4 de julho de 2011

Cadê a duplicação?

A duplicação da Av. Carlos Borges é uma necessidade urgente. O fluxo de veículos continua aumentando e o trecho duplicado (na gestão do PT) vai só do Contorno Sul à Praça Heitor Furtado. Da praça até a Av. Teixeira Mendes continua uma só pista, dividida por uma faixa contínua. O que sempre se soube é que a Administração Municipal não tinha como executar a obra devido à intransigência da AABB, que não aceitava recuar o seu muro. Hoje fiquei sabendo, que o município já dispõe da autorização da entidade há exatos dois anos. Sendo assim, o que impede o início das obras? Falta de dinheiro? Que contem outra.

Nenhum comentário: