31 de julho de 2009

Protogenes seria eleito senador

Pesquisas apontam: se o delegado Protogenes for candidato ao senado por Sao Paulo sera eleito o mais vgotado, seguido de Mercadante. O comandante da Satagraha, que a midia e o tucanato tentaram fritar, faria um estrago se decidisse disputar uma cadeira na Camara Federal: seria simplesmente o deputado mais votado da historia de Sao Paulo. Isso piora o humor do governador Jose Serra, que tambem coça a cabeça e franze o senho quando lhe falam de pesquisas internas de varios partidos, que apontam Ciro Gomes com chances de chegar ao Palacio dos Bandeirantes.

Mudanças ocasionais da sucessão no Paraná

Informa Fábio Campana em seu blog que " é cada vez mais difícil a aproximação entre Osmar Dias e o PT nativo. Nos últimos dias, avançou o entendimento entre Osmar e Beto Richa, no sentido de que os dois não devem se enfrentar na disputa do governo.
Ou seja, avaliadas as condições pessoais e as circunstâncias, um dos dois deve deixar de disputar. Agora, cada qual faz a sua campanha para ver quem estará melhor no ano que vem. Sem agressões entre eles para preservar a possibilidade da aliança".

PS: Essa reaproximação dos dois principais pré-candidatos ao governo do Estado dá início à montagem de um novo cenário na sucessão estadual. Significa que a eleição do ano que vem pode ter apenas dois candidatos fortes: Beto ou Osmar e o candidato do PMDB, no caso o atual vice Orlando Pessuti. Mas engana-se quem pensa que o PT ficará de braços cruzados. Acabará se aproximando pra valer do governador Requião para compor com o PMDB uma chapa competitiva.
Eu particularmente acho que se Osmar se unir a Beto, qual dos dois for o candidato será quase imbatível. Porém, não se pode esquecer que o senador Álvaro Dias não abrirá mão assim tão fácil da sua candidatura, que é costurada a partir da alta cúpula tucana, em Brasília. Se Álvaro, por alguma circunstância, atropelar o prefeito de Curitiba, estará também atropelando o irmão Osmar, que no máximo irá para a renovanção do seu mandato no Senado. Neste caso, Álvaro voará em céu de brigadeiro, porque a possibilidade dele costurar uma aliança com o PMDB é grande. Um eventual acordo dessa natureza, levaria o governador a "cristianizar" Orlando Pessuti.E aí, Álvaro poderá encomendar o terno de posse.

Pode isso? Ele pooooooooooode!



Este jornal da Femoclam/Fecampar, ONGs que pertencem ao ex-vereador cassado Valdenir Dias, de Curitiba, está sendo entregue em Maringá. Motivo: traz uma pesquisa da Datavox (conhecida como DataBarros) em que Ricardo Barros (PP), que seria sócio informal do instituto, aparece à frente de Requião na disputa para o Senado. Valdenir Dias é o novo presidente estadual do PMN e ligado a Beto Richa (PSDB) e Barros. Basta ligar os pontinhos.
No distrito de Iguatemi, o jornalzinho estava sendo distribuído ontem por um funcionário da Prefeitura Municipal de Maringá (sergio, motorista da subprefeitura), que foi cabo eleitoral do peemedebista William Gentil, em pleno horário de expediente".
. Do blog do Rigon

Faça o teste, Claudiney

Há cerca de dois meses uma rede estadual de televisão mostrou reportagem dos alunos do último ano de Engenharia e Arquitetura da Universidade de Londrina, fazendo um teste de rua, como se deficientes físicos fossem. Uns estavam de olhos vendados e de bengala, outros em cadeiras de roda, outros de muleta, outros de talas e alguns engessados. Terminada a caminhada, eles disseram que gostaram da experiência, que a partir daquele momento passariam a ver a questão da acessibilidade com outros olhos. Será que o Claudiney Vechi viu esta matéria? Que tal os engenheiros da Prefeitura de Maringá fazerem algo parecido?

Já? Tem obra pra tanto?

Informa o O Diário , em matéria de capa, que "Cerca de 80% dos R$ 145 milhões previstos para a obra do Contorno Norte já foram liberados". Ou seja, mais de R$ 100 milhões teriam sido repassados. E onde estão as obras correspondentes a tanto dinheiro? Ouvi uma pergunta semelhante de um engenheiro amigo, quando nos encontramos esta manhã numa sala de espera do Laboratório São Camilo.

Show de arrogância

31/07/09
Foi o que se viu ontem a tarde num encontro de técnicos da SEDU com deficientes físicos na sala de reuniões do Paço Municipal. O assunto da pauta era acessibilidade. Os deficientes questionaram:"A situação não é tão boa como se propaga em Maringá. Os deificicientes estão tendo muita dificuldade de locomoção, principalmente nas calçadas, sempre cheias de obstáculos". Alguns comerciantes presentes se irritaram, dizendo que não tinham condições de se adaptar às normas exigidas pelo Código de Postura e receberam apoio dos assessores do prefeito. Um deles, o arquiteto Claudinei Vechi, chegou a ser ríspido com os deficientes, dizendo mais ou menos isso:"Quem sabe o que deve ser feito nessa área são os engenheiros". E se irritou quando um deificiente retrucou:"Os engenheiros precisam ouvir as entidades que representam os deficentes físicos quando forem elaborar algum projeto na área da acessibilidade". Vechi não usou meias palavras:"Então vocês peçam ao padeiro que faça os projetos". Uma mulher de meia-idade, que também faz parte da "Administração Cidadã", endureceu o jogo:"O que vocês querem, querem o céu?". Isso depois de um comerciante , inflado pelo apoio oficial, passar uma descompostura nos deficientes:"Vocês são minoria e querem tudo, contrariando a maioria".

Conversei agora há pouco com dois deficientes que estavam na reunião. Eles ficaram horrorizados com a arrogância e as manifestações explícitas de preconceito.Vamos ver o que acontece no próximo dia 5 no Auditório Hélio Moreira, quando a comissão formada na reunião de ondem se reunir com o CREA para debater a questão da acessibilidade em Maringá, que está uma maravilha, mas só na propaganda.

30 de julho de 2009

H1N1, o Brasil em tempo de alarmismo

Quase 1,5 milhão de alunos do ensino fundamental e médio e mais 90 mil estudantes do terceiro grau ficarão com aulas suspensas até 10 de agosto por causa da gripe
H1N1. Em Maringá as aulas na rede municipal continuam normalmente. "Por enquanto não há motivo para suspensão. Afinal nossos alunos são daqui mesmo, ninguém viajou para as áreas de risco", disse-me agora há pouco uma fonte da Secretaria Municipal de Educação.
Sinceridade: acho que esta suspensão no Estado só contribuirá para aumentar o pânico das pessoas. A Secretaria de Educação de Maringá está sendo mais comedida, embora as autoridades sanitárias do município devam ficar com as antenas ligadas. O problema é sério, todos concordam, mas o sensacionalismo da grande mídia, está causando uma verdadeira paranóia coletiva no país.
Sobre a gripe suína vejam o que fala o professor de moléstias infecciosas da USP, Dr. Marcos Boulos:
"Das doenças infecciosas, a gripe suína é uma das menos graves.
Ela mata tanto quando a gripe sazonal, que vem em todo inverno.
Dos que pegam gripe suína, 0,1% morre , o sarampo mata 40 vezes mais; a meningite, 200 vezes mais.
Essa gripe vai durar mais um mês, um mês e meio – como toda gripe, ela vem no inverno.
Quando a mídia só chama a atenção para as mortes, para os fatores negativos da doença, isso é alarmismo".

Coisas da "Administração Cidadã"

"O Sindicato dos Garçons de Maringá não vem recebendo por parte da prefeitura o respeito que tanto merece. A categoria ainda não conseguiu tomar posse no imóvel que recebeu de doação da prefeitura - Lei da Norma Deffune - porque este também está enrolado, assim como o primeiro. É o segundo que não vinga. Será que é algum castigo? O pessoal está por conta".

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: Na verdade o sindicato dos garçons entrou no conto do terreno. A vereadora apresentou projeto de lei para a doação de uma área de 1.121m2 no Conjunto Lea Leal e depois a "Administração Cidadã" decidiu trocar por outro de 973,64m2 na Gleba Pinguim. A diretoria do Sindicato não gostou, mas como em cavalo dado não se olha a idade, deu-se por satisfeita mesmo assim. Ocorre que na hora de iniciar a construção da sede, a diretoria do sindicato descobriu que havia a lei autorizando a doação, mas lei autorizativa o prefeito só cumpre se quiser. E Silvio Barros II não quiz. Os garçons agora foram pra cima da ex-vereadora Norma, que já tinha ficado mal com a troca do terreno, imagine agora com o cancelamento da doação.

"João Sem Medo" vira estátua


João Saldanha terá estátua no Rio de Janeiro. A obra é de Ique, um gênio da escultura.
Saldanha era chamado de "João Sem Medo". Sua coragem estava não apenas nos microfones, mas foi manifestada em momentos importantes da história recente do Brasil. Na década de 50, por exemplo, ele esteve de armas não mão no Norte Velho do Paraná, participando ativamente da "Guerra de Porecatu", como militante do PCB. Em 70 colocou o gargo de técnico da Seleção Brasileira de Futebol em risco, após ter classificado o Brasil para a Copa do México. Pressionado pelo então presidente Médici a convocar o centroavante Dario, o Dadá Maravilha, ele se recusou e mandou um recado:"O presidente que cuide de administrar o Brasil que eu tomo conta da seleção".
Foi demitido sumariamente pela CBD , depois suibsituída pela CBF. Em seu lugar entrou Zagalo, que fez o que lhe ordenaram: levou Dadá, embora não o tenha escalado como titular. Dario era um centro-avante goleador, mas não tinha lugar pra ele. Entraria no lugar de quem?De Tostão ? De Pelé? De Rivelino? De Jairzinho?
O time de 70, chamado de "As feras do Saldanha", ganharia a Copa mesmo sem técnico. Até porque Zagalo não escalava e nem definia a configuração tática da equipe. Quem mandava era Gerson, Carlos Alberto e o próprio Pelé. E todos eles ouviam Saldanha, que estava no México como comentarista da Rádio Globo.
Outra demonstração de coragem de Saldanha: todo mundo temia o técnico Yustrich. Saldanha, não. Um dia Yustrich ameaçou Saldanha e depois teve que se esconder embaixo da cama quando o "João Sem Medo" invadiu a concentração do Flamengo, de revólver em punho.

Mário corta na carne, mas a Câmara está longe de cumprir o seu verdadeiro papel

"Quatro exemplos que mostram o tamanho do zelo com o dinheiro público com que a Câmara Municipal de Maringá era "administrada":
1 - Os gastos com pagamento de diárias para viagens de vereadores e servidores caíram de R$ 66.024,00 nos primeiros seis meses de 2008 para R$ 13.260,00 no mesmo período deste ano. Diferença em reais: R$ 52.764,00 (dá pra comprar um carro bom...). A redução foi de 79,92%.
2 - No primeiro semestre de 2008, gastou-se R$ 16.891,45 com combustíveis para os carros da câmara. Neste ano, gestão Hossokawa, com a mesma frota,foram gastos com o mesmo item R$ 3.870,97. Diferença em reais para o erário: R$ 13.020,48. São menos 77,08%.
3 - Com manutenção de veículos, em 2008 foram dispendidos R$ 20.951,52 (num só mês, em janeiro, foram R$ 7.540,22 de mecânica). Este ano, os valores foram de R$ 3.702,07 - uma redução de 82,33%.
4 - Já com manutenção de bens, no primeiros seis meses de 2008 foram R$ 4.468,32; este ano, com o mesmo item, foram R$ 509,00 - redução de 88,61%".

. Do blog do Rigon

PS: Do ponto de vista da economia, do cuidado com o dinheiro público, Mário Hossokawa está surpreendendo na presidência da Câmara Municipal de Maringá. Mas enquanto Poder Legislativo, que tem a missão de aprovar leis e fiscalizar o Poder Executivo, continua o mesmo. A economia não reduz o nível de subserviência da Câmara de Vereadores, dominada pela maioria, como recomenda a democracia. Só que falta bom senso no relacionamento dessa maioria com o Prefeito, que traz o Amém F.C. num cortado. A economia é importante, usar bem o dinheiro do contribuinte é fundamental. Mas não é tudo. A Câmara precisa se respeitar enquanto poder independente. Reconheça-se, enfim, que o prefeito tem direito a uma base de sustentação, mas esta base deve se guiar dentro de padrões éticos e priorizando sempre os interesses da coletiviade e nunca do grupo político a que pertence. Administrar a Câmara com mão de ferro, cortando os gastos na própria carne, significa pontos positivos para o presidente. Mas esses pontos viram bolas de sabão se ele nada fizer para que a Câmara seja realmente a casa do povo. Os gastos são exagerados e afrontosos quando são efetuados de maneira errada, até despudorada como vinham sendo feitos. Se a Câmara gastar muito menos, como começa a ocorrer, mas se conduzir muito mal enquanto poder independente, continuará custando caro para a população. Caro para os munícipes não é a manutenção da Câmara de Vereadores, mas a forma como a Câmara de Vereadores encara os problemas do município. O resto é hipocrisia.

Moradores à beira de um ataque de nervos

Moradores dos Conjuntos Thaís, Hortência II, Continental e Andréia estão passando maus bocados com as obras do Contorno Norte. Quando o tempo está seco é a poeira: quando chove, o barro. Pra piorar a situação, informa o Murasasaki em seu blog (Blog do Mura), a empreiteira Sanches Tripoloni tem trabalhado lá dia e noite. O barulho das máquinas está deixando muita gente à beira de um ataque de nervos. Sem contar o fato da obra ter matado a Avenida Sabiá e isolado esses bairros.

29 de julho de 2009

Casamento numérico

"Telefonaram há pouco para o prefeito Beto Richa (PSDB) cumprimentando-o pelos 44 anos completados hoje. A resposta: “E o ano que vem é 45″.

. Do blog do Zé Beto

Obs: 45 é o número do PSDB

Sobre as crianças com suspeita de H1N1

Sobre a suspeita de gripe suína na Escola Municipal Rosa Palmas, fiquei sabendo depois que a pessoa com gripe que esteve no Paraguai não era a mãe, mas uma tia das duas crianças. Elas foram mandadas pra casa antes do término das aulas e o caso foi levado ao conhecimento da Secretaria Municipal de Saúde. Aguarda-se algum pronunciamento do secretário Nardi através da assessoria de imprensa da Prefeitura. Até agora, nada.

Requião Internado em São Paulo


É o que informa o jornalista-blogueiro Fábio Campana:

"Três meses depois da última bateria de exames médicos, Requião voltou nesta madrugada à São Paulo para exames médicos no INCOR, o Instituto do Coração, onde monitora as constantes variações de pressão arterial e suas conseqüências.
Viajou acompanhado da mulher, Maristela. Requião não conseguiu seguir as prescrições médicas anteriores que exigiam drástica redução de peso e controle emocional".

Goela abaixo

29.07.09

Autoridades de Sarandi, entre elas o vice-prefeito Carlos Alberto de Paula Júnior, estão convencidas de que o lixo de Maringá vai acabar indo mesmo para o aterro sanitário da Pajoan. Mas avisam:"Não vamos ficar de braços cruzados, não. Eles vão ter muita dor de cabeça para fazer isso".
Em tempo: O IAP já teria dado a licença temporária para que o aterro sanitário receba as 300 toneladas do lixo coletado nas ruas de Maringá. Fez tudo isso sem um estudo de impacto ambiental e sem que houvesse qualquer audiência pública. O ibope do Paulino Mexia em Sarandi está abaixo de zero.
Outra coisa: o prefeito Milton Martini já teria dado seu aval para o recebimento. Dizem em Sarandi que recentemente ele esteve em São Paulo e teria jantado com um dos diretores da Pajoan.

Suspeita de gripe suína em escola municipal de Maringá

Algumas mães estão apavoradas com a presença em sala de aula de duas crianças, cuja mãe teria contraído gripe suína no Paraguai. As crianças estariam também com sintomas da H1N1. O fato ocorre agora de manhã na Escola Municipal Rosa Palmas Planas, cuja diretora, de nome Ângela, não deu ouvido a uma mãe que reclamou. Ela teria minimizado o problema:"Isso não qauer dizer nada, não há sintoma nenhum de gripe suína".
Neste momento, mães de alunos da sala em qeustão tentam contato com o Secretário Municial de Saúde, Antônio Carlos Nardi. O Máximo que conseguiram foi registrar a queixa na Ouvidoria, pelo telefone 156. Volto ao assunto mais tarde.

O Sama sufoca o Sas e os dois atendem mal os servidores

O Sas, que atende o servidor público estadual piorou muito em Maringá depois que a "Administração Cidadã" acabou com a Capsema. Ocorre que os funcionários públicos municipais e seus dependentes passaram a ser atendidos no mesmo espaço, ou seja, no Santa Rita. Resultado: o servidor municipal é mal atentido e o estadual, que tinha um atendimento razoável também acabou afetado pelo inchaço provocado pela junção dos dois sistemas.
Um exemplo prático foi registrado ontem no setor de Ortopedia. Uma menina de 5 anos sofreu uma fratura no braço e a mãe ficou com ela das 12 às 20 horas esperando para ser atendida no Pronto Atendimento do Hospital Santra Rita. A criança é filha de um funcionário público estadual e portanto, é beneficiária do Sas.
Então é assim: a Capsema deu origem ao Sama e o Sama sufocou o Sas, deixando servidores municipais e estaduais no sufoco. A pergunta que alguns fazem é a seguinte: Por que só o Santa Rita atende? Simples:é que o Santa Rita foi quem ganhou a licitação para atender pelo Sistema de Assistência à Saúde dos servidores estaduais e depois, ganhou para atender os servidores municipais, com a quebra imcompreensível da Capsema.

28 de julho de 2009

Gentili pisa na bola e pode pagar caro por isso


“Agora, no Telecine, o filme ‘King Kong’, um macaco que, depois de ir para a cidade e ficar famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?.”

Esse comentário infeliz do humorista Danilo Danili, do CQC, pode lhe valer um processo por discriminação racial.
A brincadeira, de extremo mau gosto, foi feita no seu Twiter, mas quando percebeu a besteira ele tentou consertar. Só que a emenda ficou bem pior do que o soneto. Veja:
“Alguém pode me dar uma explicação razoável porque posso chamar gay de veado, gordo de baleia, branco de lagartixa, mas nunca um negro de macaco?”

Bem, eu me incluo no time dos telespectadores assíduos do CQC, acho o Gentili um grande profissional do humorismo moderno, mas realmente ele pisou na bola. E pisou feio.

Beto novamente em maus lençóis

Matéria publicada na Gazeta do Povo informa que a empresa que doou R$ 200 mil para a campanha de reeleição do prefeito de Curitiba está envolvida em diversas irregularidades ambientais em loteamentos. A matéria confirma denúncias de um ex-funcionário da Prefeitura. É mais um escândalo que vai tirar o sono do líder das pesquisas para governador. E o senador Álvaro Dias, que costura sua candidatura a partir de Brasília, ri por dentro.

Prioridades

"Numa das últimas aberturas de crédito adicional suplementar no orçamento municipal deste ano, no final de junho, o prefeito Silvio Barros II destinou mais R$ 450 mil para propaganda. Para a limpeza pública foram R$ 300 mil e R$ 245 mil para a saúde.
No total, foram suplementados R$ 4.025.904,87".
. Do blog do Rigon

PS: Compreensível meu caro Rigon, compreensível. Afinal, a propaganda é a alma do negócio...

Ciro abre a caixa de ferramentas

"Não chegam a comandar, mas criam essa tensão permanente da novelização do escândalo, mas é sempre de um lado só, sempre para um lado só. Vou dar uma informação para os paulistas: o quilômetro do Rodoanel, meu companheiro deputado [federal do Pará] Giovanni Queiroz trouxe um relatório... está custando 50 milhões de reais, até 50 milhões por um quilômetro. Quem tem o mínimo de experiência sabe que é muito estranho. Ninguem toca no assunto, ninguem toca no assunto. Aí os 50 milhões... toda a história do mensalão, do Delúbio... foram 50 milhões, é o valor de um quilômetro de estrada do Rodoanel. Não é que o Delúbio possa fazer algo errado, a coisa não pode ficar pendida só para o mal feito de um lado. É preciso esclarecer a população do mal feito de todo mundo e entender que isso é de pessoas. O PT é um partido decente, o PSDB é um partido decente, agora tem PSDB pilantra e eventualmente tem petista pilantra".
. Ciro Gomes, em entrevista ao ex-jogador de futebol Sócrates, em programa apresentado pelo DR. num canal a cabo.

Ciro Gomes revelou que Severino Cavalcanti chegou à presidência da Câmara Federal com a missão de viabilizar o impeachment do presidente Lula. Como não conseguiu, dançou, graças a um "admirável" trabalho de ridicularização dele feito pela grande mídia.
Se isso for verdade, como entender a posição do deputado Ricardo Barros, fiel escudeiro de Severino Cavalcanti e hoje um dos homens do presidente Lula?
Nunca é demais lembrar que Ricardo fazia parte da elite que desdenhava do líder metalúrgico, chegando a dizer quando Lula se elegeu pela primeira vez que "tratava-se de uma fraude eleitoral". Mas sabe como é, né, os tempos mudam.E como mudam.

PS: Ciro se espantou com o preço do quilômetro do Rodoanel. Será que ele também se espantaria com o preço do quilômetro da Ciclovia da Mandacaru?

Ato falho

Hoje no programa do amigo e sempre solícito Pinga Fogo, o prefeito Silvio Magalhães Barros II cometeu um ato falho ao comentar o problema do lixo. Disse que irá fazer uma licitação emergencial para ter onde depositar as 300 toneladas diárias de lixo urbano coletadas em Maringá. Deixou claro que o destino será um aterro sanitário privatizado. Ao falar dos municípios possíveis para receber o lixo, citou Sarandi, mas sem terminar de pronunciar o nome do município onde teve problemas recentemente. Inevitável, então, lembrar da nota do PSTU, que adverte a população de Sarandi para o golpe que estaria sendo preparado para que o lixo de Maringá seja destinado ao aterro da Pajoan.

Léo troca 60 por 160

Léo Júnior deixa o Band Cidade na próxima sexta-feira e dia 17 estréia na RIC com o Balanço Geral, até então apresentado pelo Ozéas Miranda. O Band Cidade gravita na faixa dos 12% de audiência, o que é um público respeitável para o horário. A TV Maringá cobre 60 municípios da região Noroeste, a RIC entra em 160. Para o apresentador, que um dia à frente de um telejornal da TV Tibagi chegou a dar tiro de machado, é um salto e tanto. Desejo sucesso ao Léo, que pelo traquejo de tem diante das câmeras, vai dar mais um banho de bola na telinha.

Gripe ameaça Maringá Moda Mix

Donos de lojas e funcionárias dos shoppings atacadistas estão preocupados com os resultados da Maringá Moda Mix que acontece domingo, dia do lançamento das coleções primavera/verão. O motivo é a gripe suína, que já provocou o cancelamento de várias excursões para Maringá. A Expovest, realizada dia desses em Cianorte já teve problemas. Muita gente circulava no evento de máscara.

Crônica de um golpe anunciado

O aguerrido PSTU está advertindo a população de Sarandi:"Há um golpe em andamento". Segundo o partido, estão preparando uma jogada para que Maringá deposite o seu lixo urbano no aterro sanitário da Pajoan, em Sarandi:

"O esquema funciona assim: a prefeitura de Maringá abre a licitação, a Pajoan vence, eles firmam um contrato. Depois de firmado o prefeito de Sarandi e os vereadores se eximem de qualquer responsabilidade, continuarão dizendo que são contra, mas que não podem fazer nada, afinal foi tudo dentro da lei.
Chamamos todas as entidades representativas e partidos políticos a denunciar e combater mais essa manobra dos governantes contra o povo. Conclamamos a população de Sarandi a manter-se unida e não depositar nenhuma confiança nos prefeitos, na câmara de vereadores ou no judiciário. Somente com a nossa mobilização poderemos construir e impor um projeto que garanta a vontade do povo sarandiense.

• Não podemos deixar que contaminem nossa água e nosso solo!
• Não à vinda do lixo de Maringá para Sarandi!
• Pela estatização da coleta e tratamento do lixo.
• Por um projeto de lei de iniciativa popular que proíba a vinda do lixo de outras cidades para Sarandi.

PSTU-SARANDI: 8825-6840
PSTU – MARINGÁ: 9929-5806 ou pstumaringa@yahoo.com.br"

27 de julho de 2009

Obina e seu dia de rei



Ridicularizado no Flamengo, onde o técnico Cuca o teria chamado de cachaceiro, Obina foi motivo de piada quando o Palmeiras decidiu contratá-lo para ser parceiro de Keirrison.A crônica paulista torceu o nariz para o " Eto!o do Pelourinho".Ontem no clássico Palmeiras x Corinthians, Obina deitou e rolou, fez 5 gols, 3 válidos. O resultado disso é que o baiano que até dia desses era motivo de chacota, virou "Rei Obina". Viva a Bahia, o grande celeiro de craques!

Mais um jornal que se vai

O Brasil perdeu recentemente a Gazeta Mercantil(SP) e a Tribuna da Imprensa(RJ). Agora o Paraná perde o jornal O Estado do Paraná, do Grupo Paulo Pimentel. Aliás, o jornal impresso sempre foi o xodó do empresário, que começou a desmontar seu império quando vendeu as emissoras de TV para o Ratinho.
Vale a lembrança de que há anos o Estado é deficitário, as emissoras de TV é que garantiam a sobrevivência do jornal. Mas deificitário por que? Porque o jornal nunca criou uma estrutura comercial sólida. Durante muito tempo sobreviveu de verbas oficiais, do governo estadual e também de prefeituras, com vendas de páginas e páginas de reportagem, o que sempre me pareceu um contrasenso. Era previsto, pois, que mais dia menos dia o O Estado do Paraná iria a pique, colocando no desemprego dezenas de jornalistas, entre eles os maringaenses Edilson Pereira e Douglas Fernandes, dois profissionais da mais alta competência. A notícia, dada de viva voz e de corpo presente pelo "Dr. Paulo", abalou o jornalismo paranaenses, embora fosse uma coisa previsível.
Pimentel anunciou que vai continuar com A Tribuna, um jornal que tem bom público em Curitiba, mas que no resto do Paraná já era uma página virada.

26 de julho de 2009

Pelas barbas do profeta!!!

"Servidores municipais que até pouco tempo compravam numa farmácia conveniada à Associação dos Funcionários Municipais de Maringá (AFMM), não podem mais fazê-lo se não se filiarem ao Instituto de Atendimento ao Servidor Municipal. O Instituto foi criado pelo ex vereador Dorival Dias, que também é presidente da AFMM. Acontece que convênios que antes pertenciam a AFMM pertencem agora ao Instituto.

Os vendedores dessa farmácia, apresentam uma ficha de filiação e dizem que não podem vender se a pessoa não for filiada ao instituto. Muitos servidores têm deixado de comprar porque não querem se filiar a nova entidade.

Aqui vai uma dica: uma opção para os servidores que precisam comprar medicamentos à prazo é comprar pela farmácia conveniada ao Sismmar.

Farmácia Americana"

. Do blog do servidor Paulo Vidigal

PS: Deixa eu ver se entendo: o Dorival Dias preside a Associaçao dos Funcionarios Municipais e criou um instituto para vender para os servidores municipais? Seria isso mesmo, Paulo? Se nao for caso de ministerio Publico, nao cabe uma açao por parte dos funcionarios municipais? E o Sismmar, como se posiciona diante de tamanho disparate?

Quando o de baixo caga no de cima...

Massa vinha tranquilamente a mais de 250 quilômetros e uma peça se solta de um carro que vinha atrás dele, voa e cai em cima da viseira atingindo o rosto do piloto e seu cérebro.

A dita peça podia ter caido em mil lugares, mas foi cair logo em Felipe Massa. Haviam 20 carros na pista e a peça que se soltou , pasmem, era logo do brasileiro Rubens Barrichello. Se existe azar, se for verdade mesmo que quando o azar chega o urubu de baixo caga no de cima, isto ocorreu com os dois pilotos brasileiros.

Ele insiste, vai continuar insistindo porque sabe...

...que se for candidato a governador tira da jogada, a um so tempo, o irmao Osmar e o prefeito de Curitiba Beto Richa. Consolidando este projeto de voltar ao governo estadual, o que e quse uma obsessao,Alvaro Dias pode voar em ceu de brigadeiro, praticamente sem adversario. Por isso, ele apresentou à direção do PSDB a proposta de uma candidatura com status de quase "favas contadas". Sua pregaçao agora foca em Beto Richa, "muito novo e que pode esperar, sem contar o fato de que Curitiba e muito importante e deve condinuiar com o PSDB"; foca em Osmar, que "seu eu for candidato ira para a reeleiçao, renovando seu mandato de senador por mais 8 anos".

Na verdade, se essa estrategia de Alvaro Dias vingar, o cenario muda radicalmente, tanto para governador quanto para senador. O deputado Ricardo Barros, que chega a sonhar com o plenario lilas da xicara emborcada, nem dorme de noite pensando nessa possibilidade. A insistencia de Alvaro em ser candidato a governador tem feito o presidente do PP ter pesadelos.

Ombudsman critica o mau jornalismo da Folha

O ombudsman da Folha de S. Paulo, Carlos Eduardo Lins da Silva, fez uma pesada critica ao seu jornal, que vale para toda a midia brasileira , cujo comportamento alarmista em relaçao a gripe A (H1N1) e um espanto:
"A reportagem e principalmente a chamada de capa sobre a gripe A (H1N1) no domingo passado constituem um dos mais graves erros jornalísticos cometidos por este jornal desde que assumi o cargo, em abril de 2008.
"O título da chamada, na parte superior da página, dizia: 'Gripe suína deve atingir ao menos 35 milhões no país em 2 meses'. A afirmação é taxativa e o número, impressionante.

"Nas vésperas, os hospitais estavam sobrecarregados, com esperas de oito horas para atendimento.

"Mesmo os menos paranoicos devem ter achado que suas chances de contrair a enfermidade são enormes. Quem estivesse febril e com tosse ao abrir o jornal pode ter procurado assistência médica.

"O texto da chamada dizia que um modelo matemático do Ministério da Saúde 'estima que de 35 milhões a 67 milhões de brasileiros podem (...) ser afetados pela gripe suína em oito semanas (...). O número de hospitalizações iria de 205 mil a 4,4 milhões'.

"É quase impossível ler isso e não se alarmar. Está mais do que implícito que o modelo matemático citado decorre de estudos feitos a partir dos casos já constatados de gripe A (H1N1) no Brasil.

"Mas não. Quem foi à página C5 (...) descobriu que o tal modelo matemático, publicado em abril de 2006, foi baseado em dados de pandemias anteriores e visavam formular cenários para a gripe aviária (H5N1).

"O pior é que a Redação não admite o erro. Em resposta à carta do Ministério da Saúde, que tentava restabelecer os fatos, respondeu com firulas formalistas como se o missivista e os leitores não soubessem ver o óbvio. Em resposta ao ombudsman, disse que considera a chamada e a reportagem 'adequadas' e que 'informar a genealogia do estudo na chamada teria sido interessante, mas não era absolutamente essencial'."

PS: acho que a figura do ombudsman deveria existir em todos os jornais e redes de radio e tv. Mas desde, claro, que com a mesma autonomia que a Folha de Sao Paulo da ao seu ombudsman.Trata-se de um jornalista experiente, de credibilidade, que representa o leitor, no caso do jornal impresso. No passado a propria Folha teve um critico de si mesma dentro da sua estrutura redacional. Era o Albeorto Dines, com o Jornal dos Jornais. Em Maringa, o O Diario tentou essa experiencia no passado, mas nao vingou porque os proprios jornalistas ficavam bravos com as criticas, feitas por pouco tempo nas ediçoes de domingo pelo Luiz Carlos Rizzo.Alias, o Rizzo criticava o O Diario no proprio O Diario, com muita competencia e conhecimento de causa. Foi mal compreendido, infelizmente e por isso mesmo a coluna teve vida curta.

24 de julho de 2009

No Rio Grande o buraco e mais embaixo

"Em 2010, a disputa pelo governo do Rio Grande do Sul promete ser uma das mais sangrentas em todo o país.

A atual governadora tucana, Yeda Crusius, chegará desmoralizada à eleição, sem força pra disputar um novo mandato.

Desde a aprovação da reeleição, os gaúchos nunca reconduziram um governador ao cargo. Antonio Brito perdeu a reeleição para Olivio Dutra em 1998. O petista não disputou novo mandato (foi derrotado nas prévias do partido), e o candidato do PT (Tarso Genro) acabou derrotado nas urnas, em 2002, por Germano Rigotto; que, por sua vez, também fracassou na tentativa da reeleição, perdendo para Yeda Crusius".

. Rodrigo Viana (Escrevinhador)

PS: acho que ja passou da hora do Congresso dar ao Brasil uma reforma politica minimamente decente e que, entre outras coisas, acabe com a reeleiçao e crie mecanismos que iniba o uso do caixa 2. O financiamento publico de campanha pode ser um passo importante nessa direçao.

O desabafo do Noel

"A polemica gerada nos nos últimos dias por causa da tentativa da administração de Maringá em resolver os problemas do lixão depositando seu lixo no aterro sanitário de Sarandi tem causado indignação aos moradores de nossa humilde cidade.

Não é de hoje que a Sarandi é motivo de piadinhas de mau gosto por parte de pessoas que não conhecem o povo desta cidade e sua luta para sustentar os filhos e conseguir um lugar para morar.

Há muito tempo que Sarandi e Paiçandu vêm absorvendo os problemas sociais que seriam de Maringá se elas não existissem. A cidade pólo da região, cantada em verso e prosa em todo Brasil, tem orgulho de dizer que não tem favela, pois a única que existia há alguns anos atrás foi desarticulada e seus moradores, trabalhadores, foram absorvidos pela cidade vizinha.

O povo de Maringá deveria se unir e cobrar de suas autoridades que resolvam seus problemas e o povo de Sarandi deveria se unir e não deixar que troquem nossas riquezas pelo lixo deles".

. Noel Guima

Esperar pra ver

O lixo de Maringá não vai mais para Sarandi,certo? Certo. Vai para onde, para Marialva? Não se sabe ao certo, certo? O que se sabe é que farão uma licitação emergencial agora para encontrar destino para as 300 toneladas/dia e em seguida uma segunda concorrência pública para a soluçção definitiva, que se arrasta desde muito tempo. De solução precária em soluçlão precária, Maringá vai caminhando para um beco que não se sabe quando terá saída. Todas as tentativas feitas até agora pela administração Silvio Barros II, foram embaladas por afronta à lei e ao bom senso (vide casos Transresíduo e Biopuster). Como será daqui pra fente? O que se espera é que tenham finalmente se conscientizado de que passou da hora de fazer a coisa certa, sem trapalhadas jurídicas e sem atropelos à ordem natural das coisas.

Fechado até só Deus quem sabe

O Parque do Ingá continua interditado e assim vai ficar até sabe Deus quando. As informaçõe desencontratas sobre a doença que matou os macacos alimentou o pretexto que a "administração cidadã" arrumou para justificar o fechamento. Agora dizem que vão revitalizar a reserva. A pergunta que não quer calar é esta: que destinação estariam dando aos mais de R$ 100 mil/mês do ICMS ecológico que Maringá recebe?

A História como exemplo

"Em 1453, dividia-se a população de Constantinopla, capital do Império Bizantino. Metade sustentava que Deus havia criado primeiro o ovo. A outra metade era partidária da galinha. Para complicar, outra questão transcendental jogava irmãos contra irmãos, em disputas não raro terminadas com sangue: qual seria o sexo dos anjos? Masculino? Feminino? Ou, com todo o respeito, os anjos não tinham sexo?

Enquanto isso os turcos otomanos, que há muito sitiavam a cidade, conseguiram abrir uma brecha nas muralhas e invadiram. Milhares de bizantinos foram passados pela espada. Os que sobraram obrigaram-se a adorar Alá em vez do Padre Eterno. Até a Igreja de Santa Sofia virou a mesquita principal, coisa que permanece até hoje.

Por que se conta o episódio? Porque o Senado transformou-se numa mini-Constantinopla. Discutem os senadores que permaneceram em Brasília durante as férias se o recesso deve ser interrompido ou não, para forçar o afastamento do presidente José Sarney. Enquanto isso, aproxima-se o período de retorno aos trabalhos, previsto para a próxima semana.

Os turcos estão derrubando as muralhas, entenda quem entender...".

. Carlos Chagas (Blog do Cláudio Humberto)

Desarmado



Um homem completamente nu invadiu hoje o prédio da Universidade Federal do Paraná, no centro de Curitiba. Mas nem chegou a meter medo nos transeuntes porque ninguém em sã consciência iria imaginar que ele estivese armado.

Alfinetada de irmão

O senador Osmar Dias deu uma alfinetatinha de leve no irmão Álvaro, com quem disputa na família o direito de ser candidato a governador. Informa Fábio Campana que em Salgado Filho, município do Sudoeste, Osmar Dias criticou a CPI da Petrobras:"Essa CPI é palanque político para as próximas eleições".

A Comissão Parlamentar de Inquérito foi proposta por Álvaro Dias, hoje um dos principais críticos do governo Lula no Senado.

23 de julho de 2009

Agenda é de pré-candidato

"Muita chuva no Norte do Paraná. Aeroportos de Londrina e Maringá estão fechados. Compromisso de gravação em Londrina cancelado. Prisioneiro do tempo, aguardo possibilidade de embarcar para Maringá às 16 horas. Amanhã cedo terei encontro com empresários na ACIM, à tarde reunião com prefeitos em Faxinal e à noite solenidade em homenagem a Dom Jaime Luiz Coelho, primeiro bispo e arcebispo de Maringá. No sábado, comemoração do aniversário de Marechal Cândido Rondon e no domingo, a Festa da Vaca Atolada, em Boa Esperança".

. Do blog do senador Álvaro Dias


PS: A julgar por sua agenda o senador Álvaro Dias continua pré-candidato a governador pelo PSDB. Repito: se Álvaro viabilizar sua candidatura o quadro da sucessão no Paraná muda radicalmente. Neste caso, Beto estaria fora e Osmar também. Quem seria adversário para Álvaro nessas circusntâncias? Haveria adversário?

A luta continua

"Apesar da suposta desistência de Maringá em trazer o lixo para cá, o clima é tenso. Liderados pelo Pe. Décio, da paróquia Nossa Senhora da Esperança, os manifestantes buscam assinaturas para exigir uma mudança na Lei Orgânica que evite a vinda de lixo de outras cidades para Sarandi, a criação de uma CPI, para averiguar todo o processo que deu a Pajoan o direito de explorar o aterro controlado e também pedem a reestatização do aterro.
É uma oportunidade de passar toda essa história a limpo".

. Do blog do Rogério Rodrigues

Vai pra Marialva?

Sarandi não aceitou o lixo de Maringá e são cada vez mais fortes os rumores de que o destino dos caminhões coletores da Prefeitura de Mariná será o município de Marialva. Segundo matéria do jornal O Diário, a empresa Serrano Engenhearia, de Blumenau (SC) está com tudo encaminhado para instalar em Marialva um aterro sanitário para 500 toneladas/dia. A tranquilidade demonstrada por assessores do preito Silvio Barros II após a decisão de deixar Sarandi quieto é sintomática.Resta saber se a população de Marialva é tão cordata assim.

Mirem-se no exemplo de Sarandi

Os vereadores de Sarandi mostraram como uma Câmara Municipal deve se comprtar quando os interesses maiores da coletividade falarem mais alto. O caso do lixo, que Maringá desistiu de levar para o aterro sanitário da Pajoan, é emblemático.Mirem-se neste exemplo, nobres edis maringaenses, principalmente os titulares do Amém F.C.

22 de julho de 2009

A propósito do lixo em Sarandi

"A situação de Cido Spada e Milton Martini parece ser difícil e delicada neste momento. Ambos podem estar mandando suas carreiras políticas para o lixo, ou melhor, para a cova e é fácil de entender por que.
O primeiro está encrencado por ter feito a "sujeira" e o segundo por ter sentado encima dela".
. Do blog do petista Rogério Rodrigues


PS: quando o prefeito Milton Maritni anunciou que estava do lado do povo o elogiei aqui. Depois de se ver com os Barros (Ricardo é o presidente do seu partido,o PP), Milton voltou atrás e agora parece já não estar mais do lado da cidade que administra. Diante disso, retiro o elogio que fiz, precipitadamente.

Serra vai dançar

A candidatura Serra está adernando para a direita. E adernando tanto, que acabará no fundo do Tietê. Luis Nassif escreve em seu blog que ela já naufragou. Enquanto isso, cresce a possibilidade de Aécio Neves ser o candidato tucano a presidente da república. Agora mesmo a direção nacional do PDT, ligada ao saudoso Brizola, informa que só admite a possibilidade de estar com o PSDB na disputa de 2010 se o candidato for o governador de Minas.

21 de julho de 2009

O recuo do prefeito pega mal, muito mal

O prefeito Milton Martini está fugindo do povo mais do que o diabo da cruz,principalmente depois de retirar o projeto de emenda à Lei Orgânica do Município, para proibir a recepção de lixo alheio no aterro sanitário da cidade. Sobre o comportamento do prefeito, escreve Rogério Rodrigues em seu blog:

"Esta história de que Martini " está do lado do povo" merece uma análise mais criteriosa após toda a "poeira baixar". Penso que ele terá que se empenhar um pouco mais para confirmar o discurso.
O fato é que ele deve estar entre a cruz e a espada, pois se ficar com o povo, compra briga com os "reis do pedaço", se ficar do lado da monarquia, o prejuízo interno pode ser muito grande".
O recuo do prefeito pegaq mal, muito malSarandi não "engole" as desculpas da Administração
O prefeito Milton Martini está fugindo do povo mais do que o diabo da cruz, depois de retirar o projeto de emenda à Lei Orgânica do Município, para proibir a recepção de lixo alheio no aterro sanitário da cidade. Sobre o comportamento do prefeito, escreve Rogério Rodrigues em seu blog:

"Esta história de que Martini " está do lado do povo" merece uma análise mais criteriosa após toda a "poeira baixar". Penso que ele terá que se empenhar um pouco mais para confirmar o discurso.
O fato é que ele deve estar entre a cruz e a espada, pois se ficar com o povo, compra briga com os "reis do pedaço", se ficar do lado da monarquia, o prejuízo interno pode ser muito grande".

Martini treme?

"Com a retirada pelo prefeito MIlton Martini do projeto de emenda, cuja convocação dos vereadores ficou para hoje, muda o conceito de que o prefeito esteja mesmo ao lado o povo. Com certeza ele quer ganhar tempo e esfriar asmanifestações.Deve ser medo dos Barrros".
. Do blog de Hil[ario Gomes

PS: Não nos esqueçamos que Milton, irmão de Celso, é do PP de Ricardo. Tá tudo em casa.

Arrogância pra mais de metro

O Rogério Rodrigues , que fez parte da comissão de representantes de Sarandi que esteve ontem no gabinete do prefeito de Maringá, ficou impressionado com a arrogância de Silvio Barros II. Rogério relata em seu blog (link ao lado):"Soou de forma muito estranha a forma em que o prefeito de Maringá e as autoridades que defendem que o lixo maringaense venha para Sarandi abordaram o tema na reunião de hoje (20) à tarde. Os que esperavam um tom conciliatório se surpreenderam, pois para alguns presentes, o prefeito quis enquadrar os integrantes da comissão".

O "engraçado" nesta história é saber que o prefeito da cidade canção afirma que os deputados federais e estaduais são de Maringá, seriam praticamente uma propriedade deles e que devemos ficar imensamente agradecidos quando eles resolvem nos mandar uma "esmola", digo, um recurso. Parece que ele reinventou o conceito de deputado federal e estadual. Interessante.
Outra questão curiosa é saber que ele acredita piamente que nós sarandienses devemos favores para Maringá".

PS: Meu caro Rogério, é o contrário, Maringá é que deve muito a Sarandi. Já escrevi aqui várias vezes que nossa cidade tem uma dívida social gingantesca para com Sarandi, porque foi para Sarandi que a nossa histórica política de exclusão social expulsou a maioria da população pobre, que aqui não conseguiu morar devido à especulação imobiliária. Uma política de especulação provocada a partir de 1989, quando o então prefeito Ricardo Barros exagerou na dose do IPTU extorsivo. Some-se a isso, o fato de que boa parte da população de Sarandi trabalha e consome em Maringá, o que significa dizer que Maringá exportou o ônus e ficou com o bônus da migração.

Dois Diniz e um pensamento torto

Diniz Afonso, Secretário do Meio Smbinte de Maringá , sobre depositar o lixo de Maringá em Sarandi: “Lixo também é negocio”.

Diniz Neto, Secretário de Comunicação:" Sarandi só teria a ganhar recebendo o lixo da região metropolitana, pois isso geraria impostos para o município".

O segundo Diniz deixa de reconhecer o direito da população de Sarandi de não querer que o município vire depósito de lixo dos outros e atribui a resistência ao "uso político de alguns grupos".

O aterro sanitário recebe 30 toneladas/dia de lixo coletado em Sarandi. Passaria a receber 10 vezes mais com o lixo de Maringá - as 30 toneladas normais e mais 300 toneladas adicionais. Não é preciso ser especialista no assunto para saber que esta montanha a mais provocará algum tipo de impacto no meio ambiente. A Pajoan, que teria um lucro adicional de mais de R$ 20 mil por dia, argumenta que o aterro está preparado, inclusive para evitar contaminação do lençol freático. Mas com base em que diz isso? Que estudo prévio de impacto ambiental foi feito no aterro?
Não há garantia nenhuma de que o recebimento será de poucos meses e muito menos que não haverá consequências graves para o município vizinho.
É bom que não nos esqueçamos que o problema do lixo de Maringá não é novo, vem de longe. E o atual prefeito, que já vai para quatro anos de mandato, vem tentando solucioná-lo com uma sucessão de ilegalidades, como o contrato com a Transresíduo, que virou ação do Ministério Público e a experiência desastrada do Biopuster, igualmente questionado na Justiça.
E a pergunta que não quer calar em Sarandi é uma só"O que nós tememos ver com a falta de local para Maringá depositar seu lixo urbano?".
Só há uma resposta para esta pergunta: "NADA!!".

Um grande equívoco

21.07.09
A pré-disposição do prefeito Silvio Magalhães Barros II em ampliar o perímetro urbano de Maringá, avançando sobre as áreas de contenção é uma insensatez sem tamanho que enfim, os especialistas começam a denunciar. Vale a pena ler o artigo do arquiteto urbanista Márcio Lorin, no O Diário de hoje (página 2). Ele ressalta, entre outras coisas que:"Ao propor usos urbanos à zona rural, além de imprimir um vetor de desequilíbrio socioeconômico na região, onera-se o custo da infra-estrutura daqueles que moram na zona urbana, pois o custo dos serviços como coleta de lixo e esgoto vão ficar mais alto. Os problemas da cidade no futuro vão ser agravados, porque será cada vez mais difícil e caro atender às demandas de quem mora mais distante".

O urbanista deixa absolutamente claro que desfigurar o Plano Diretor dessa maneira só beneficia os agentes imobiliários "que mantêm porções de terra simplesmente para especulação – estes vão ver seus valores multiplicados".

20 de julho de 2009

Aniversário da morte de "Padim Pade Ciço"


Há exatos 75 anos morria padre Cícero Romão Batista, eleito em pesquisa da TV Verdes Mares em março de 2001, "O Cearense do Século". Não há um sertanejo em todo o Nordeste que não reverencie a figura de "meu Padim". Por mais que pesquisadores revelem ter sido ele um rico fazendeiro, jamais alguém conseguirá tirar da cabeça daquele povo sofrido que padre Cícero é um santo e que já operou muitos milagres.

Não acredita, mas acha...


Tenho um tio lá em Pintadas que até hoje duvida que o homem foi à lua. Em compensação, ele acha que um dia Antônio Carlos (Malvadeza) Magalhães será canonizado. Mas existem lá alguns debochados que brincam ter visto ACM psssar à meia-noite na estrada Pintadas/Mairi com um tridente no ombro.

Silvio chama padres de Sarandi

Os quatro padres da cidade vizinha estão integrados na campanha contra a utilização do aterro sanitário de Sarandi por Maringá. A população se mobiliza para impedir, enquanto o prefeito Silvio Barros II tenta passar um melzinho na chupeta dos quatro padres que lideram a campanha em Sarandi. Além dos sacerdotes, Silvio convidou alguns lideranças de Sarandi para reunião agora a tarde em seu gabinete.

18 de julho de 2009

O mundo canta parabens


Nelson Mandela, primeiro dirigente negro da Africa do Sul, faz 91 anos hoje. Com a mulher Graça Machel sopra as velas em Houghton, Johanesburgo. E o mundo faz coro no parabens para este icone da resistencia de um povo contra a discriminaçao racial e as injustiças sociais.
. Pincei a foto da pagina da UOL.

Aleluia!!!

"Enquanto papai tá fazendo gol, a gente vai aqui pisar na cabeça do Diabo, né? Em nome de Jesus." Foi assim que a bispa Sônia Hernandes, fundadora da Igreja Renascer em Cristo, recebeu no palco de um culto, nos Estados Unidos, o filho do craque Kaká, Luca, e a mulher do jogador, a "pastora Carol, de Milão".

. Do blog do Juca Kfoury

Juca Kfoury, sobre a contrataçao de luxemburgo

"Pobre Santos FC!

Precisa explicar por quê?".

PS: Como santista nao discuto a competencia de Luxemburgo. So que acho que ele e um treinador "limpa cofres".Como seria Muricy com o salario que pediu - em torno de R$ 700 mil. Nao e mais possivel os times brasileiros conviverem com cifras tao absurdas.

17 de julho de 2009

Heine, Heine!

"A oposição está lá para atrapalhar, para botar pedra no caminho do prefeito. Eles não querem ajudar. (...) O que eles querem é aparecer".

. Do líder do prefeito SBII hoje na Rádio Atalaia, segundo o blog do Rigon

O que dizer diante disso? Nada, a não ser:"Heine, Heine!"

Parabéns, Sarandi!

A comunidade reagiu, o prefeito Milton Martini foi sensível aos apelos populares e decidiu colocar areia no negócio da Prefeitura de Maringá com a empresa que se diz dona do aterro sanitário daquele município. O espaço de 14 alqueires está terceirizado, mas é bom que se saiba que num caso desses o que deve falar mais alto é o interesse público. Sarandi tem razão em não querer servir de depósito do lixo urbano coletado em Maringá. Por mais que a empresa diga que não há risco de contaminação do lençol freático, não dá pra imaginar que essa absorção repentina de toneladas e toneladas de lixo não vá causar algum tipo de impacto no meio ambiente. Os moradores de Sarandi estão preocupados e têm razões de sobra para isso. Se Maringá está com problemas de local para depositar o que os caminhões coletam nas ruas, problema de Maringá. Se o prefeito Silvio Barros está com insônia, se vendo sem saída para um problema tão grave, porque não fez a coisa certa, respeitando a lei, no momento em que contratou a Transresíduo sem licitação? E porque não trilhou os caminhos da legalidade quando firmou contrato com o Biopuster?

Não é justo, portanto, que Sarandi pague pelos erros da cidade polo dessa Região Metropolitana. Já chega a dívida social que Maringá tem para com os sarandienses, como já comentei neste blog. Se mantida a posição adotada ontem em relação a este assunto, o prefeito Milton Martini merece os parabéns do povo de Sarandi e tamém dos maringaenses politicamente (e ecologicamente) corretos.

Transparência, a gente ver por aqui

"Não bastou derrubar o projeto do vereador Humberto Henrique que criava o Portal da Transparência da Administração Municipal na Internet. Derrubaram também o projeto da vereadora Marly, que obrigava a publicação da relação completa de requisições de serviços e inscrições em programas sociais no Portal da Administração, na Internet".
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: É por essas e outras que insisto: é bobagem ficar pegando no pé de um ou de outro vereador, por um ou outro deslize. O problema é o todo, é o comportamento da Câmara Municipal de Maringá enquanto poder. O fato é este: a atual administração não tem o menor respeito pelo Poder Legislativo, do qual não aceita outro comportamento que não seja o "sim, senhor prefeito".

O que foi e o que gostariam de ter sido


O jornalista Fábio Campana tem insistito em seu blog (um dos mais acessados do Paraná) que o encontro do PT com o PMDB foi um fracasso retumbante. Agora mesmo ele acaba de destacar o entusiasmo do presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni(foto):"O saldo da reunião do PT e PMDB foi considerado positivo pelos tucanos, que se sentiram aliviados com o ritmo das negociações entre os dois adversários, que estão longe de chegar a um acordo sobre uma candidatura comum ao governo em 2010".

E por que o PSDB vibra tanto com as informações de Campana? Simplesmente porque um acordo PT/PMDB fortalece a candidatura Pessuti e, na outra ponta, torna mais difícil a vitória de Beto Richa, que os tucanos, apressadamente, colocam como favas contadas.
Acontece que não foi bem assim o encontro. Converso sempre com petistas, alguns até de peso dentro do diretório estadual, e eles estão animados com a possibilidade de aliança com o PMDB em 2010. O PSDB, estimulado pelos ressentimentos de Campana com relação ao governador Roberto Requião, não está considerando que o fato político gerado pela reunião da semana passada tem mais que uma versão. Eles estão ficando não com a do resultado que de fato houve, mas com o que gostariam de ter havido.

Nem tudo está perdido

"Protógenes percorreu quilômetros a pé sob aplausos e gestos efusivos da multidão nas ruas e das famílias nas sacadas dos casarões históricos durante o cortejo aos heróis simbólicos da batalha da independência nos cerros de Pirajá, em 1823. A consagração veio no Pelourinho, onde o delegado recebeu, de joelhos, a saudação dos integrantes do Olodum, que tocaram tambores para ele em formação especial, algo raro de ver".
. Victor Hugo Soares (jornalista soteropolitano)

PS: A caminhada de Protógenes pelo centro histórico de Salvador foi no dia 2 de julho,data em que se comemora a Independência da Bahia (movimento federalista emancipador). A manifestação popular em favor do homem que prendeu o banqueiro condenado Daniel Dantas é algo comovente e mostra que nem tudo está perdido no Brasil. O delegado da Polícia Federal Protógenes Queiróz comandou a Operação Satiagraha, que levantou coisas do arco da velha contra um monte de figurões, Dantas à frente da quadrilha. Portanto, esta ovação tem um significado histórico importante para o Brasil, que começou a ser passado a limpo lá atrás, com o impeachment de Collor, mas ainda tem muita sujeira acumulada. Um amigo meu se diz desanimado porque parece que os escândalos são intermináveis. Concordo, mas busco ânimo na própria verdade histórica, porque o tempo histórico não é o nosso tempo. Uma sociedade não muda da noite pro dia, para a História 50 anos pode ser um dia para nós pobres mortais. Da mesma forma, os religiosos dizem sempre que "o nosso tempo não é o tempo de Cristo", o que significa compreender o seguinte: estamos caminhando para a moralização, este é um processo inexorável. Com perdão da referência meio escatológica, nenhum furúnculo sara sem que se coloque pra fora o carnegão. É dolorido, geralmente demorado, mas há que se ter paciência, esperança e fé.

"Jornalismo de esgoto"

O Azenha denuncia em seu blog (Vi o mundo)que o jornalão Folha de São Paulo publicou matéria defendendo o amianto, substância comprovadamente cancerígina e que está abolida da construção civil em todos os países civilizados. A filha de uma das vítimas do Amianto foi chamada de louca, por liderar campanha contra o uso da telha e por enfrentar de peito aberto o looby liderado pela Eternit. Ora, defender um negócio desses é mesmo, como diz o blogueiro, "jornalismo de esgoto".

16 de julho de 2009

Já foi melhor

"Interessante a forma com são emitidos os pareceres das comissões da Câmara Municipal de Maringá, quando das votações de projetos em regime de urgência e são quase todos. O presidente solicita ao presidente da CCJ, por exemplo, e Evandro, sem ao menos ter lido o texto; Diz: o parecer é favorável ou é pela admissibilidade. Uns tëm até dificuldades para dizer. É um verdadeiro ‘faz de conta’. Uma piada".
. Akino Maringá, colaborador (blog do Rigon)

PS: Acompanho a Câmara de Maringá há muitos anos mas nunca vi nada parecido. Houve um tempo em que as comissões permanentes funcionavam de verdade. Os vereadores analisavam os projetos e quando não se viam em condições de emitir pareceres técnicos, pediam a contratação de especialistas. Hoje as comissões permanentes da Casa existem apenas pra inglês ver. Isso tem consequências gravíssimas para o futuro da cidade. Como poderá ocorrer com o projeto de expansão do perímetro urbano, o tal avanço sobre as áreas de contenção.O projeto acabará pousando no plenário, sem qualquer questionamento do Amém F.C. A oposição que, minoritária nada pode, certamente fará barulho. Mas será que a sociedade local vai ouvir algum ruído? Vai, pessoal da SER e do Observatório Social?

Gaúchos em pé de guerra

A população está se organizando e indo para as ruas pedir o impeachment da governadora Yeda Crusius (PSDB). Ela reage dessa forma segundo o blog Cloaca News:
"Yeda diz que professores são "torturadores de crianças"
"Tucana manda prender manifestantes que pediam impeachment"
"Presidente de sindicato e vereadora vão para o xadrez por ordem da governadora".

Queixa procedente

"A notícia da apresentação do comediante Dedé Santana como pré-candidato a deputado federal pelo PDT, feita ontem com exclusividade por este blog, ganhou as páginas de outros sites e blogs do Paraná. Só lamento que, além de omitirem o crédito da notícia, alguns jornalistas reproduziram a foto de Amarildo Torres e também não lhe deram o crédito. Aí fica difícil"

. Blog do Rigon

PS: reproduzi a foto e pincei os dados do blog do Rigon, mas como a maioria também não dei o devido crédito. Não costumo fazer isso, mas foi um lápso, pelo qual me desculpo com o blogueiro-mor, que está coberto de razão

Adeus portal da transparência

A base aliada derrubou o projeto do vereador Humberto Henrique que cirava o portal da transparência na Prefeitura de Maringá. Segundo o vereador, "o projeto trazia também sugestões de cidadãos que sentem dificuldade para fiscalizar o destino dos impostos na cidade. Com a rejeição da matéria, o acesso às informações de interesse público, que já é difícil até para as autoridades, fica prejudicado em Maringá".

Já se vão três meses

foto Ivan Amorim

Matéria da Gazeta do Povo lembra que hoje faz tres meses que o Parque do Ingá está interditado por causa da morte de oito macacos. Até agora a "administração cidadã" ainda não dispõe dos resultados dos exames feitos nos primatas. O que estaria acontecendo de fato com a nossa principal reserva florestal? Por que tanta embromação? Será que não estariam dando tempo ao tempo para justificar uma terceirirzação? Ô Dr. Ilicyr, dê uma olhadinha nisso!

É hora de discutir a dívida social que Maringá tem com Sarandi

Sarandi tem um aterro sanitário terceirizado e se é terceirizado o terceirizador faz o que bem entende, a menos que o contrato de cessão tenha sido feito com um mínimo de respeito à população do município concedente. Pelo jeito os sarandienses não sabem nada sobre o assunto, porque foram pegos de surpresa com a notícia de que o seu aterro será utilizado para depositar o lixo coletado em Maringá. Quem vai lucrar com isso é a empresa que, certa da grana alta que Maringá lhe pagará, já anunciou investmentos de R$ 1 milhão no local. O vice-prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Júnior não tem dúvida disso:"O lucro é só dos donos do aterro". Ele ainda manifesta a preocupação de que o emergencial informado pela "administração cidadã" de Maringá se perpetue. A perspectiva inicial é de que a utilização do aterro em carpáter de emergência pode ter duração de pelo menos três anos.
Bem, mas sem querer entrar no mérito dessa questão, posto que ela ainda vai dar muito pano pra manga, quero fazer apenas algumas ponderações a respeito da condição de cidade dormitório que Sarandi exerce desde que o município foi criado por lei estadual do deputado Antônio Facci, o saudoso presidente da Academia Maringaense de Letras que nos deixou faz pouco tempo:
1 - Maringá tem uma dívida social gingantesca com Sarandi, uma vez que, por conta da sua histórica política de exclusão social, expulsou a população pobre para Sarandi e Paiçandu, este em menor escala. De acordo com levantamento da Prefeitura
(tendo como referência dados do IBGE) feito na segunda gestão Cido Spada, uma média de 70 famílias chegava a Sarandi vindo de vários cantos, a maioria do Paraná. Mas tratava-se de pessoas que deixavam seus municipios de origem para vir residir em Maringá, acreditando no eldorado. Chegando aqui, se deparavam com imóveis inacessíveis a famílias de baixa renda. Para onde iam? Se pensou Sarandi acertou em cheio.
2 - Ressalte-se que a partir da administração Ricardo Parros (89/92) o IPTU em Maringá ganhou as alturas e a especulação imobiliária inviabilizou a moradia para pessoas de baixa renda. Destino da maioria dessas famílias: Sarandi.O resultado desse processo foi o inchaço do município vizinho, que ficou com o ônus, enquanto que Maringá preservou o bônus de manter essas pessoas trabalhando aqui e consumindo aqui.

3 - A propósito do fato de boa parte da população de Sarandi trabalhar e comprar em Maringá, foi que a Coordenação da Região Metropolitana, através do João Ivo, elaborou um grande projeto visando a integração do passe de ônibus, que beneficiaria também Paiçandu. Na hora assinar o termo de anuência, visando a celebração de convênio para viabilzar a implantação do passe integrado, o prefeito Silvio Barros II pulou fora. Seus argumentos estavam respaldados na resistência da TCCC, que só aceitaria a integração numa boa, se houvesse um plus na passagem, para compensar a perda do segundo embarque do passageiro de Sarandi e Paisandu dentro de Maringá. Silvio dizia que o maringaense não poderia pagar para que o sarandiense andasse de ônibus aqui dentro, uma avaliação no mínimo absurda, porque a integração significaria a valorização do sistema de transporte coletivo entre as tres cidades conurbadas da RM. E o benefício seria também para Maringá, porque o empresariado local que busca boa parte da mão-de-obra em Sarandi e Paiçandu desembolsaria menos com o vale transporte. Some-se a isso o fato de que a maioria das empregadas domésticas que trabalha em Maringá é de Sarandi e em menor escala, Paiçandu. E quem banca a passagem? O patrão.
Então, para efeito de integração do passe de ônibus, o espírito metropolitano não vale? Mas quando se trata de Sarandi servir de depósito do lixo coletado em Maringá,aí tem que valer a lógica metropolitana?
A reação dos moradores e algumas autoridades de Sarandi é procedente e acho que este fato pode, e deve, servir de gancho para uma discussão bem profunda (e responsável)sobre a dívida social que Maringá tem para com este vizinho.

Um trapalhão na fita


Didi, Dedé, Mussum e Zacarias. Os dois últimos já deixaram o mundo dos vivos. o primeiro continua se sustentando como estrela global, apesar de já ter perdido a graça faz tempo. O menos engraçado deles, mas que Didi considerava no auge dos Trapalhões uma espécie de escada para os demais, pode se tornar a referência hilária da próxima campanha eleitoral no Paraná. Pois é, o Dedé, que depois de anos rompido com Didi voltou à Globo, mas em participações sem sal e sem açúcar, será candidato a deputado federal pelo PDT em 2010. Deverá estar ao lado de Osmar Dias, quem sabe para quebrar um pouco a sizudez e o azedume do cabeça de chapa.

15 de julho de 2009

Balaio de gato

Informa Zé Beto em seu blog que amanhã haverá uma cerimônia em Pinhais que reunirá no mesmo local o ministro Carlos Lupi e o senador Osmar Dias ( ambos do PDT), o governador Roberto Requião (PMDB) e o ministro Paulo Bernardo, do PT. Tem gente apostando que, em algum momento, Requião e Osmar trocarão "chega pra lá". Pode ser que os dois acabem se acertando lá na frente, mas por enquanto, serão dois corpos ocupando o mesmo espaço. Aí já viu, né!

A estratosfera é o limite

Quem acompanha futebol fica espantado com o nível salarial de jogadores e técnicos de ponta. Nos grandes times da Europa nem se fala, mas o Brasil não fica atrás. Para um país onde a esmagadora maioria dos trabalhadores ganha salário mínimo, quando muito,as cifras chegam ao nível do absurdo. Vejam o caso Muricy, que rejeitou um salário de R$ 600 mil do Palmeiras e , generosamente, fechou com o meu Santos, por modestos R$ 450 mil mensais, mais premiação. É mole ou quer mais?

Apoiado, mas há um porém...


Merece elogio a iniciativa do jovem comunicador Flávio Mantovani, amigo dos cachorros e que, como eu e tantas outras pessoas, anda indignado com a eutanásia dos caães recolhidos nas ruas. Mas acho que antes de travar essa discussão em nível estadual, o Flávio podia iniciar um debate aqui em Maringá, onde a eutanásia corre solta no Centro de Zoonozes, segundo reportagem recente do jornal O Diário. Que tal Flávio? Ou será que o papai Paulo Mantovani, que integra a "administração cidadã" pode não gostar da idéia?

Será que ele jogou a toalha?



O senador Álvaro Dias estava em franca campanha dentro do PSDB para ser ele o candidato do partido a governador do Paraná. Chegou a usar como argumento a possibilidade que tinha de agregar o PMDB do Estado à campanha de Serra. Como Beto Richa vem crescendo, se consolidando como candidato tucano ao Palácio das Araucárias, Álvaro parece recolher o trem de pouso. Respondendo a uma pergunta em entrevista de rádio sobre em quem votaria para governador, ele deu a senha do recuo:
"Olha, o político tem dificuldade, porque ele tem de ser partidário. Então, no número 45. Tenho que votar no número 45. Se eu fizer qualquer outra declaração aqui, é infidelidade partidária".

Geraldo desce a madeira, a esmo

O radialista Geraldo Irineu, assessor de imprensa do prefeito Milton Martini, falou barbaridades em seu programa de rádio (Rádio Banda Um de Sarandi) sobre conselhos municipais. O comentário foi a propósito de notícia do afastamento de uma presidente do Conselho Tutelar, que ele não fala de onde.Chgegou a dizer taxativamente isso:"Esses conselhos é coisa do capeta, do satanás.Se conselho fosse bom esse pessoal não precisava receber,não é mesmo? Tem muita gente vadia nesses conselhos. Ó gente, tem muita roupa suja pra lavar por áí, tem cabo de enxadada esperando...".

Bem, o tom agressivo do apresentador é uma característica do programa, que já começa a afrontar a inteligência do ouvinte na vinheta de abertura:"Com o Geraldo Irineu, escreveu não leu, o pau comeu". Dá pra imaginar como deve ter gente na bronca por aí, né?

O céu poderá ser o limite da imoralidade

"Governo quer eliminar ‘teto’ para os preços em licitações", comenda Josias de Souza, na Folha On Line. Isso significa na prática, que está em curso no Congresso Nacional mais um golpe contra a moralidade pública. A imoralidade pode constar da LDO - Lei de Diretrizes Orçamentáruias/2010.
Isso é um prato cheio para gestores públicos que tem incompatibilidade crônica com a ética e por isso fogem mais de licitação do que o diabo da cruz. O tal ovo de serpente deve ser votado hoje em sessão conjunta Câmara-Senado.Estima-se que uma vez aprovada esta imoralidade, para compras sem concorrência pública o céu será o limite.

Vrigílio, o probo

"Aspone do tucano Arthur Virgílio (AM), Carlos Alberto Nina Neto recebeu mais de R$ 210 mil do Senado, enquanto estudava teatro na Espanha".
. Do blog do Cláudio Humberto

PSDB cria blog da CPI

É um blog da bancada do PSDB no Senado, criado para divulgar o dia-a-dia da CPI da Petrobras, a partir da ótica tucana.O pretexto é agir em defesa da estatal, o que soa muito falso se a gente se ater a esses fatos, recordados agora pelo jornalista Paulo Henrique Amorim no Conversa Afiada:

"Sergio Mota foi o “trator”, o “guru”, aquele que “operou” a reeleição de Fernando Henrique.
Foi ele quem concebeu a privatização da telefonia, que caiu no colo do passador de bola, apanhado no ato de passar bola, Daniel Dantas.
Foi ele quem disse que a Petrobrás era o último esqueleto no armário, um paquiderme.
David Zylbersztajn, o “Davizinho”, era o genro de FHC e presidente da ANP (Agência “Nacional” de Petróleo), quando disse que era preciso desmontar a Petrobrás osso por osso.
O Presidente da Petrobrás de Fernando Henrique, Francisco Gros, disse nos Estados Unidos, logo após assumir, que sua tarefa era privatizar a Petrobrás.
Foi no Governo Fernando Henrique que tentaram rebatizar a Petrobrás e chamá-la de “Petrobrax”, num nome mais global, mais vendável".
Provavelmente redigido por Roberto Campos.

Somos a sétima

"Levantamento efetuado pela Fundação Getulio Vargas revela que Londrina é a quinta melhor cidade do SUL para trabalhar. Fica logo atras de Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis e Itajaí. Maringá ficou em sétimo lugar".
. Do blog do senador Álvaro Dias

Heine,ameaçador

O vereador Heine Macieira subiu a tribuna ontem a tarde para protestar contra críticas da imprensa ao comportamento da edilidade. Estava irritado e partiu pra cima, principalmenrte, do editor-chefe do O Diário Milton Ravagnani. "Não vou adimitir esse tipo de coisa". No final da sessão, brinquei com Dr. Heine:"Calma Heine, está tão bravo por que?". Me encarando, como se quisesse esganar todos os que o criticam, foi ríspido:"Você ainda não viu nada, me aguarde!".
Fiquei pensando naquele comportamento meio destemperado do líder do prefeito e me ocorreu o seguinte: o dr. Heine tem lá suas razões, porque acho que a mídia anda pegando muito no pé dos vereadores, geralmente em cima de questões menores, detalhes. O essencial, que precisa ser questionado, é o comportamento da Câmara enquanto poder independente. A questão dos CCs, da reforma meio mandrake, tudo isso precisa ser criticado, denunciado se for o caso. Mas a mídia e a sociedade organizada precisam, com certa urgência, discutir não as questões menores, mas o comportamento do Poder Legislativo como um todo. A Câmara está de joelhos, posto que a maioria aceita tudo o que vem do Executivo sem discutir, sem analisar as consequências que um projeto ou outro do prefeito poderá trazer para a cidade. Eis aí o X da questão.
É danoso para a cidade ter uma Câmara Municipal de joelhos, não importa quem seja o prefeito. É legítima a existência de base de apoio, de bancada de situação que fecha em torno do gestor-mor do município. Mas é ilegítimo, e até vergonhoso, viu Dr. Heiner, uma bancada majoritária que não pode ser chamada de base de apoio, mas sim de turma do amém. Que numa sessão aprova emendas que acabam com o uso eleitoreiro de cargos de chefia na Saúde e na Educação e em seguida, restabelece o mecanismo vergonhoso que tinha derrubado. Falta respeito da maioria com a oposição, que é vista como inimiga e não como contraponto no processo democrático. O problema , portanto, não é o deslize de um ou de outro vereador, o problema é o deslize da Câmara Municipal de Maringá enquanto poder independente, que deveria ser. No jogo democrático, a maioria comanda os processo de votação, mas dentro de regras legítimas, minimamente respaldadas na legalidade e na ética. E não é isso o que tem acontecido na nossa Câmara, onde a ditadura da maioria frequentemente atropela o bom senso.

Esse é o Osmar!

O senador Osmar Dias não permitiu que o Delegado Regional do Trabalho, Alvyr Pereira de Lima Junior comparecesse ontem à escola de governo de Roberto Requião para assinar a convenção coletiva entre empregadas domésticas e empregadores que fora elaborada com apoio da Secretaria do Trabalho, INSS e DRT.

Era uma solenidade oficial, mas o indicado do Senador ao cargo, não deveria ir para não colocar azeitona na empada de Requião. Esta foi a leitura feita por várias poessoas presentes e por alguns jornalistas políticos do Paraná. Isso prova o que? Prova que em matéria de rancor, Osmar não fica nada a dever ao desafeto.

Vai dar samba

O jornalista Fábio Campana escreveu em seu blog que o encontro entre PT e PMDB realizado ontem a noite foi um fracasso, principalmente para os peemedebistas. Disse que os petistas jogaram um balde de água fria na tentativa de aliança, sugerida pelo governador Roberto Requião. Hoje a tarde conversei na Camara Municipal de Maringá com o vereador Mário Verri, irmão de Ênio, que participou do encontro. Segundo o vereador, o encontro foi produtivo e os petistas sairam animados, convictos de que vai dar samba.

14 de julho de 2009

O que ha em comum entre Pelé, Sarney e Parreira? Nada

"Meu pai costumava dizer que o Pelé é o Pelé por dois motivos: porque foi um gênio, e porque soube parar na hora certa, no auge. Ninguém viu Pelé definhar, encolher em público, tropeçando nas pernas, na idade ou na bola.

Fico a pensar nisso quando leio as notícias sobre Carlos Alberto Parreira e José Sarney. Os dois estão longe de ser gênios, eu sei. Mas podiam ter entrado para a história de forma mais digna".
. Do blog Escrivinhador (Rodrigo Viana)

Por que politizar a fatalidade?

Ouvi e li um monte de bobagens sobre o acidente automobilístico em que se envolveu o prefeito Silvio Barros II. Teve gente falando que os inimigos políticos do prefeito estariam vibrando. Não creio que Silvio tenha inimigo político, tem sim, adversário. Não dá pra imaginar que alguém vibraria diante de uma situação dessa. Todo mundo sabe que foi um acidente e ninguém ignora o fato de que Silvio não bebe e, até prova em contrário, é um motorista prudente. É mesquinho levar diferenças políticas para o campo pessoal, ainda mais em circunstâncias tão infelizes - para o atropelator e para os atropelados - como a do acidente do prefeito na Castelo Branco.
Acho de tremendo mau gosto (e mau agouro) qualquer insinuação maldosa sobre o acidente. Acidente acontece com qualquer um, quando menos se espera e onde menos se espera. Portanto, vamos parar com essa palhaçada de querer politizar uma tragédia pessoal como essa.

Serra se desgasta, Aecio aquece os motores



"Se José Serra se retrai, Aécio Neves age como candidato a presidente: após um regabofe do DEM, chamou o colega pernambucano Eduardo Campos (PSB) para assistir amanhã a final da Libertadores, no Mineirão".
. Blog do Claudio Humberto

PS: o tucanato paulista acha que a candidatura de Serra e favas contadas. Mas enquanto o governador se desgasta, com escandalos como a pornografia em livros didaticos e da honraria de validade duvidosa, o neto de Tancredo Neves(+) come o angu pelas beradas

Em nome do que os une

Sobre o encontro do PMDB e do PT ontem, diz Floris, secretario geral do Partido dos Trabalhadores:

"É hora de ajustar a política. Com muita responsabilidade debater e encaminhar a melhor estratégia.

Uma estratégia que impeça que os neoliberais voltem a governar o Brasil e o Paraná".

PS: A considerar esse lado da questao , os dois partidos certamente marcharao juntos em 2010 no Parana. O neoliberalismo, alvo de constantes criticas do governador Roberto Requiao nao tem moleza com o PT de base. De base, bem entendido.

Ele merecia isso?


Tenho a maior admiraçao pela ave, que encanta por ter um bico enorme. Seria por isso que virou simbolo de um partido politico brasileiro? O tucano nao merecia isso,sinceramente. De qualquer forma, acho que a escolha foi devido ao fato de que a ave tem no bico sua grande atraçao. Se tucano e bom de bico, "tucano" tambem poderia ser. Isso explica a simbologia que, na maneira de ver de um ambientalista amigo, trata-se de um desrespeito a nossa fauna.

Tucanagem


De uma serrista no Painel do Leitor da Folha de Sao Paulo:

"Texto de Ricardo Melo dá curso a boataria que circulou nos últimos dias pela internet, em sites e blogs de menor repercussão. Repete o jornalista que o governador Serra teria atribuído à ONU um prêmio recebido na semana passada, outorgado por uma ONG.
Como consta de todo o material distribuído sobre a homenagem, em momento algum o governador ou sua assessoria disseram diferente: o prêmio é da WFO (World Family Organization), entidade com sede em Paris, filiada à ONU e fundada em 1947. É, ao mesmo tempo, endossado pelo Comitê Econômico e Social (Ecosoc) da ONU.
Durante reunião anual do Ecosoc (entre os dias 6 e 9 últimos) na sede europeia da ONU, em Genebra, o prêmio foi entregue ao governador, como um dos eventos dessa reunião plenária, na presença de jornalistas brasileiros.
Acrescente-se que não é prática do governador ostentar títulos que não tem. Primeiro, porque não seria ético. Segundo, porque seu currículo dispensa maquiagens."

JUNIA NOGUEIRA DE SÁ, coordenadora de Comunicação e Imprensa da Secretaria de Comunicação do Governo de São Paulo (São Paulo, SP)

Outro lado:

. por Eduardo Guimarães, no Cidadania (Blog do Azenha)

"Segundo uma “aspone” de José Serra hoje no Painel do Leitor da Folha de São Paulo o governador invisível (na mídia) não precisa inflar seu currículo.

Ela mesma (aspone), porém, inflou a premiação fajuta que o tucano recebeu de uma ONG metida em montes de escândalos com dinheiro público e fundada em Curitiba por uma tucana.

A ONG tucana "com sede em Paris" não pode ser comentada com um mínimo de profundidade nem pela Folha nem pela "aspone" serrista, pois os fatos sobre ela (ONG) a desmontam.

Não é surpresa que Serra infle seu currículo com premiações fajutas. Ele já havia se apropriado do programa da aids dos doutores Adib Jatene e Lair Rodrigues e dos genéricos de Jamil Haddad.

Os blogs e sites de "menor repercussão", como diz a "aspone" abaixo, pelo visto não são de repercussão tão pequena. Aliás, como signatário do blog que levantou a bola da premiação fajuta de Serra, sinto-me recompensado pela carta dela".

PS: Assumir paternidade de filho que nao colocou no mundo parece uma caracteristica marcante do tucanato. Vide caso do Plano Real, que Fernando Henrique assume como sendo de merito exclusivamente seu, mas cujo pai chama-se Itamar Franco.

"Ja fui vestal, gente!"


Senador Arthur Virgilio

. Pincei a foto do blog da Marta Belini

Um fato , duas versoes

Do blog do Fabio Campanna, adversario confesso de Requiao:

"PMDB e PT não chegam
a nenhum acordo
O resultado da tão anunciada reunião do PT com o PMDB pode ser condensado na frase do deputado estadual Stephanes Jr, do PMDB: “estou me sentindo embarrigado”.
Nada acertado entre os dois partidos, foi constituída uma comissão para organizar nova reunião marcada para janeiro do ano que vem. Ou seja, o papo esfriou".


Do jornal online Hora H News, simpatico a Requiao e a candidatura Pessuti:

"Acordo pode levar o PT a marchar com Requião e Pessuti
Um acerto entre o PT e o PMDB, costurado nesta segunda-feira, 13, pode ter efeitos decisivos sobre a disputa sucessória no Paraná".

13 de julho de 2009

Deputados suspeitos voltam

"STF autoriza retorno de deputados suspeitos


O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, determinou nesta segunda-feira (13) o retorno imediato dos oito deputados estaduais de Alagoas afastados desde março de 2008 por suspeita de corrupção. Eles haviam deixado a Assembleia Legislativa do Estado após decisão liminar do juiz da 16ª Vara Cível da Capital, Gustavo Souza Lima".
. Do blod do senador Alvaro Dias

Calcanhar de Aquiles...


Envolta em escândalos munumentais e se aproximando perigosamente do impeachmann a governadora do Rio Grande do Sul Yeda Rorato Crusius ou YRC, começa a tirar o sono dos tucanos que sonham com o Palácio do Planalto. Ela será o Calcanhar de Aquiles do PSDB nas eleições presidenciais do ano que vem.
Dois mil e dez promete, teremos uma eleição como nunca se viu. Pelo jeito, não faltará merda, a escassez será de ventilador. E escrevam aí: Daniel Dantas, o banqueiro condenado, que o delegado Protógenes chama de "banqueiro bandido" , deverá estar (escatologicamente falando ) no olho do furacão.

Amanhã será outro dia.Ou não...


Daqui a pouco, mais precisamente às 18h30 o PMDB e o PT se encontram para falar de 2010. Devem participar do encontro o governador Requião e a cúpula do PT, inclusive o maringaense Ênio Verri, secretário de Planejamento do Estado. Dependendo do resultado da conversa, a sucessão estadual toma novo rumo amanhã. Uma aliança PT/PMDB fortalece a candidatura Pessuti e joga água no chopp de Osmar Dias.

Swing partidário



"Os partidos engalfinhados na sucessão no Paraná praticam uma dança em que os pares são constantemente trocados. O PT de Gleisi Hoffmann se afastou do PDT de Osmar Dias e foi rodopiar com o PMDB de Requião.
Em resposta o PSDB de Beto Richa voltou a dançar com o PDT de Osmar Dias. Será que esses rodopios e troca de casais vai ter alguma conseqüência ou é só mais uma figuração inconseqüente?
Ninguém sabe, mas é certo que ninguém do distinto público tem tempo, disposição ou interesse de acompanhar esses movimentos de alta complexidade e, geralmente, de escassas conseqüências. Só os políticos e os jornalistas especializados têm interesse em acompanhar toda essa movimentação que tanto frisson produz entre esses setores muito restritos".

. Por Eduardo Schneider (blog do Fábio Campana)

PS: Sinceridade, nesta fase pré-nupcial, os arranjos de bastidores não despertam nenhuma atenção do grande público realmente. Mas é preciso que os jornalistas que, por dever de ofício, estão sempre "fuçando" os becos da política partidária,estejam atentos. Desses movimentos, desse swing é que seirá o próximo governador do Paraná. E isto sim intersssa ao povão.

Utilidade pública

Leitor que se identifica como Suame escreve:
"Messias: aproveito o espaço para divular que achei documentos de Thiago Fernando de Azevedo. Fone 3025-7709"

Subsídios para o Ministéiro Público

"Resolvi dar uma olhada em todos os empenhos de janeiro a maio de despesas da Prefeitura de Maringá, beneficiando a Clínica de Fisioterapia Cerro Azul, e apurei os seguintes valores: janeiro, R$ 3.175.000,00; fevereiro, R$ 3.508.000,00; março R$ 5.854.000,00; abril R$ 1.050.000.00; e maio, R$ 5.999.000,00. Média mensal de R$ 3.917.000,00, o que considerando o valor de R$ 15,00 por sessão, que, salvo engano é o pago pelos planos de saúde, daria para 261.133 sessões de fisioterapia, ou mesmo considerando 26 dias úteis daria 10.043 sessões diárias. É improvável que uma única clínica tenha condições para tal.
Alguma coisa está errada. Ou eu não soube interpretar os números ou há algo estranho.
Gostaria que os senhores vereadores verificassem, ou a Prefeitura explicasse".

Akino Maringá, colaborador (blog do Rigon)

11 de julho de 2009

Recado de quem sabe o que fala

O cientista politico Rogerio Bonilha, em entrevista ao Hora H News, faz uma ainalise interessante sobre o pleito de 2010 para governador do Estado.Aos que se apressam em achar que sera barbada, eis alguns conselhos do experiente analista:


Sites e blogs dos candidatos
"Não é da nossa cultura e, depois, nenhum dos nossos (pré) candidatos tem a cara do Obama"

Osmar Dias
"É preciso que o pedetista mude de estilo porque se sua atuação for semelhante a da campanha de 2.006, corre o risco de voltar a perder"

Beto Richa
" O prefeito está passando por uma prova de fogo com as denúncias que envolvem ex-integrantes do PRTB que participaram da campanha à reeleição. Mas é prematuro tirar conclusões se este fato irá prejudica-lo numa eventual campanha ao governo do Estado"

Roberto Requião
" Se enganam aqueles que desprezam a força do governador. Ele tem uma base forte, uma área de influência que não é desprezível e isso será importante no processo eleitoral do ano que vem, a não ser que ele decida ficar neutro"

Sarney e a pedra filosofal



Impressionante a sequencia de denuncias contra o presidente do Senado. Mais impressionante ainda a forma como ele nega, nega, nega. Mas vai tudo acabar em pizza de atum, porque alem de ser um craque na arte da esgrima verbal, Sarney conhece como ninguem os segredos de uma boa massa, coisa mesmo de pizzaiolo top de linha.Agora mesmo acaba de tirar da cartola a frase , em forma de pedra filosofal, que o livrara de qualquer pena:"Nao tem como dar puniçao os malfeitos antigos".

Transparencia, a gente ver por aqui

Outro assessor é investigado pelo MP

"Um dos mais novos assessores importados pelos irmãos Barros para serem pagos pelo contribuinte maringaense - o ex-secretário de Meio Ambiente de Cascavel, Leopoldo Fiewski - teve as contas reprovadas e está sendo investigado pelo Ministério Público. Dois inquéritos foram abertos para investigar o pagamento possivelmente irregular de R$ 189.320,00 em despesas diversas, relativos a 31 notas fiscais que desapareceram da prestação de contas junto ao Conselho Municipal do Meio Ambiente. "Algumas compras aparentemente desnecessárias também foram feitas entre 2006 e 2007, como a de um notebook no valor de R$ 3.649,00. No documento fiscal, está especificado que o computador seria para uso do ex-secretário de Meio Ambiente Leopoldo Fiewski", diz reportagem do jornal Hoje de Cascavel.
Fiewski agora ocupa CC na administração Silvio Barros II, mas na prefeitura transparente ninguém informa onde ele está lotado".

. Do blog do Rigon

10 de julho de 2009

Passeio pelo You Tube

Foi um passeio musical,onde revi clips inesqueciveis, com cantores e compositores do primeiro time da MPB em todos os tempos. Que maravilha ouvir Joao do Vale e Chico Buarque cantando Carcara; Bily Blanco , com Tereza da Praia; Xangai interpretando ABC do Preguioçoso, do Elomar; Raymundo Sodre, que começou cantando no coro da igreja da minha Pintadas, dando show com sua A Massa ; Elis Regina cantando Iracema com Adoniran e Cartola mandando ver em O mundo e um moinho.
Continuo sem acento no PC aqui de casa, mas Jamelao interpretando Ronda e qualquer coisa de extraorsdinario e com a ajuda do Bar do Bulga consegui, vejam so, localizar um clip de Sidney Miller, cantando Pois e, pra que.

Uma alma chamada propaganda


Eduardo Galeano: a palavra e a publicidade

"Se você busca a verdade, beba a cerveja Heineken. Quer autenticidade? Fume cigarros Winston. Busca a rebeldia? Compre uma máquina Canon. Está inconformado com a situação do mundo? Coma um hambúrguer da Burger King. Deseja afirmar sua personalidade? Use um cartão Visa. Quer defender o meio ambiente? Espelhe-se no exemplo da Shell. Hoje em dia, a publicidade tem a seu cargo o dicionário da linguagem universal. Se ela, a publicidade, fosse Pinóquio, seu nariz daria várias voltas ao mundo".

Essa analise critica do escritor Eduardo Galeano (As Veias Abertas da America Latina) nao deve ser encarada com rancor e nem descaso pelos magos da propaganda. Ao contrario, deve servir de fonte para reflexao sobre o que as agencias tem feito com a publicidade no Brasil.O texto é maravilhoso e nos leva a pensar sobre a tal "alma do negocio".

Foi uma brincadeira ou um bafão?


Marcelo Rubens Paiva constata em seu blog que o presidente Lula presenteou Barack Obama com uma camiseta velha da seleção brasileira. Diz o escritor:
"Lula brincou com Obama, já que derrotamos os EUA de virada na final da Copa das Confederações. No entando, o autógrafo que se vê em primeiro plano é de Wagner Love, que não estava na disputa e, por sinal, não é convocado há tempos.
Examinando com mais cuidado, veem-se autógrafos de Cicinho, Fred, Daniel Carvalho, Edmilson, que não frequentam mais a lista de convocados. Está até o Dudu Cearense, lembra dele?"

"Prêmio Mico"


É assim que está sendo chamado um prêmio que o presidenciável José Serra recebeu, segundo ele diz, da ONU. Mas não foi da Organização das Nações Unidas, como o que Lula recebeu em Paris. Confundiram ONG com ONU. Sobre isso ,escreveram os blogueiros Paulo Henrique Amorim e Luis Carlos Azenha:
"O prêmio-emergência, para aplacar a dor-de-cotovelo do governador em relação ao presidente Lula, virou prêmio-mico do ano.
Primeiro, se descobriu que o currículo da dona da ONG responsável pela indicação de José Serra está mais para folha corrida.
Depois, que a solenidade não foi no plenário do Conselho Geral da ONU, como próprio Serra alardeou pelo twiter. Foi numa sala emprestada.
Em seguida, a própria ONU tratou de esclarecer que não tem qualquer relação com a dita ONG".

O Luis votou com a oposição. Aleluia!!!

Informa o servidor Paulo Vidigal:
"Cerca de 30 servidores acompanharam a sessão da Câmara que aprovou em segunda discussão o projeto de lei do executivo que ataca direitos dos trabalhadores da saúde criando distorções na carga horária.
O vereador Mário Verri solicitou o adiamento da votação, o que vereadores da base aliada do prefeito não permitiram. Votaram a favor do adiamento: Mário Verri, Manoel Sobrinho, Luis do Postinho e Humberto Henrique. Votaram contra o adiamento: Haine, Evandro Jr, John, Sabóia, Bravin, Zebrão e Welington Andrade. Servidores do hospital Municipal e Zona Norte deixaram a sessão indignados".

PS: Pois é, o Luis do Postinho é servidor justamente da área da saúde. Mas como tem sido teleguiado, é difícil imaginar ele votando com a oposição. Será que se deu conta de que precisa se desgarrar para não transformar seu mandato em pó? Enquanto isso, segue se batendo nas próprias contradições o vereador mais votado nas eleições de outubro. Wellignton Andrade ainda não sabe que apito tocar no plenário. Por enquanto, ele morde e assopra. A continuar assim, tem carreira política tão curta quanto um coice de porco.

Quando a tragédia vira propaganda pessoal


"Os outdoors espalhados pelo ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho em Guarapuava foi uma atitude absurda, desastrada e tão fora de propósito que choca a sociedade paranaense. Confundiu a tragédia com a política, transformou o conforto recebido da população da cidade em propaganda pessoal e arrematou com a prepotência dos que se consideram acima do bem e do mal no julgamento do fato de o ex-deputado ter sobrevivido a um acidente, causado por ele, em que dois jovens morreram".
. Por Ruth Bolognesi(Paraná Online)

Nossa fé é moderada, mas há os que FÉdemais...

"Assisti nesta manhã a gravação da sessão de ontem da Câmara de Maringá e fiquei com uma dúvida. Será que o Messias (não o Mendes) se fez carne novamente e está trabalhando em Maringá? Será que o líder do prefeito é um dos seus apóstolos que também encarnou em aqui? O que tem dito do vereador Figueira, digo, Macieira (lembrei da parábola da figueira seca) coloca o prefeito como um ser de outro mundo. Afirmar que a ‘reforma administrativa’, com redução de cargos que foram criados pelo próprio prefeito, é um fato inédito no Brasil e que Silvio Barros é sinônimo de transparência é demais.
Será que Cristo voltou e está encarnado como prefeito de Maringá?

. Akino Maringá, colaborador (Blog do Rigon)

PS: Sou Messias mas não sou messiânico, embora saiba que o messianismo pulula por aqui. Mas não sejamos incrédulos meu caro Akino, tenhamos pois, a fé moderada dos sensatos. Quanto aos que tem FÉdemais...

Um ano de Satiagraha e a isolada comemoração do delegado Protógenes



O que no início parecia mais uma operação da Polícia Federal para caçar corruptos, transformou-se no estouro de um monumental escândalo, de proporções ainda encobertas. E o que se seguiu depois das primeiras consequências do trabalho comandado pelo delegado Protógenes Queiroz foi uma sequência de fatos estarrecedores e ao mesmo tempo, reveladores da hipocrisia nacional e do grau de comprometimento de certos setores da mídia com o banqueiro condenado Daniel Dantas.
Ao comemorar na última quarta-feira um ano do início da operação que comandou de forma brilhante, o delegado Protógenes(foto) comentou em seu blog:

"Os fatos revelados são assustadores, desde 1.400 concessões de exploração do subsolo brasileiro em favor do banqueiro bandido condenado Daniel Dantas, passando por mensalão, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, sonegação fiscal, gestão fraudulenta, gestão temerária, formação de quadrilha e organização criminosa. Tudo com a colaboração de individuos infiltrados em órgãos estatais de forma direta, indireta ou inércia dos nossos governantes.
O resultado até agora conquistado pelo trabalho desenvolvido por aqueles que acreditam em um Brasil melhor para nós e futuras gerações ( Delegado Protógenes e equipe, o Juiz Fausto e o Procurador Rodrigo De Grandis ), cujo compromisso é com o Estado brasileiro e portanto proclamamos o saldo até agora realizado, além de reafimar que hoje o espaço para o corruptor e o corrupto está cada vez menor nas administrações públicas, mas sobretudo o resgate a ética, a moral, respeito aos símbolos nacionais, a Constituição da República. Ao final encontramos um ponto de equilíbrio entre os interesses público e o privado diante do produto apresentado na primeira e segunda fase de investigação.
A primeira fase do trabalho investigativo denota o resgate desse equilíbrio ao condenar o banqueiro bandido Daniel Dantas e seus asseclas uma pena de mais de 10 anos de cadeia, multa de 12 milhões de reais e bloqueio de aproximadamente 3 bilhões de dólares em paraísos fiscais".

PS: Quem acompanhou atentamente o noticiário sobre a Satiagraha nesses últimos 12 meses, viu como a grande mídia parecia comprometida com o esquema investigado. O delegado que levantou as provas e o juiz que condenou Dantas, apanharam um bocado. Protógenes, por exemplo, por várias vezes passou de investigador a investigado, por conta de suposto vazamento de informações. Espera-se que a Satiagraha prossiga e que no frigir dos ovos, o país possa remover o biombo que ainda protege a maioria dos grandes corruptos e corruptores do país.