia lá, no período da tarde".
. Blog do Claudio Humberto
PS: A mídia sul-americanam inclusive a brasilileira, massacrou o ex-bispo Fernando Lugo por ter tido filho com uma ex-secretária do seu bispado. O atual presidente do Paraguai reconheceu a paternidade e a assumiu. Mesmo assim, continuou apanhando. Sobre o filho bastardo de FHC com a jornalista Miriam Dutra, silêncio total no Brasil. Agora aparece outro filho do Farol de Alexandria. Qual o problema? Nenhum, exceto o fato da negativa de paternidade e o esforço do tucanato para esconder os deslizes do seu probo ex-presidente da república. Nada pior do que o show de hipocrisia.

Pessuti de novo na fita


Siu n o blog do Floris, secretpario geral do PT do Paraná:
“Requião convoca lideranças para avaliar acordo com o PT”.
Isso quer dizer que nem tudo está perdido para Pessutão. A retomada das conversas com o PT pode dar um novo rumo na sucessão estadual, que ta igualzinha nuvem de verão. A reunião para aparar arestas dentro do PMDB está convocada para dia 21. Orlando Pessuti, que estava na linha de tiro do tucanato e a caminho da cristianização, volta a respirar aliviado.

18 de novembro de 2009

Deu a lógica


Foi uma lavada: 5 a 1 pela cassação de Mário Roque por infidelidade partidária. O ex-prefeito de Paranaguá havia assumido a vaga de Ribas Carli na condição de primeiro suplente do PSB. Mas ele não estava mais no PSB, portanto, a vaga seria do maringaense Wilson Quinteiro. Quando Carli renunciou este blogueiro bancou a informação de que Wilson Quinteiro seria deputado estadual. Roque brigou pelo mandado e acabou empossado pelo presidente da Assembléia Legislativa. Mas se o mandato pertence ao partido, como poderia Roque assumir? Portanto, o resultado do julgamento de hoje no TRE era mais do que previsível.
O presidente da AL, Nelson Justus, que não parece tão justo assim, tem 10 dias para dar posse a Wilson Quinteiro.

Buraco pra todo lado

"Segundo quem já conferiu de perto, depois da realização dos amistosos do time do Zebrão e da seleção brasileira de futebol feminino, o novo gramado do Estádio Willie Davids - comparado aos melhores do mundo - está sofrível e vai precisar de manutenção constante. O gramado está cheio de buracos".

. Blog do Rigon

PS: É reflexo da “administração queijo suíço”

Lucro cessante para cessar a irresponsabilidade de gestores públicos

“A maioria dos condôminos da Estação Rodoviária Américo Dias Ferraz, que tiveram suas atividades suspensas por causa da interdição do prédio, estuda ingressar com ações contra o município (lucro cessante). Alguns tiveram altos prejuízos.
Uma das ações, já anunciada, será contra a pessoa física de Silvio Magalhães Barros II e pedirá que saia do seu bolso a indenização solicitada pelos condôminos junto ao município”.
. Do blog do Rigon
PS: No dia em que danos causados pela administração pública contra terceiros forem pagos pelo gestor que deu as ordens, quem sabe os homens públicos passem a se preocupar um pouco mais com a população. Este exemplo da Rodoviária Velha pode ter um efeito pedagógico extraordinário. Que os anjos digam amém.

Verri presidente


O PT elege domingo o novo presidente do diretório estadual do Paraná. São quatro candidatos - Ênio Verri (foto), Alfeu Capelari, Márcio Pessati e Tadeu Veneri.
Verri é o representante da corrente majoritária (ex-Unidade na luta) e segundo especialistas do petismo orgânico, ele sera o substituto de Gleisi Hoffmann.

No ar

Esta no ar pela internet a TV Girafa do amigo De Paula. Trata-se de uma experiencia nova, pioneira em Maringa. Muito interessante. Vale a pena acessar www.tvgirafa.com.br

17 de novembro de 2009

Bispo Edir Macedo no bico do corvo



O Ministério Público brasileiro está na cola do bispo Edir Macedo, dono da Igreja Universal e da Rede Record de Televisão . Ele é acusado de fazer transações financeiras no valor de R# 1,47 bilhão. Segundo a Folha de São Paulo “as transações financeiras sob investigação foram geridas por empresas fora do país relacionadas a cinco doleiros brasileiros”. Uma hora a casa do bispo cai pra valer.

Perigo de golpe ronda o Paraguai



Em artigo no semanário boliviano Pulso, o periodista Pablo Stefanoni chama a atenção do continente sul americano para o golpe que a elite rural prepara no Paraguai. Dia desses foi detectado um email de um pecuarista chileno de nome Avilés, que mora no Paraguai há 30 anos. Ele estaria organizando milícias para matar comunistas. Mas o alvo maior é o governo do ex-bispo Fernando Lugo, que ao fazer um cadastro das propriedades agrícolas do país, já assustou a elite agrária paraguaia. Teria sido esta mesma elite, segundo o jornalista a desencadear uma campanha de linchamento moral do presidente , contra quem “abundam os casos do paternidade não reconhecida, de filhos que ele teria feito em colaboradoras no tempo em que exercia o ministério”.
Pablo Stefanoni lembra, a propósito da eleição de Fernando Lugo: “Há pouco mais de um ano, o então bispo emérito Fernando Lugo conseguia a façanha: colocar fim a uma hegemonia de seis décadas do Partido Colorado, com uma aliança com os liberais e o apoio dos movimentos campesinos e populares de um país governado por máfias de todos os níveis, dedicadas a todo tipo de tráficos, contrabando e ilegalidades diversas, amparadas por um poder com o qual compartilhavam o botim. Ou simplesmente eram as máfias que exerciam, sem intermediários, o poder. O ditador Alfredo Stroessner foi o grande organizador deste modelo: fincou-se no trono nos anos 50 e lá ficou até ser afastado por seu genro, Andrés Rodríguez, um dos grandes narcotraficantes do país, em 1989. Os negócios precisavam continuar...mas em uma democracia. Agora os tempos mudaram”.

Olha essa!!!

Conversa entre três amigos com mais de 50 anos, já aposentados:


- O que você tá fazendo na vida, Toninho? (ex-executivo da Pirelli)
- Bem... eu montei uma recauchutadora de pneus. Não tem aquela estrutura e organização que havia quando eu trabalhava na Pirelli, mas vai indo muito bem.

- E você, José? (ex-gerente de vendas da Shell)
- Eu abri um posto de gasolina. Evidentemente também não tenho a estrutura e a organização do tempo que eu trabalhava na Shell, mas estou progredindo.

- E você Marcos? (ex-funcionário do Congresso Nacional)
- Eu montei um puteiro...
- Um puteiro???
- ÉÉÉÉÉÉ!!! Um puteiro!!! É claro que não é aquela zona toda que é o Congresso Nacional, mas já tá dando lucro!!!

Recebi esta piada do amigo advogado Walter Valle

Osmar joga a carapuça


“O Paraná é o meu compromisso e, infelizmente, na política a palavra ‘compromisso’ não vale nada. Para essas pessoas compromisso vale apenas para conquistar votos, uma coisa à toa como se não tivesse importância”, desabafou o senador Osmar Dias”.
. Do blog do Fábio Campana

PS: Ei, alguém de um certo prédio da av. Prudente de Moraes vestiu essa carapuça? Se não vestiu , é pra voce , Lombardi!

16 de novembro de 2009

Pensem nisso

O Observatório Social de Maringá está com tudo e muita prosa. Se ganhou um prêmio da ONU colocando a Câmara Municipal na berlinda, imagine o que não ganharia se colocasse seu olhar crítico e fiscalizador também sobre a “administração cidadã”?
Pense nisso Costa Paulo, pense Décio Pialarissi.

O problema estaria na conjugação errada do verbo?

Há mais de um ano a Vila Operária aguarda a instalação de uma ATI na praça da Igreja São José. Dia desses um morador perguntou o porque da demora ao arquiteto Claudiney Vechi, responsável pelo setor. Resposta: Falta de tempo. Fazendo um levantamento das ATIs já em funcionamento, este morador se certificou de que as academias cujos equipamentos são comprados pela Prefeitura , são instaladas rapidamente. A da Praça da Igreja São José foi doada pela Santa Casa, o que explicaria o corpo mole. Estaria o segredo no verbo COMPRAR, conjugado na primeira pessoa , do singular ou do plural, tanto faz? Mistéeeeerio!!!

15 de novembro de 2009

E por que não eu?


Olha só: Lula é tema de um filme, que pode até ser inscrito para o Oscar/2010. Fernando Henrique não se conformou e, de cotovelo ardendo, decidiu fazer um documentário do tipo “eu sou eu, o resto é resto”. FH está se preparando para subir um dos morros cariocas, para conversar com traficantes, lá mesmo nas bocas de fumo. Ele será a estrela maior do documentário Rompendo o Silêncio, onde exporá sua cruzada pela descriminalização da maconha.
A equipe de produção do cineasta Fernando Andrade tenta viabilizar junto ao governo do Rio de Janeiro um forte esquema de segurança para proteger o Farol de Alexandria. Aguardem: vem aí o nosso Al Gore tupiniquim.

O PMDB de Requião vai de Beto? Adeus Pessutão, bye bye Álvaro!

Esta nota está no jornal online Hora H News, de Curitiba:

“Um importante movimento político está sendo articulado nos bastidores. O PMDB, maior partido do Paraná, se move em direção a candidatura de Beto Richa ao governo do Estado.

Dados levantados pela jornalista Roseli Abrão junto a diversos deputados peemedebistas sinalizam que os entendimentos entre o PMDB e o PSDB, que se processam em silêncio, estão mais adiantados que aqueles que ocorrem entre o PT e o senador Osmar Dias do PDT.

Mais ainda, a resistência dentro do PMDB a uma aliança com Beto Richa é menor, garantem os mesmos deputados, que aquela enfrentada por Osmar Dias com a ala esquerda do PT.

Os deputados que abriram o jogo para Roseli Abrão revelam que até mesmo os dois deputados peemedebistas mais resistentes a uma aliança com Beto Richa, Nereu Moura e Caíto Quintana, já estariam propensos a rever suas posições e estariam abertos a negociar o apoio do partido a candidatura do PSDB”.


PS: Em primeiro lugar é preciso considerar que Roseli Abrão é uma das jornalistas políticas mais bem informadas do Paraná. E se ela pinta este quadro, este é o quadro, sem nenhuma dúvida. Pelo que fica claro, os deputados peemedebistas querem salvar a própria pele, se aliando a um candidato forte, quase imbatível, ao governo do Estado. Significa dizer que a candidatura Pessuti dançou e que o sonho do senador Álvaro Dias de voltar ao Palácio Iguaçu vai para as Calendas Gregas.
Será que tal aliança se consolidando, Osmar Dias terá coragem de enfrentar Beto? Ou irá preferir um novo mandado no Senado? Quanto a candidatura de Ricardo Barros a senador, cada vez mais ela parece piada pronta.

A bandeira trech



Esta bandeira, que reaquece o debate das privatizações mal explicadas da era FHC, vai tremular no horário eleitoral gratuito ano que vem. Tudo por conta da polarização Dilma/Serra (ou seria Dilma/Aécio?). A disputa PT x PSDB, que se repetirá pela quinta eleição consecutiva,será de confrontação de dois governos de 8 anos cada: o de Fernando Henrique Cardoso e o de Luis Inácio Lula da Silva.Pensando nisso, me veio a mente aquele gingle da cera colmeína: “Adivinhe quem brilha mais: o assoalho da mamãe ou o sapato do papai?”

14 de novembro de 2009

A família de Caetano se desculpa com Lula

A família Veloso, de Santo Amaro da Purificação, surpreendeu a Bahia com um pedido de desculpas ao governador Jacques Vagner e ao presidente Lula pelas bobagens que o filho famoso de Dona Cano , Caetano Veloso, falou sobre Lula. A nota, assinada pelo irmão Rodrigo, saiu no jornal Correio da Bahia:
‘Venho a público esclarecer que a recente declaração, feita pelo cantor e compositor Caetano Veloso sobre o Presidente Lula, não expressa, em nenhuma hipótese, a opinião da família Velloso. Sua matriarca, Dona Canô, por meu intermédio, deseja se dirigir ao Governador Jaques Wagner, a todos os brasileiros e, principalmente, ao Presidente da República, com um sincero pedido de desculpas’.

Pisca a luz amarela...

... no Palácio dos Bandeirantes

O motivo é uma pesquisa espontânea do instituto Vox Populi que mostra, pela primeira vez, Aécio Neves na frente de José Serra. O ninho tucano está alvoroçado com esses dados: Aécio 11%, José Serra (PSDB) 10%, Dilma Rousseff (PT) 6%, Ciro Gomes (PSB) 3%, Marina Silva (PV) 2%, Heloisa Helena (PSOL) 1% e Não sabem 53%.

Sonhos, nada mais

A propósito da nota anterior, será que não teve ninguém por aqui entusiasmado com a tecnologia do isolamento das favelas cariocas? Maringá não tem favelas, mas criaram uma , para pegar dinheiro do PAC. Não tem rasto do Peter Bota, mas alguém dessas paragens andou sonhando com o apartheid.

Disque Peres para matar...

O presidente de Israel veio ao Brasil para fazer grandes negócios. Segundo Jorge Bourdoukan, especialista em assuntos do Oriente Médio, Shimon Peres ofereceu ao ministro Jobim, armamento no valor de 350 milhões de dólares;
ao governador de São Paulo José Serra, ofereceu armamento no valor de 180 milhões de dólares; ao governador do Rio Sergio Cabral ofereceu armamento e tecnologia para construir muros, cercas e paredões para isolar as favelas.

“O sr.Peres veio ao Brasil acompanhado de 40 empresários, em sua totalidade ligados à indústria bélica.
Vieram oferecer aquilo que melhor conhecem: violência.Lamentável”, diz Bourdoukan em seu blog (link ao lado).

"Houve um erro aqui". Serra é mesmo um gênio!


"Há 15 anos eles tentam construir uma estrada que ficou conhecida como Roubanel dos Tunganos e não conseguem.

O Zé Pedágio sumiu depois da abertura solene e trágica da cratera do metrô.

Até hoje ele não disse uma palavra sobre o assunto, embora o Ministério Público já tenha indiciado os criminosos.

Sobre o desabamento do Roubanel dos Tunganos, Zé Pedágio pronunciou-se: admitiu haver falhas na obra.

Ele é um gênio".

. Paulo Henrique Amorim (Conversa Afiada)

O APAGÃO, EM VERSOS

Falam que o apagão
É um caso encerrado
Pegou apenas dezoito
De vinte e sete estados
Agora pense você
Um apagão pra valer
Qual seria o resultado

O tema virou discurso
Na boca da oposição
Os radicais culpam a Dilma
Os moderados, o Lobão
E ainda falta o Gilmar
Sobre o assunto falar
Dando a sua opinião

O Governo culpa um raio
Nas linhas de transmissão
Disse que foi o mau tempo
A causa da escuridão
Com inaudita desculpa
São Pedro levou a culpa
Do fatídico apagão

Não vejo caso fortuito
Nem vou fazer ilação
Enxergo uma simbiose
Coisa de premonição
Como poeta eu sabia
Que qualquer hora do dia
Lobão rima com apagão

Portanto, pra concluir
Deixo minha sugestão
Que se crie um feriado
Em prol da escuridão
E ao invés de reclamar
A gente vai se amar
NO DIA DO APAGÃO.

Edmar Melo (Blog do Luis Nassif)

Há ou nao há algo de podre no reino da Dinamarca?

“O Stênio Jacob deve estar aplaudindo até agora. Era tudo o que ele queria. Por 10 votos contra 4 os vereadores aprovaram ontem a nulidade do Têrmo Aditivo de 96, que prorrogou até 2040 o contrato da Sanepar com o Município de Maringá. A “preciosidade” dá direito à Sanepar de questionar juridicamente a existência do monstrengo. Marly Martin, Mário Verri, Humberto Henrique e Dr Manoel Sobrinho - que votaram contra - alertaram para o risco”.
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: A Câmara anulou o aditivo de prorrogação do contrato da Sanepar para 2040? Como é possível decretar a nulidade do que não existe? Ora, se o Legislativo devolveu a proposta de prorrogação sem votá-la, significa que o aditivo não existe. E se o aditivo não existe, anularam o que?
Essa história do contrato de concessão do sistema de água e esgoto de Maringá para a Sanepar, que termina ano que vem, está mesmo ficando estranha, muito estranha.
Dá o que pensar a análise feita pelo Akino Maringá no blog do Rigon. Veja:
“Aos poucos a história do contrato da Sanepar e o interesse de Ricardo Barros vão ficando claros. Na sessão da Câmara de quinta-feira quando Marly falou que John tinha dito que havia interesse do d eputado, este respondeu confirmando,dizendo que era natural, pois o Barros era deputado e devia se interessar pelas coisas da cidade. Há cerca de um mês quando o jornal O Diário do Norte do Paraná levantou a questão do fim de contrato e o aditivo que não passou pela Câmara, John questionou os interesses que estariam escondidos. Insinuou que talvez a Sanepar tivesse deixado de ‘comparecer’ com alguma verba. Agora, ele mesmo nos dá a notícia de que o aditivo veio para a Câmara e só não foi votado por um pedido de vista do Bravin. Na sua coluna de hoje o Ravagnani criticou uma emenda à Constituição estadual que proíbe a prestação de serviços de água e esgoto por empresas privadas, dizendo que a mesma é inconstitucional.
Nossa conclusão: Há interesse no fim da concessão à Sanepar, mas não para retomada dos serviços pelo município e assim a ‘abertura de uma licitação’, onde uma empresa, quem sabe a Sanebarros, Sanemalucelli ou Sanepingafogo ganhe. Como Ricardo é sócio de uma empresa de água mineral, pode ser que o abastecimento seja feito com água de seus poços e a Biopuster se encarregue do esgoto”.

Ri de que?

Tem por aí uma pá de babacas, que ri a toa, ri de tudo. Ri da desgraça alheia, ri do “humor chulé” , ri do trocadilho infame, ri da piada sem graça, ri do manco, ri do fanho, do gago. É para eles que Haroldo de Campos transcriou este poema do russo Victor Vladimirovitch Khliebnikov , que acabo de pinçar do ótimo Blog do Mello:

Ride, ridentes!
Derride, derridentes!
Risonhai aos risos, rimente risandai!
Derride sorrimente!
Risos sobrerrisos – risadas de sorrideiros risores!
Hílare esrir, risos de sobrerridores riseiros!
Sorrisonhos, risonhos,
Sorride, ridiculai, risando, risantes,
Hilariando, riando,
Ride, ridentes!
Derride, derridentes!

Competência, a gente ver por aqui

“Parte da ponte do Contorno Norte nas proximidades do Jardim Copacabana/Hermann Moraes Barros, em Maringá, terá que ser refeita. Um erro na construção foi constatado ontem à tarde, e deixou irritada a direção da empreiteira que realiza a obra”, informa Ângelo Rigon em seu blog, o mais lido dessa terra maringalis.


São coisas que acontecem na “administração cidadã”, que de tão competente, só apresenta problemas para a população. Por exemplo:
. Condomínio do Idoso, 15 meses de atraso
. Restaurante popular, 12 meses de atraso
. Obras do Novo Centro , 22 meses de atraso .Casas do PAC para o desfavelamento onde não há favela, se desmanchando
antes de serem concluídas
.Problema do tratamento do lixo, preso por uma teia de irregularidades
.SAMU funcionando a meia-bomba
.Obras do Contorno Norte eivadas de senões
.Problemas nos banheiros recém reformados do Estádio Wllie Davids
.Problemas no Ginásio de Esportes Valdir Pinheiros
.Centros esportivos abandonados ou com pseudo-reformas, como o do
Borba Gato que, só por ironia, leva o nome da Secretário de Esportes Edith Dias
.Procom sendo criticado pela ruindade dos serviços que presta

.Dengue voltando com força, por falta de prevenção

13 de novembro de 2009

Estão colocando Pessuti na frigideira


Candidatura de Pessuti estaria com os dias contados
Os deputados do PMDB já teriam uma data – fevereiro de 2.010 – para dizer ao vice-governador Orlando Pessuti que sua candidatura à sucessão do governador Roberto Requião não seria viável. Que, para garantir a reeleição do grupo, buscariam um palanque forte, que seria do tucano Beto Richa. Longe de querer “magoar” o vice-governador, ou ser contra a sua candidatura, o que os deputados peemedebistas querem é salvar sua própria pele”.
. Hora H News

PS: O Pessutão é uma grande figura, mas não é de hoje que sinto que ele será cristianizado. Mas pelo jeito acontecerá pior: será fritado em óleo de canola.

12 de novembro de 2009

Que presidente não queria uma oposição dessa?

O Ministro das Minas e Energia, Edson Lobão é tido como um neófito energético. Nas entrevistas que deu sobre o apagão mostrou mesmo não ser do ramo. Por isso a oposição, que quer aproveitar o breu para desgastar a presidenciável Dilma Rousseff, tenta convocá-la para dar explicações no Congresso. Não sem razão, porque antes de ir para a Casa Civil, Dilma era Ministra das Minas e Energia, cujo setor conhece e lá continua dando as cartas.
O presidente Lula, que não é bobo nem nada, montou uma operação “deixem Dilma fora dessa porque energia é assunto do Lobão”.
Mas vamos e venhamos: a Oposição, liderada pelo histriônico Artur Virgílio, não está conseguindo disfarçar o objetivo eleitoreiro da convocação da Ministra. O presidente Lula tem ou não tem os adversários que pediu a Deus?

Não `a violência

Está começando agora em Maringá, mais precisamente no Hotel Intercacional, um Seminário Regional de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes.Este hote fica perto da Uningá, saída para Paranavaí. Quem promove é Secretaria de Estado da Criança e da Juventude

11 de novembro de 2009

ALVOroço no ninho tucano


Saiu no Hora H News que uma ameaça ronda a candidatura do PSDB ao governo do Estado:

"A maior ameaça que surge a esse projeto político com todas as condições de prosperar vem das próprias fileiras do PSDB na figura do senador Alvaro Dias.

A bronca com as atitudes de Alvaro é tamanha que uma importante liderança tucana do Paraná costuma se referir ao senador como sendo o “Aécio da terceira idade”.

Ou seja, Alvaro estaria repetindo na disputa paranaense o papel desagregador que vem sendo exercido pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves, no cenário nacional".

Enfim, um fato


"Esse talvez seja o primeiro episódio recente em que a oposição tem um fato concreto, cristalino, para exigir explicações, e para gerar desgaste ao governo Lula.

O "Apagão" de terça não é factóide. Não é a agenda da Lina, não é a CPI da Petrobrás. Não. O "Apagão" foi um fato.

A oposição saberá extrair daí material político?

Tenho dúvidas. O problema é que falar em "Apagão" agora faz o povo lembrar do "Apagão" do FHC... Talvez seja um tiro no pé.

A oposição vive num apagão permanente. Esse , sim, gravíssimo. A ponto de FHC ter ressurgido das trevas para liderar a neo-UDN".

. Rodrigo Viana (blog ESCREVINHADOR)

Putsgrila!

O PP está de novo nas TVs do Estado, ressaltando que o partido tem a cara do Paraná. Putsgrila , será que o Paraná é tão feio assim?

previsível

Milton Ravagnani (O Diário) escreve:
“…O Procon de Maringá nunca foi bom. No máximo, razoável. Mas agora é absurdamente ruim. E tem culpa nisso o prefeito Silvio Barros. É ele quem nomeia o diretor responsável pelo órgão. E, não se sabe por que, mantém uma diretoria tão incompetente ali. Não faltam exemplos nem motivos para se mexer naquela estrutura. O Procon existe para proteger o cidadão, não para facilitar a vida das empresas. Para isto existe a Acim e o Sivamar. Para defender o cidadão, não existe ninguém”.

PS: Esperavam o que do Dorival Dias?

Fazendo bem feito

foto Blog do Rigon

Depois do "a gente fala, a gente faz", ouvi hoje no progrma do Pinga Fogo o prefeito Silvio Barros II dizer,sobre a pista de atletismo do WD:
"Quando a gente faz, a gente faz bem feito". Que o digam as casinhas do "PAC Santa Felicidade".

Nassif e o dilema da escada

"Estou em uma pizzaria perto de casa, sem ânimo para subir vinte andares"

. Luis Nassif, em tempo real e em noite de apagão

Serra cai

Pesquisa do Vox Populi que acaba de sair do forno (foi divulgada hoje pelo pelo Jornal da Band) mostra que José Serra caiu e Dilma subiu:
Serra passou de 40% para 36%.

Dilma passou de 15% para 19%.

Ciro passou de 12% para 13%.

Marina passou de 5% para 3%.

10 de novembro de 2009

Na sucessão presidencial, Serra balança

“Aécio é mais amplo politicamente que Serra”, diz presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra. Isso significa também que o governador de São Paulo não tem ainda sua candidatura a presidente consolidada. Se aqui Álvaro ameaça Beto, na esfera federal Aécio provoca olheiras em Serra.

Idas e vindas no processo da sucessão estadual

O tucano Gustavo Castro está tiririca com o deputado Alfredo Kaefer, que disse em entrevista a Folha de Londrina que “ o sentimento da maioria do PSDB é de apoio à candidatura de Beto Richa ao Palácio das Araucárias”. Li esta declaraçao no blog Paçoca com Cebola, do amigo Claudio Osti: “Como filiado ao PSDB e militante tucano desde 1996, membro da Comissão Executiva Nacional da Juventude do PSDB no segundo mandato e ex- membro titular do diretório nacional do partido, acredito que apesar de parcialmente correta, sua afirmação de que a maioria do PSDB prefere Beto Richa é também injusta. Primeiro porque não foi feita nenhuma consulta aos filiados do partido, então, o que existe é a clara preferência da cúpula do partido no estado por Beto Richa, o que me faz lembrar que o diretório estadual do partido foi transformado num comitê eleitoral, de campanha mesmo, e o pior de tudo é que esta campanha está sendo financiada com o dinheiro do fundo partidário. Fato que lamentavelmente rouba credibilidade do nosso partido”.

Bem, isso quer dizer que o prefeito de Curitiba não tem garantida a sua candidatura, podendo perder a vaga para o senador Álvaro Dias? Pelo jeito, o quadro de candidatos a governador do Paraná ainda é uma incógnita. Se realmente houver esta possibilidade de Álvaro derrotar Beto, o cenário de 2010 se alterará radicalmente. Neste caso, Osmar cai fora da disputa , Pessuti pode ser “cristianizado” por Requião e Álvaro, que muitos achavam ser bananeira que já deu cacho , pode mandar o Darcy Machado providenciar o alfaiate para confeccionar o terno de posse.

Dá-lhe da Vinci !



O caso da moça do vestido curto , hostilizada na Uniban, revoltou até o espírito de Leonardo da Vinci. Irritado , o gênio italiano mandou a sua Modaliza sair um pouco do
Museu do Louvre e vir até o Brasil protestar contra o conservadorismo babaca da universidade e de boa parte de seus abestados alunos.

CBF ferra a Globo


Saiu no Estadão Online:

“A CBF anunciou nesta terça-feira a alteração do horário dos jogos do Campeonato Brasileiro, motivada pelo início do horário de verão.
Os novos horários valerão já neste final semana, pela 35.ª rodada da competição. Aos sábados, as partidas serão realizadas às 19h30. Nos domingos, os jogos acontecem às 17 horas e às 19h30”.
Quem não gostou nadinha foi a Globo, que terá que mexer na sua grade de programação, azedando o humor do Faustão.

Pincei a caricatura do blog Conversa Afiada

Do Macaco Simão



Zé Simão sugere essa roupa aí para ser adotada na Uniban, aquela escola que censurou a loira do vestido curto. E ironiza: “E esses são universotários. Alguns alunos foram no programa da Lucianta Gimenez e um deles disse que estavam "defamando" a universidade. E outro disse: "eles querem 'degrenir' a faculdade".

Hoje teve umas manifestações sobre o caso, mas a melhor delas é a "pela descriminalização das gostosas". Rararará!

Isso é história


Vendo agora de manhã no blog do Rigon a foto das torres da Praça Pio XII , mais conhecida como praça das antenas, lembrei-me de um episódio que precisa ser registrado nos anais da história de Maringá. Seguinte: ali por 73, 74, os donos da Rede Paranaense de Rádio, Joaquim Dutra e Samuel Silveira, projetaram construir a sede da TV Cultura naquele redondo, que até então era só mato. O prefeito Silvio Magalhães Barros I brecou, com o argumento de que não permitiria edificação numa praça. Por causa dessa discussão, criou-se uma animosidade insuperável do grupo empresarial com o prefeito. Sem o espaço físico desejado para construir, Dutra e Samuel alugaram o recém desocupado prédio do Instituto Filadélfia para instalar a TV Cultura, Canal 8, que entrou no ar em setembro de 1975. Por questões protocolares, o prefeito estava na solenidade de inauguração, transmitida ao vivo. Porém, mesmo sendo a autoridade máxima do município, era quem menos aparecia no vídeo. Havia orientação expressa aos câmeras e diretor de tv para evitarem ao máximo a aparição de Silvio. Mas o prefeito, cuja administração foi marcada pela polêmica, não deixou barato: em 76, ele proibiu que o carro de externa da TV Cultura entrasse no Estádio Willie Davids para gravar teipes dos jogos do Grêmio. A situação se complicou tanto que para enviar os gols e as melhores defesas do goleiro Rubens para o Fantástico, a TV Cultura tinha que emprestar as imagens da TV Tibagi, de quem havia herdado a programação da Rede Globo, como conseqüência da ferrada que Paulo Pimentel levara do Regime Militar, que até então, ele defendia com unhas e dentes.
Passou o resto de 1975 e todo o ano de 1976 (último da administração SBI) e a TV Cultura não tinha imagem nenhuma do prefeito. Muito menos entrevista. Registro então outro fato, do qual fui personagem: o saudoso Rubens Ávila, editor chefe da Cultura, agendou anos depois, uma entrevista com Silvio Barros, que estava fora da vida pública, vivendo discreta e modestamente numa casa da Rua Rui Barbosa. O argumento do Rubão: “ Messias, vamos lá fazer uma entrevista com o Silvio, porque conversei com ele por telefone e ele me disse que estava mal de saúde. Se ele morre, não temos nada dele par colocar no ar, a não ser fotos de jornais e um slide de péssima qualidade técnica. Vai lá e entrevista o ex-prefeito sobre o fim do bipartidarismo”. Fui e na volta levei uma bronca do chefe. Não porque a entrevista tenha ficado ruim, pelo contrário, ficou ótima, porque Silvio se expressava com facilidade e tinha capacidade incrível de interpretar a cena política. O problema é que a entrevista ficou longa demais, um exagero considerando que não era VT, era filme sonoro e eu e o cinegrafista José Antônio Tofanetto (Geada) havíamos consumido os 12 pés do magazine da câmera. Dois meses depois, Silvio Barros faleceu e mandamos pro ar quase 4 minutos de entrevista com o ex-prefeito.

Em tempo: Geada continua na ativa e a TV Cultura ocupa ainda hoje o prédio alugado, embora o tenha reformado e ampliado várias vezes, para atender as exigências do crescimento da emissora, onde trabalhei por 15 longos anos.

Floris culpa os analistas, mas os partidos é que produzem o efeito sanfona de todos os dias. O seria de um só Dias?



”Pouco tem se falado em plano de governo, como se a construção das alianças fosse uma discussão independente a isso.É no mínimo estranho a pressa que a imprensa tem em saber o desfecho das alianças políticas no Paraná. Como em um bolão, todos os dias comentaristas políticos dão seus palpites no intuito de matar a charada em primeira mão.Há meses, o assunto tem rendido conteúdo para jornais e blogs. Embora sempre tratado no campo da incerteza, as alianças para 2010 são unanimidade nas páginas de política. Matérias que vivem se contradizendo. O que é certo em um dia, no outro já é desmentido pelos envolvidos. Fazendo um verdadeiro nó na cabeça das pessoas.
Agora, política de fato, plano de governo em si, pouco ou nada tem sido debatido. Rara exceção foi o elogio feito pelo senador Osmar Dias ao governo de Requião, que, segundo ele, tem fortalecido as estatais e obtido grande êxito em sua política tributária. “Elogios que, curiosamente, ganharam pouca repercussão”.

A queixa é do Florisvaldo (blog do Floris), bam-bam-bam do PT paranaense. Faz um certo sentido, mas só um certo sentido. Na verdade, as especulações sobre os cenários possíveis (e previsíveis) para 2010 estão respaldadas na inconsistência dos partidos , porque eles sim, é que vão e voltam todos os dias (Dias?) , dando a cena política um efeito sanfona, com forte característica de nuvens de verão.

9 de novembro de 2009

Dobradinha PT/ Osmar e a síndrome do efeito pisca-pisca

O papo agora é partidário. PT e PDT voltam a se conversar , mas deixam o senador Osmar Dias de fora, para facilitar a costura . Mas há resistências dentro do Partido dos Trabalhadores e pela declaração que acaba de dar, em defesa da candidatura do ruralista Abelardo Lupion ao Senado, Osmar está mais pra elefante em loja de louças do que para articulador da sua própria candidatura ao governo do Paraná. O esforço do ministro Paulo Bernardo para concretizar a dobradinha Osmar, sabe-se lá quem (seria Gleisi?) é muito grande. Mas não está fácil. Ainda mais agora que a secretária de Ciência e Tecnologia e ex-reitora da UEL, Lygia Puppato, está gostando da brincadeira de ser ela a candidata do PT á sucessão estadual.

Então a coisa está neste pé: Osmar é o candidato, não é o candidato; é o candidato,não é o candidato; é o candidato,não é o candidato... e dá-lhe efeito pisca-isca!

Espetáculo da natureza


A cena, registrada pelo fotógrafo Paulo Pinto, da Agência Estado, soa como uma música. Os pássaros nos fios da rede elétrica formam uma partitura. Informa o JC Cecílio em seu excelente blog, que o paulistano Jarbas Agnelli recortou a foto e no estúdio da sua casa a transformou em uma linda melodia. “Assim, os pássaros empilhados viraram acordes e os solitários, notas no teclado. Depois, coloquei o xilofone e, na seqüência, clarinete, fagote e eboé”, relata Agnelli.

Lamento minha inabilidade técnica para postar aqui a obra de arte do fotógrafo e do músico. Mas recomendo o blog do JC Cecílio (link ao lado). Vale a pena.

Crônica da exclusão anunciada

Sobre as casas do PAC, que a “administração cidadã” constrói para moradores a serem enxotados do bairro Santa Felicidade , em Maringá, escreve o amigo Elias Brandão, em seu blog:

“Quando o terreno do Conjunto Paulino Carlos Filho começou a ser organizado, todo mundo da região que passava pelo local via os riscos e não precisava de engenheiro para tal. Era questão de dias e tudo desabaria. Estava a vista. Sabia que recursos do PAC (recursos públicos) seriam jogados barranco abaixo com as primeiras chuvas. Ainda não desabaram, mas é questão de chuvas”.

SUGESTÃO: Que os juízes de Maringá façam um turnê pela cidade para conhecerem Maringá, passando pelas obras do PAC, Contorno Nor te, Contorno Sul, fundos de vale, entre outras obras e locais para que, quando forem decidir uma ação, saberem melhor as decisões a tomar. A melhor escola para os magistrados neste momento histórico é visitar a cidade, conhecendo a periferia, onde as obras são bonitas por fora e um perigo por dentro. No caso das casas do Conjunto Paulino Carlos Filho, são perigosas por fora e por dentro”.

De Marília para Caetano

"Eu que sempre fui fã do Caetano artista, sempre detestei o Caetano político! Ele sempre foi assim: quando abre a boca para falar, é um desastre. Mas, dessa vez, ele conseguiu me deixar com uma verdadeira fúria! Preconceituoso, desrespeitoso,arrogante,cafona e tucano grosseiro !!! Mas o bom é que eu acho que com essas declarações ele conseguiu realçar mais ainda o valor e a elegância do Lula!"


. Marilia professora da Universidade de Paris, no blog do irmao Paulo Henrique Amorim

De Lula para FHC e Caetano, com carinho

Lula psicografa Patativa do Assaré e responde FHC em versos. Serve também para Caetano Veloso, o arrogante filho de Santo Amaro da Purificação:

"Poeta, cantor de rua,
Que na cidade nasceu,
Cante a cidade que é sua,
Que eu canto o sertão que é meu.
Se aí você teve estudo,
Aqui, Deus me ensinou tudo,
Sem de livro precisá
Por favô, não mêxa aqui,
Que eu também não mexo aí,
Cante lá, que eu canto cá.
Você teve inducação,
Aprendeu munta ciença,
Mas das coisa do sertão
Não tem boa esperiença.
Mas porém, eu não invejo
O grande tesôro seu,
Os livro do seu colejo,
Onde você aprendeu.
Pra gente aqui sê poeta
E fazê rima compreta,
Não precisa professô;
Basta vê no mês de maio,
Um poema em cada gaio
E um verso em cada fulô".

. Pincei do blog do Luis Nassif

De que se alimenta a indústria bélica?

"Quando o soldado de Israel dispara contra a cabeça do garoto palestino, a bala que vai matar a criança faz parte de um estoque de 300 bilhões de dólares que a indústria bélica faturou nas duas últimas décadas com a venda de armas para o Oriente Médio.

Portanto, se alguém realmente quer acabar com a violência, antes de tudo precisa acabar com a indústria bélica. Mas, acabando com a indústria bélica, acaba-se também com o narcotráfico, já que um vive umbilicalmente ligado ao outro. E aí é que surge o problema, pois, estimativas dos organismos internacionais informam que o narcotráfico movimenta por ano mais de um trilhão de dólares, como produto ou através de empresas legalmente constituídas".

. Por Jorge Bourdoukan

Direto do Bar do Bulga

"Cheguei
Do concurso publico para a câmara municipal \de Maringá

Figurinhas
Entre os postulantes a única vaga de jornalista disponível, figurinhas fáceis de encontrar...

Quem?
Messias Mendes, Leonardo Filho, Thiago Ramari, Vanda Munhoz, Fabio Massalli, Vanessa Bellei, Dayane Barbosa...

Caiu...
Análise sintática, textos da revista Veja (o Messias deve ter adorado), perguntas sobre word, excel ...

Resultado
Foi uma prova objetiva com respostas subjetivas

Tempo
Fiz em uma hora e meia. Como o tempo não é fator classificatório, não devo ter me dado muito bem...

Divertido
Seria o Messias Mendes ser aprovado e trabalhar na Câmara.

Títulos
Não tivemos prova de redação, mas há o requisito “títulos’. Neste caso, Fabio Massalli é um dos favoritos: tem pós,pós, mestrado e título de Visconde de Sabugosa.

Messias
“Eu sou tenho o título de cidadão benemérito de Pintadas. Serve?”

Pintadas
É a terra natal do veterano jornalista maringaense".


PS: Bem meu caro Marcelo Bulgarelli, análise sintática foi meu forte, mas isso há muitas décadas, quando eu ainda cursava o ensino básico. O tempo vai nos enfraquecendo a memória e por mais que eu tenha tentado reativar a minha, confesso que tive dificuldades insanáveis neste quesito. Porém, valeu pela participação no concurso, pelo prazer de encontrar lá, jornalistas da melhor qualidade, como você, o Massali, o Leonardo (a quem o Requião manda um grande e afetuoso abraço) e a Vanda. Éramos 48 candidatos para uma única vaga. Nenhum de nós temos obrigação de passar. Até porque, se nos dermos esta responsabilidade, estamos desconsiderando os demais concorrentes. Ainda mais que eu, você e tantos outros, saímos zerados na prova de títulos. Exigiam mestrado e doutorado. A graduação foi desconsiderada. Até o diploma de um estágio universitário que fiz na Câmara Federal em 79 não teve valor algum. Mas tudo bem, mesmo sem os pontos da prova de títulos, todos nós temos chance. Se for eu, vamos bememorar no seu boteco, se for você, a Vanda, o Leonardo Filho ou o Massali, bememoraremos da mesma forma. E isto, com a certeza de que a Câmara ganhará um bom assessor de imprensa.

Grade da Globo faz mal ao Brasileirão no domingão do Faustão

"Quando o Fluminense fez gol aos 15 minutos do segundo tempo, os jogadores não conseguiam mais correr no Maracanã.

Devia fazer uns 50 graus.

Um espetáculo lancinente.

Juiz e jogadores se arrastavam.

Tudo isso para não desmontar a grade da Globo.

O que o Ministro da Saúde espera?

Que alguém morra em campo ?

Ou o ministério também quer dar uma mãozinha ao Faustão ?"

. Paulo Henrique Amorim (Conversa Afiada)


PS: A propósito da ditadura televisiva, estabelecida pelos altos valores da exclusividade que a Globo paga pelos direitos de transmissão, seria interessante a CBF esclarecer como é este contrato de exclusividade. E por que a Band só transmite os jogos que a Rede Globo permite, nas quartas-feiras e domingos?

“Querida, encolheram o campo!”

Foto: Blog do Rigon

Desde os bons tempos do Grêmio Esportivo , o Willie Davids é elogiado pela qualidade e pelas dimensões do seu gramado. Passaram-se os anos, o futebol de Maringá desapareceu e sem um bom time, o estádio foi ficando ao abandono, ou quando muito, virando palco de outros espetáculos que não o futebol profissional. O gramado, como se vê, continua lindo, mas descaracterizado e reduzido a dimensões de “rachão”. Fosse vivo, Zé Garoto, que tinha espaço para correr pela “zona do agrião” , enlouquecer os zagueiros adversários e balançar a rede com espantosa freqüência diria, indignado:” Querida, encolheram o campo de jogo!”.

8 de novembro de 2009

Lygia se apresenta para barrar dobrada PT-Osmar


“O senador Osmar Dias nunca esteve do lado do PT, ele tem toda sua história no grupo político que sempre foi contra o PT. Ele tem que se definir, embora depois que assinou a CPI contra o movimento sem-terra sua situação fica bem difícil dentro do Partido dos Trabalhadores”. Palavras da Secretária de Ciência e Tecnologia do Paraná, Lígia Puppato, que pode ser candidata a governadora, com Gleisi senadora.
Sinceridade? Não acredito mais na aliança PT-PDT e estou cada vez mais convicto de que Osmar Dias vai mesmo é tentar renovar seu mandato de 8 anos no Senado. Sempre achei que Osmar e PT não dava liga.

7 de novembro de 2009

Muros da vergonha e cinismo

"A mídia Ocidental celebra a queda do muro de Berlim. Mas ignora o Muro do Apartheid construído por Israel para oprimir os palestinos.

A mídia Ocidental festeja o fim do muro de Berlim, mas ignora que os palestinos estão morrendo de sede porque os israelianos(governantes arianos de Israel) fecharam as torneiras.

Outro muro que a mídia ignora solenemente é o que foi construído pelos Estados Unidos para evitar a entrada de mexicanos no país.

Muito mais mexicanos e palestinos morreram vítimas dos muros do que os cidadãos da Alemanha.

Isso também é ignorado.

Coisas da mídia ocidental".


. Jorge Bourdoukan

Transparência, agente vê por aqui!

"De acordo com o relatório abaixo, a CCP Engenharia de Obras, que constroi as casas com recursos do PAC Santa Felicidade no Conjunto Paulino de Carlos, em Maringá, teve empenhados valores de R$ 2.544.187,50 pela prefeitura municipal em setembro último. A Provectum, que também admitiu à TV Cultura ter levantado as casas, teve empenhados R$ 715.352,11 no mesmo mês. Como a prefeitura não especifica em seu site da Transparência nem no relatório, não dá para se saber se o dinheiro foi gasto apenas com obras financiadas pelo PAC".

. Blog do Rigon


PS: Será que o Observatório Social encaminhou alguma denúncia a Procuradoria Geral da União?

Toda flatulência será perdoada


Dr. Batista consola o prefeito de Sarandi após a queda do palanque em Paiçandu:
- Calma Milton, depois de tudo o que passamos, que mal faz um peidinho?

Pincei a foto do blog do Hilário Gomes

Fora Luxa!

Saiu no blog do Juca Kfouri e, na condição de santista que vê no Luxemburgo um técnico “limpa cofre” , reproduzo a nota da chapa de oposição ao atual presidente Teixeira:


NOTA DE REPÚDIO 

"A chapa "O Santos pode mais" vem a público repudiar as recentes declarações do treinador Vanderlei Luxemburgo da Silva sobre as eleições presidenciais do clube.

Função de treinador é treinar a equipe. E, convenhamos, há algum tempo Vanderlei Luxemburgo da Silva deixou suas tarefas em campo em segundo plano.

Vanderlei Luxemburgo da Silva recebe um dos maiores salários do futebol brasileiro para conquistar resultados. Títulos. Vitórias.

Hoje, infelizmente para a nação santista, Vanderlei Luxemburgo da Silva cumpre todas as funções possíveis dentro da Vila Belmiro. Às vezes é manager. Às vezes é político. Nesta semana, virou o cabo eleitoral mais bem pago do Brasil. Técnico, faz tempo que não é.

Lamentável que o atual presidente do clube terceirize para um funcionário o dever de discutir o futuro do Santos.

Lançamos a Vanderlei Luxemburgo da Silva um desafio público: comparemos as histórias de vida, os escândalos, as investigações em Comissões Parlamentares de Inquérito.

Neste quesito, devemos reconhecer, Vanderlei Luxemburgo da Silva é recordista e ganha de goleada. Tem a experiência que nosso grupo de fato não tem.

Por outro lado, a performance de Vanderlei Luxemburgo da Silva como empresário é de dar pena. Montou com um sócio paranaense uma casa noturna há uma década. Rapidamente o negócio afundou.

Há dois anos, lançou com pompas o "Instituto Wanderley Luxemburgo". O resultado é uma penca de alunos lesados, professores com salários atrasados e parceiros desmoralizados.

É este empresário que, se Marcelo Teixeira ganhar, vai comandar o fundo de investimentos que ninguém sabe de onde vem e para onde vai.

Nossos parceiros são notadamente homens de sucesso. Comandam mega-empresas. Nossos investidores têm CPF, RG e endereço fixo.

E, como homens inteligentes e de sucesso, jamais deixariam o dinheiro que virá para reerguer o Santos nas mãos de alguém como Vanderlei Luxemburgo da Silva, sem duvida um treinador com sucesso na carreira, mas um fracasso estrondoso como empreendedor". 

Luiz Roberto Serrano 

Presidente da Associação Resgate Santista 

6 de novembro de 2009

Meninos, eu vi!

“Queríamos apenas mostrar o andamento das obras no estádio Willie Davids. Mas, mesmo estando do lado de fora, fomos agredidos e ofendidos por funcionários da Recoma (responsável pelo trabalho). Os trogloditas, que danificaram parte do equipamento de reportagem, alegaram que eu e Célio Mendonça estávamos atrapalhando o trabalho deles. Disseram também que a técnica usada para a pintura da pista de atletismo não podia ser mostrada. Foi algo desagradável e desnecessário. Só esperamos que essa 'técnica sigilosa' seja eficaz e que a pista e o estádio ofereçam a qualidade esperada pela população”.

. Leonardo Filho

5 de novembro de 2009

Emir Sader sobre FHC

"Ao chamar Lula de neo-peronista, FHC quer usar o termo como um palavrão, mas veste definitivamente a roupa da oligarquia latinoamericana, decrépita, odiosa, antinacional, antipopular. Um fim político coerente com seu governo e com seus amigos aliados".

Recordar é viver


Esta foto aí é de dezembro de 1995, quando lancei no Auditório Helio Moreira o livro Sociologia de Botequim. Revendo meus arquivos esta manhã, lembrei com saudades de dois amigos queridos que já se foram: Marylin Tupã e José Pacheco dos Santos (os dois últimos, a partir da esquerda). Ao lado da então secretária de Cultura do Município, Jorge Sameki, hoje presidente da Itaipu Binacional e na seqüência: este modesto escriba, o prefeito Said Ferreira, a vereadora Edith Dias e meu dileto amigo Antônio Carlos Moretti, jornalista dos bons.

Glória ao povo palestino

"Que não se deixa abater pelo roubo de suas terras,
Que não se deixa abater pelo roubo de suas águas,

Que resiste aos invasores com pedras,
Que resiste às bombas de fósforo e urânio,

Que não deixa o muro do apartheid abafar seus gritos.
Que não esmorece quando destroem seus hospitais e escolas.

Glória ao povo palestino,
Última resistência da humanidade
Contra os senhores das trevas"

. Jorge Bourdoukan

Competência, a gente vê por aqui

"O índice geral de infestação do mosquito da dengue em Maringá é quase o dobro da média nacional: 1,9%, com muitas regiões de alto risco. No levantamento anterior, realizado em agosto, a média do município era de 0,4%. A grande maioria dos focos está em resíduos sólidos, seguido de tinas e tanques e em pratos de vasos. Dia 14 haverá um arrastão para coleta de resíduos (Maringá, infelizmente, está uma sujeira de dar dó) em parte da Morangueira, Jardim Ebenezer, João Paulino, parte da Vila Esperança e Cidade Jardim, Vila Santa Isabel, Borba Gato, Operária e bairros próximos ao Residencial Aeroporto. Serão recolhidos apenas materiais que acumulam água. Moradores que colocarem sofás, geladeiras, fogões e outros objetivos na calçada serão acionados a recolher - avisa a prefeitura".

. Do blog do Rigon

A culpa é do vírus

Não há o que justifique aquele ataque abestado contra uma equipe de TV hoje de manhã no Willie Davids , em Maringá. O cinegrafista Célio Mendonça, da Ric , foi agredido porque fazia imagens das obras do estádio. E nem lá dentro se encontrava, filmava do lado de fora. Mesmo que estivesse dentro do gramado, qual o problema? Afinal, o espaço é público.
Diante de tamanho absurdo, é possível atribuir o destempero dos operários ao vírus da prepotência e da arrogância que ronda o ameaçado Eixo Monumental.
O sargento Tavares fez uma observação interessante em pitaco no blog do Rigon:

- Rigon, está proibido filmar a área 51, ou o Estádio Regional Willie Davids, porque ali será a base de lançamento de mísseis com lixo para o lixão de Sarandi.

A Bahia está corada de vergonha

"O cantor Caetano Veloso afirmou, em entrevista ao jornal “O Estado de S.Paulo”, que, se a senadora Marina Silva for candidata à presidência da República em 2010, ele votará nela, e fez comparações entre Marina e o presidente Lula: “Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é cabocla, é inteligente como o Obama, não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro. Ela fala bem”, afirmou.
. Blogo do senador ´`alvaro Dias

PS: que vergonha, ehim mano Caetano!

Piadas, piadas. Como evitá-las?

"Dizem que foi um peemedebista maringaense quem mais se feriu na queda do palanque em Paiçandu.
Conhecido puxa-saco do governador, na hora ele estaria naquela região dos, digamos, países baixos. Sabe como é, o corrimão do sucesso é o saco do patrão..."
. blog do Rigon

Um palanque no chão e várias ilações

Devagarinho vai se esclarecendo as causas da queda do palco que feriu algumas autoridades hoje em Paiçandu, inclusive o governador Requião. Parece que foi problema de estrutura do palco mesmo. Teria sido montado com um enorme vão livre, provocando o rompimento das colunas de sustentação quando ficou lotado. Mas há quem diga também que havia muito peso, em cima, inclusive de consciência. Falou-se ainda em sabotagem. Seja lá o que for, o fato é que o governador saiu mancando e extremamente irritado, o que não é de se estranhar. Pena que quem acabou pagando o pato foi o bom e simpático repórter Leonardo Filho, da Ric. Ele deixou Requião vendendo azeite com uma pergunta desconfortável sobre a Penitenciária Semi-Aberta.

Absurdo dos absurdos

Pode acreditar, mas uma PEC ronda o Senado com o objetivo de criar novos municípios no Brasil. A proposta é de transformar em município todos distritos com mais de três mil habitantes. Será que o erário suporta mais esse absurdo?

4 de novembro de 2009

O xadrez da sucessão estadual



Os maus bofes do governador Requião com relação ao PT está deixando o senador Álvaro Dias cheio de esperança. Num confronto direto com Beto e Osmar, ele não perde para nenhum dos dois, conforme pesquisas não direcionadas ao prefeito de Curitiba. “Se conseguir amarrar o PMDB do Paraná a candidatura Serra, Álvaro fará com que a alta cúpula tucana ‘convença” Beto a terminar o seu segundo mandato na prefeitura da capital. Isso acontecendo, Osmar joga a toalha e Requião “cristianiza” Pessuti. É nesta hora que o fiel escudeiro de Álvaro, Darcy Machado, entra em ação para negociar com o alfaiate predileto do senador, a confecção do terno de posse.
Um amigo me perguntou maldosamente se sou alvarista. Respondi que nunca fui, não sou e nem serei. Mas quando se trata de montar cenários possíveis para as eleições de 2010, o bom senso recomenda, no mínimo, uma dose de realismo com uma pitada de lógica.

Vem aí, o super Divanir 2012!

"Surge um motivo para a desistência de Divanir Braz Palma (PSC), que era apontado como pré-candidato a deputado estadual: uma reunião no final de semana optou por se preservar para a disputa da prefeitura, em 2012".

. Do blog do Rigon

PS: Em 2012 o Divanir, que é comprovadamente um “campeão” de votos, estará em plena forma , pronto para bagaçar.

Mídia desinforma sobre semi-aberto.

A construção de uma penitenciária de regime semi-aberto em Paiçandu continua gerando protestos dos moradores, que temem a presença de presos perigosos vivendo em regime de quase liberdade. Mas há muita informação distorcida aí. Recorro aos conhecimentos do especialista em Direito Penal, ex-promotor de Justiça Joel Coimbra, para esclarece a verdade dos fatos. Me escreve Dr. Joel:
“ A informação que a imprensa está passando à população sobre o regime semi-aberto está errada. No regime semi-aberto o preso não sai da cadeia para trabalhar fora. Ele fica trabalhando na penitenciária. Só sai da cela. É por isso que temos penitenciária agrícola, penitenciária industrial, etc. O preso só sai da prisão para trabalhar fora e depois retorna para dormir na prisão quando o regime é aberto. A isso denominamos prisão albergue. Não é o caso do regime semi-aberto. A meu ver a imprensa deveria ouvir sobre esse tema o dr. Alexandre, Juiz da Vara de Execuções Penais de Maringá, e a dra. Valéria, Promotora dessa Vara”.

3 de novembro de 2009

Competência, a gente vê por aqui

Descer ou subir a Avenida 19 de Dezembro quando o trem está passando por ali é um teste de paciência e tanto. O problema não existiria mais, há pelo menos um ano e meio, caso a “competente” administração municipal de Maringá tivesse respeitado o cronograma da obras fixado na assinatura do contrato entre município e empreiteira em 2004. Todo o projeto do Novo Centro, incluindo os viadutos e a supervia, deveria estar pronto em janeiro de 2008.

A revolta do professor

O professor de filosofia, Jorge-Henrique Lopes, está inconformado com o buraco de 12 metros que dividirá a cidade ao meio na região do conjunto Herman Moraes de Barros. Sua revolta maior é com os órgãos que deveriam fiscalizar e impedir a construção, mas nada fazem.
O professor desabafa:"Em nome de meus filhos
não permitirei a inauguração desta obra feita sem
minha consulta como MANDA as leis do Código de
Obras do Município, a Lei Orgânica do Município
e a Constituição Federal. Não quero deixar acontecer
o que já aconteceu com Paiçandu, onde uma obra
não levou em conta as pessoas e não há passarelas
para passagem de um lado para o outro.
Se necessário, usarei meu corpo para impedir
a continuidade das obras e acionarei na
Justiça os responsáveis por este CRIME".

Fonte: blog Caldo do Lui

Meu comentário: a revolta do professor Jorge, que já foi meu colega de jornalismo, é justa, justíssima. O transtorno que o mal planejado Contorno Norte vai causar a milhares de moradores da região do Hermann Moraes de Barros é enorme. Digo mal planejado porque estão usando um projeto de mais de 20 anos atrás, quando o contorno passaria fora da área urbana. Como sua construção demorou tanto tempo, era necessária uma reavaliação do projeto, totalmente defasado em virtude do crescimento da cidade . Ressalte-se que esta obra chegou a ser iniciada, com os trabalhos de levantamento topográfico e ate de piqueteamento. Mas voltou para a prancheta,provavelmente por interferencia de um conhecido "empata obras", hoje com grande influencia no governo Lula.
Mas agora, diante do dinheiro farto do PAC, o contorno, que não pode mais ser chamado de contorno, começou a sair do papel, a um custo bem modesto de R$ 140 milhões.
Vão dizer que os que questionam o projeto são contra o progresso de Maringá, o que é uma idiotice sem tamanho. Contra Maringá é quem ignora a população na hora de fazer uma intervenção desse porte na cidade.