30 de julho de 2011

Tiros na democracia

Foi grande o estrago ao prédio da Câmara Municipal de Maringá atingido ontem à noite por vários tiros. O Rigon, na fumaça dos acontecimentos como sempre, deu a notícia em primeira mão . Este modesto blogueiro foi no rastro, comentando que pode ter algo a ver com a campanha contra o aumento de cadeiras para 23. Isso , a partir da leitura óbvia do cenário que esta campanha besta monta na cidade. Rigon comenda na postagem seguinte à do "furo" : " Alguém pode até dizer que não tem nada a ver, mas a intimidação acontece durante acirrada discussão sobre a manutenção, redução ou aumento do número de vereadores do Legislativo e diante de uma intensa campanha da plutocracia para que a cidade tenha o mesmo número de legisladores da década de 50. Há, ainda, um movimento de entidades e partidos políticos buscando elevar o número de vereadores para 23".

Mais do que atingir um monumento de concreto, a rajada de tiros provocou lesões graves na democracia participativa. Com o devido pedido de autorização ao Balestra: Valei meu São Serapião!!!

Um comentário:

Ana Lúcia Rodrigues disse...

Caro Messias. Você está correto quando conclui que estão causadas "lesões graves na democracia participativa". Todavia a campanha pela diminuição da representatividade legislativa em Maringá é quem provocou, antes, estas lesões.