30 de junho de 2011

A irrigação dos currais eleitorais



A presidente Dilma Roussef bem que tentou mas quedou-se ante a pressão da base aliada pela liberação das emandas parlamentares ainda não pagas este ano. Assim, irá para as mãos de prefeitos, via deputados fisiologistas, a modesta quantia de R$ 5 bilhões. Essa irrigação de currais eleitorais com dinheiro públido é uma das maiores excrescências da política brasileira desde o Império.

Tal pai, tal o filho

Jair Bolsonaro pai foi absolvido pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, apesar da suas claras e permanente manifestações contra negros e gays.
O filho dele, vereador no Rio, deu um berro de alívio quando soube da notícia. Pior: Carlos Bolsonaro (PP), anotou em seu twitter: “CHuUuuupa Viadada. Bolsonaro absolvido!!!! Viva a Liberdade de Expressão. Parabéns Brasil!”

Fonte: blog do Josias de Souza

Jornalista pede desculpa por caluniar o Dr Rosinha

Trigueiro
Dr Rosinha
Está no site do deputado federal Dr. Rosinha (PT/PR):

"A credibilidade é um requisito imprescindível tanto para o exercício profissional do jornalismo quanto para o exercício de qualquer mandato público.

No último dia 9 de junho, minha credibilidade como parlamentar foi alvo de um sério ataque, que não poderia ficar sem resposta. Talvez por desinformação, o jornalista André Trigueiro, em sua conta no twitter, afirmou com todas as letras que naquele dia eu teria ido à sede da Anvisa “fazer lobby em favor do metamidofós”.

Usado em lavouras de algodão, amendoim, batata, feijão, soja e tomate, o metamidofós é um inseticida que pode prejudicar o desenvolvimento do feto, além de afetar os sistemas neurológico, imunológico, reprodutor e endócrino. Já proibido na União Europeia e em outros países do mundo, está fase de banimento também no Brasil.

Tamanha foi a gravidade da insinuação que, imediatamente, passei a receber mensagens de diversas pessoas, alertando para o referido ataque. A todas elas, expresso aqui a minha gratidão.

Ainda que eu não tivesse um histórico de combate aos agrotóxicos, tal acusação, para não ser leviana, deveria vir acompanhada por algum elemento de prova, o que não aconteceu.

A luta do nosso mandato contra os agrotóxicos não apenas é amplamente reconhecida pelos movimentos sociais, como inclusive há vários projetos de lei de minha autoria contra esses venenos em tramitação no Congresso Nacional.

Depois da polêmica no twitter, recebi uma mensagem, via e-mail, do presidente da Anvisa, Dirceu Barbano. “Quanto às afirmações do jornalista em seu blog, considero que devem ser compreendidas como conclusões dele sobre o conteúdo e a natureza de uma reunião da qual ele não participou”, diz trecho da mensagem.

Ao que complemento: O jornalista em questão não apenas não participou, como acabou por testar em público uma hipótese falsa. Hipótese que repudio com veemência e classifico como calúnia.

No dia seguinte, André Trigueiro propôs encerrar a polêmica no Twitter, pediu desculpas e ofereceu espaço para eu me manifestar em seu blog. “Se sentiu ofendido, peço desculpas”, escreveu.

Meu comentário: Menos mal, o jornalista reconheceu o erro e se desculpou.

Greve deve parar Londrina

Informa o portal da Folha de Londrina (Bondnews) que "os servidores municipais podem cruzar os braços em Londrina. A assembleia-geral, marcada para segunda-feira (4), traz indicativo de greve. Os servidores estão insatisfeitos com a falta de reposição salarial".

Meu comentário:acho que a essa altura o prefeito Barbosa Neto deve estar conversando com Ricardo Barros, para que este o oriente nas negociações com os servidores, tal qual fez com o irmão Silvio em 2006.

Sem eleição no TCE

Informa Ismael Morais em seu b log que "o Tribunal de Justiça do Paraná suspendeu agora à noite a eleição para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado
A eleição aconteceria na próxima terça-feira (5), conforme convocação do presidente da Assembleia, Valdir Rossoni".

29 de junho de 2011

O mundo com as pernas...


Ele se licenciou para concorrer a presidência da Fiep. Parece que já faz parte co conselho administrativo da Fiesp. O homem, como se vê, quer abarcar p mundo com as pernas. Ainda mais agora que está sem mandado eletivo, portanto, desprotegido pela imunidade parlamentar, capa protetora de vários fichas sujas.

Boff vê o que Lênin previu



Em artigo no portal Carta Maior, Frei Leonardo Boff vaticina: "O capitalismo está chegando ao fim". Ele tem consciência de que esta é uma tese desacreditada, inclusive por marxistas de carteirinha, pela simples razão de que o sistema capitalista já demonstrou capacidade infinita de se reproduzir. Modesto, o frei também reconhece que não está querendo redescobrir a pólvora, tão somente constatando que a crise atual do capitalismo não é apenas conjuntural, é estrutural mesmo.
E se é estrutural, tal qual parece, vamos verificar que Lênin realmente profetizou, quando disse lá pelos idos de 20 do século XX: "O capitalismo cairá, vítima das próprias contradições". Pena que eu não vou estar vivo pra ver a implosão.

Eleições com datas definidas

O TSE já definiu o calendário eleitoral de 2012. A eleição será dia 7 de outubro, ficando o segundo turno para 28, nos municípios com mais de 200 mil eleitores.

Vai ter eleição

Li há pouco no blog da bem informada Roseli Abrãao que a direção estadual do PMDB não vai prorrogar o mandato de Crispim na presidencia do diretório de Maringá,sendo certo que o partido terá bate-chapa entre Crispim e Mário Hossokawa dia 17 próximo.

O PMDB de Maringá está mais perdido que cego em tiroteio

Informa Rigon que Umberto Crispim formalizou pedido à Executiva Estadual, de cancelamento da convenção do diretório de Maringá marcada para 17 de julho. Ele deverá bater chapa com o presidente da Câmara Mário Hossokawa, que certamente se unirá ao professor Cláudio Ferdinandi, vice-reitor do Cesumar. O argumento crispiniano é de que os dois estariam a serviço do condomínio Barros, para evitar que o PMDB se alie ao PT nas eleições do ano que vem. Mário, claro, nega, e insiste que o seu partido precisa ter candidato próprio a prefeito.
Só para lembrar: em 2008 o PMDB teve candidato próprio, mas o diretório municipal presidido por Crispim, abandonou o candidato à própria sorte, depois de inviabilizar qualquer aliança com outros partidos, após a definição da chapa pura quase um ano antes do pleito.
Segunda-feira o diretório regional, sob a presidência de Waldir Pugliesi se reúne em Curitiba para decidir esta, entre tantas outras broncas internas. Se a convenção for cancelada, Crispim deverá ter seu mandato prorrogado, ou, em outra hipótese, receberá uma intervenção pela proa. Que confusão, ehim seu Araquém?

Está bichada, Zé, ou tem marimbondo no pe...

"Dos 44 inscritos para concorrer a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, só 17 permanecem na disputa. O que se fala nos bastidores é que muitos seriam laranjas. Queriam só aparecer. Quem sabe para poder tirar algum proveito político em 2012. Já outros caíram na real. Não ganhariam nem para inspetor de quarteirão".

.Do blog do Lauro Barbosa

Bem Lauro, tá mais do que na cara que a maioria dos inscritos só estava pensando na possibilidade de fazer constar a candidatura no curriculum vitae. Outros mais espertos, se inscreveram com a finalidade de reforçar seu cacife nas negociações partidárias de 2012.Laranjas? Só se for mesmo sem aspas, e ainda por cima, bichadas e com marimbondo no pé.

28 de junho de 2011

Não o povo judeu, mas o governo de Israel não quer a flotilha



Israel se prepara para bombardear a segunda flotilha da Paz que leva mantimentos para os confinados da Faixa de Gaza. Sobre isso, o especialista em Oriente Médio, Jorge Bourdoukan, escreve:

"A Flotilha da Paz carrega duas armas poderosas,poderosíssimas e podem causar danos jamais imaginados pelos dirigentes sionistas.
E que armas são essas?

Amor ao próximo e solidariedade.


A Flotilha navega também com um símbolo terrível para os inimigos da ajuda humanitária.

O símbolo Hedy Epstein (foto), 86 anos, estadunidense, judia, cujos pais foram vítimas dos nazistas.


Hedy Epstein já havia participado da primeira Flotilha e ficou indignada com a violência e o massacre praticados pelos soldados de Israel.

Os palestinos de Gaza estão preparando uma recepção inesquecível para os navegantes da Flotilha.

E uma, em especial, para a cidadã do mundo Hedy Epstein.

Hedy Epstein é a avó que todo mundo queria ter".

PSD, natimorto

O PSD de Kassab estaria filiando até mortos parta obter registro no TSE. A notícia vazou e o prefeito de São Paulo ficou furioso com o Secretártio do governo Alckmin, Rodrigo Garcia (DEM) a quem se atribui o vaszamento.

Informa Rodrigo Viana (Blog Escrevinhador) que "Kassab teria irrompido no gabinete de Garcia aos gritos ameaçado: ”Se você quiser me destruir, vou te destruir primeiro”.

Durma-se com um barulho desse!

"Entre os que fizeram doações para a campanha da deputada federal Cida Borghetti (PP), ano passado, estão o Autoposto Canadá e Autoposto Kakogawa (R$ 5.596,50 cada um), o jornal Hoje Notícias (R$ 18.583,00) e Zanoni Luiz Fávero (R$ 400,00), secretário da Controladoria Interna, indicado pela Sociedade Eticamente Responsável/Observatório Social de Maringá".

. Site do Rigon

Meu comentário: dos doadores citados nesta nota , surpreende o Hoje Notícias. Por duas razões: 1 - até pouco tempo atrás, seu proprietário andava de braços dados com o governo Requião e parecia um anti-Barros de primeira hora; 2 - Quem conhece o jornal e sua saúde financeira, sabe que doação de campanha, ainda mais num valor alto assim seria impensável.

27 de junho de 2011

Do sarrinho básico ao desrespeito. Aí também não,violão!


Os corintianos estão tripudiando em cima dos sãopaulinos. O alvo principal é Rogério Ceni, que levou um frango nos 5 a 0 de domingo, mas nem por isso deixou de ser o grande goleiro que sempre foi. Sou santista, não tenho nada com isso, mas cá pra nós: tirar um sarrinho é sempre bom e faz parte, mas tripudiar desse jeito? Até poderia, não fosse o futebol o esporte onde mais se dá e se leva troco.

Pra não dizer que não falei de cadafalso

O juiz Belchior Soares atendeu ao apelo dos moradoreds e suspendeu hoje a tarde a desocupação do Conjunto Atenas. Mas antes de sair o parecer da justiça favorável aos moradores, eles foram em comissão ao Paço Municipal falar com o prefeito. Claro, SBII não os recebeu pois sequer estava na cidade. O chefe de gabinete e o procurador "recepcionaram" os sem casa e como era de se imaginar, foram extremamente inábeis e até grosseiros com o grupo de excluídos dos projetos habitacionais da Prefeitura.
Segundo o blog do Rigon, o advogado Luiz Manzato chegou a dizer que o caso dos moradores que ocuparam as casas abandonadas do Atenas era caso de polícia. Certamente não ficou sem chumbo, porque um dos líderes do movimento chegou a retrucar:"Caso de polícia é beneficiar com terreno público uma tia do prefeito".

Cadafalso à vista!

Ele foi o cara no "Fome Zero"


Não tem como deixar de reconhecer que a eleição de José Graziano para a diretoria geral da FAO, um dos mais importantes organismos da ONU é reflexo da sua atuação no "Fome Zero", principal programa de distribuição de renda do governo Lula.

Falta de compromisso social é isso aí

O vereador Humberto Henrique disse em entrevista a um canal de televisão local que o problema gerado no conjunto Atenas poderia ter sido evitado se a Prefeitura tivesse feito o dever de casa, ou seja, cocnluir as casas no prazo certo. Como o conjunto continuou abandonado,foi ocupado por familias carentes, que agora estão sendo despejadas pela Justiça. É o que eu sempre digo, parafraseando a grande plim,plim: cidadania, a gente vê por aquí!

26 de junho de 2011

O gado vacum a caminho do alagadiço...

"Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) batizada de Galho Seco investiga as podas e os cortes de árvores realizados em Maringá a partir de contratos feitos em 2009 entre a prefeitura e três empresas que realizavam os serviços.

Cerca de dez pessoas, entre elas dois servidores municipais, já foram ouvidos pelo Gaeco e novos depoimentos devem ser tomados no decorrer desta semana.

A operação Galho Seco foi iniciada após denúncias de vendas de madeira, corte de árvores sadias, superfaturamento e subempreitada de serviços (terceirização feita pela própria empresa que venceu a licitação)".

. Trecho de reportagem de O Diário, assinada pelo repórter Murilo Gatti

Meu comentário: em que setor da "administração cidadã" não há problemas? O Ministério Público desenvolve várias investigações, a partir de inúmeras denúncias que lá chegaram. E desde 2005, já encaminhou alguns processos para a Justiça, onde já existem condenações, de primeiro e segundo graus. O bicho está pegando e o gado vacum se encaminha para o alagadiço.

Coisa de sabujo

OLha só isso: o atual governador Beto Richa e seus aliados (Rubens Bueno à frente) sempre foram ácidos nas críticas ao nepotismo. Ótimo, porque ainda que a legislação não tipifique a nomeação de parentes para escalões superiores da gestão pública como crime, isso não deixa de ser uma imoralidade. No jornalismo estadual, um dos blogueiros que mais bateram no nepotismo patrocinado pelo ex-governador Roberto Requião foi Fábio Campana. E é o mesmo Campana que agora sai de pau em cima de quem critica o nepotismo do governador Beto Richa, que criou duas super-secretarias para a mulher e um irmão. Vejam:

"O governo Beto Richa conseguiu aprovar os projetos que fundem quatro secretarias e as converte em duas e isso fez muito mal a cabeça dos petistas que é claro, brigam e lutam agora para que este governo não vá tão bem já olhando lá na frente, a eleição de 2014, quando Beto Richa tentará a reeleição contra uma candidata do PT que certamente será a ministra Gleisi Hoffmann".

Como diria MIno Carta: isso é ou não é coisa de sabujo?

Gleisi, irônica


A revista Veja que há muito tempo bate em Lula e, findo o governo do barbudo, continua ripando a madeira em Dilma, às vezes com razão e na maioria das vezes por pura canalhice midiática, deu mais um tiro no pé, por meio de nota do seu colunusta Lauro Jardim. De maneira gratuita, Lauro deu tom de denúncia a uma nota sobre o apartamento da Chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que valeria de acordo com avalialçao , cerca de R$ 900 mil. Bem, se a senadora e ministra tem um ap em Curitiba que vale isso, qual o problema? O que isso prova? Claro, não prova nada, mas mesmo assim Gleisi emitiu nota ironizando o colunista: “Sobre o valor de R$ 900 mil, citado na nota: é claro que meu apartamento valorizou-se nestes oito anos após a compra, mas, se Lauro Jardim ou o corretor que, diz ele, avaliou o imóvel, desejarem comprá-lo por este preço, podemos conversar”.

25 de junho de 2011

Se forem lá , por que não cá?


A população de Londrina se movimenta para tentar convencer a turma do CQC a vir à cidade abordar os problemas da saúde no quadro "Proteste Já", comandado pelo Rafinha Bastos.
Se a moda pega, na sequência é Maringá que deverá se mobilizar para vender ao time do Custe o que Custar a pauta da permuta dos terrenos do Jardim Itália.

Ainda sobre o jogo da sucessão municipal

No espaço de um minuto ouvi duas pessoas enfronhadas na política maringaense fazer comentários diferentes sobre o mesmo político.
O primeiro disse: "Edmar Arruda já é deputado e como não tem nada a perder, pois continuará com mandato, dificilmente deixará de disputar a sucessão de Silvio Barros II, o que aliás deverá fazer novamente o Dr. Batista";

O segundo disse:"O Edemar não será candidato, já fechou acordo com o Ênio Verri e vai apoiá-lo com toda certeza".

Escrevam aí para conferir depois

Estaria em andamento negociação do PT com um dos médicos de maior clientela feminina da cidade para que ele seja vice de Ênio Verri nas eleições do ano que vem.Se der jôgo, conhecendo este médico como eu conheço, afirmo sem medo de errar: Verri põe a mão na taça.

SB II põe um pé no cadafalso

Demorou mas a TV Cultura (RPC) tirou da gaveta uma reportagem pautada há algum tempo sobre as permutas de terrenos de equipamentos públicos no Jardim Itália com áreas menos valorizadas de propriedade de um irmão do ex-chefe de gabinete Ulysses Maia e de uma tia do prefeito Silvio Barros II. A ddescoberta do Ministério Público fez um dos beneficiários da transação rejeitar o negócio, mas já era tarde, porque chegara inclusive a fazer obras no local.
O prefeito tentou consertar a caca, mandando mensagem à Câmara pedindo autorização para indenizar os parentes dele e do seu assessor. E aí a emenda ficou pior do que o soneto, porque agora que a coisa se tornou pública, o promotor Cruz deve mesmo colocar lenha nesta fogueira.
Foi rizível ver o procurador jurídico do município na televisão tentando explcar o inexplicável. E o prefeito, que já andava cheio de problemas na esfera judicial, acaba assim, colocando de vez, um pé no cadafalso.

24 de junho de 2011

Data venia, Dr!

. Carlos Newton (Rribuna da Imprensa - online)

Existe um velho ditado jurídico que diz o seguinte: “Quando dois brigam, quem ganha é o advogado”. Nada mais verdadeiro, e podemos até adaptar o ditado, afirmando: “Quando uma autoridade se torna corrupta, vai ganhar muito dinheiro, mas não pode esquecer que mais na frente terá de pagar a um grande advogado”. O mesmo ditado vale para o corruptor, seja empreiteiro ou fornecedor do poder público.

Um dos advogados que se destacam hoje na defesa de autoridades corruptas é o paulista José Roberto Batocchio, que simultaneamente defende o ex-ministro Antonio Palocci, o prefeito de Campinas, Dr. Helio, que colocou a primeira-dama para conduzir seus negócios paralelos, a dupla de pai e filho Paulo e Flávio Maluf, e mais e mais.

Do jeito que a corrupção está grassando na administração pública, corroendo os níveis federal, estadual e municipal, independentemente de partido ou ideologia, advogados como Batocchio podem dizer, sem medo de errar, que já estão com a vida ganha, porque realmente não há de faltar clientes.

Pode estar vindo a cavalo...


"‘Se a imprensa local fizesse uma campanha contra a corrupção e desvios de recursos exigindo a CPI da Saúde, das permutas, do esquemão da central de veículos e outras, assim como fez para a reabertura do Parque do Ingá e etc (…). Como seria? Se o Ministério Público, de Defesa do Patrimônio Público, contasse com pelo menos três promotores como o Dr. Cruz e sua equipe de assessores. Se o GAECO tivesse uma estrutura melhor que permitisse ao Dr. Laércio Januário fazer o seu trabalho, como desejaria. Não tenho dúvidas que a casa já teria caído. Mas não percamos as esperanças, as bombas, aqui, demoram para serem detonadas, mas como dizem os mais religiosos, se Deus existe, e acreditamos, a justiça será feita. Não é possível que o demônio da corrupção seja o vencedor sempre. Até agora vem ganhando de goleada’".

. Do Alino Maringá, colaborador do site do Rigon

PS: Calma Akino, a justiça está vindo. Demora um pouco, pois afinal, como diziam os mais antigos, o castigo sempre vem a cavalo. O problema é que às vezes o cavalo cansa e precisa ser carregado um bucadinho. Mas chega. Ainda mais agora que acaba de passar por Campinas, deu um pulo até Londrina, voltou a São Paulo e, de Taubaté, ensaia uma trotada até Maringá.

Origem do São João

Segundo o sociólgo Rudá Ricci, "dizem que Santa Isabel era muito amiga de Nossa Senhora e, por isso, costumavam visitar-se. Uma tarde, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora e aproveitou para contar-lhe que, dentro de algum tempo, iria nascer seu filho, que se chamaria João Batista. Nossa Senhora, então, perguntou-lhe:
- Como poderei saber do nascimento do garoto?
- Acenderei uma fogueira bem grande; assim você de longe poderá vê-la e saberá que Joãozinho nasceu. Mandarei, também, erguer um mastro, com uma boneca sobre ele.
Santa Isabel cumpriu a promessa".

A UEM deve ser mais incisiva na defesa do HU

Em artigo que enviou para alguns veículos de comunicação da cidade, inclusive para este blog (o que muito me honra), o médico Paulo Roberto Donadio, questiona o atendimento da rede privada aos beneficiários do SUS, principalmente do Hospital Santa Rita:"o questionamento que entendo deveria ser feito diz respeito à porta de entrada nas áreas que o hospital Santa Rita é credenciado em alta complexidade, principalmente de Oncologia e Cardiologia. Qual a razão de não ser cobrado por parte do gestor municipal que este hospital mantenha porta aberta nestas áreas, conforme determinam as portarias do Ministério da Saúde?
Porque o foco das “desgraças” do SUS em Maringá é sempre o HU?".

PS: Aproveito a deixa do excelente artigo do Dr. Donadio (ínegra no post anterior) para insistir na tecla de que a UEM precisa encabeçar urgentemente uma campanha contra a deliberada desqualificação do HU. Uma campanha sórdida, feita sistematicamente por boa parte da mídia tradicional, atendendo a interesses sei lá de quem. O fato concreto é que o Hospital Universitário foi construído para ser um hospital-escola, tendo em vista a criação do Curso de Medicina da Universidade Estadual de Maringá. Mas não cumpre esta finalidade como deveria, pois acaba servindo de pronto-atendimento para todas as urgências e emergências da região, onde as prefeituras compram micro-ônibus para transportar seus doentes para cá, ao invés de implementar uma política de saúde pública minimamente aceitável. Some-se a isso, a pouca vontade da rede conveniada local, de disponibilizar leitos e um atendimento pelo menos razoável da média e da alta complexidade.
O problema do excesso de demanda do HU ficou ainda mais grave depois que Silvio Barros II assumiu. Isso porque, sua gestão é por demais condescendente com grandes prestadores de serviço, sempre muito simpáticos com o "condomínio RB", mormente em épocas de campanha eleitoral.

Mistééééério!!!!!

"Não dá para entender porque a atual administração desapropriou uma área de terras de 60 alqueires localizada próximo à Venda 200, com desculpa de que seria para instalar indústrias, sendo que o local está situado praticamente dentro da cidade. Será que não tem angú nesse caroço?".

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: Bem, se desapropriou com a finalidade de implantar um parque industrial, deve ter pedido autorização da Câmara. E se projeto foi à Casa de Leis encaminhado, é certo que lá deve conter alguma explicação. Se isso não ocorreu, que o Ministério Público dê uma investigadazinha básica.

23 de junho de 2011

Sempre o HU

.Paulo Roberto Donadio

Lendo a coluna do Edson Lima de 16/06/11 no O’Diário do Norte do Paraná (Maringá), pude perceber que os parlamentares da “CPI dos leitos” mais uma vez misturaram “alhos com bugalhos”. Impossível comparar número de funcionários de um hospital privado, como é o Hospital Santa Rita (embora queira ser visto como beneficiente), e um hospital público, como é o HU.
Impossível pelo simples fato de que são completamente diferentes . . . em tudo.
O Santa Rita não tem Hemocentro, Banco de Leite Humano e Serviço de Toxocologia. Terceiriza exames de laboratório e de segurança, não sendo computados como funcionários. Mas a principal distorção está no corpo clínico, pois os seus médicos, que são em grande número, também não são computados como funcionários, e sim prestadores de serviço (aliás, essa é uma questão muito interessante do ponto de vista trabalhista, porque quando os médicos acordarem e se derem conta de que podem acionar o hospital na justiça do trabalho . . . vai faltar dinheiro prá pagar o estrago).
Mesmo com os devidos ajustes, a proporção de funcionários do HU ainda será maior, também por uma simples razão: o HU procura cumprir as normas que determinam as proporções ideais para um atendimento adequado, coisa que hospitais privados não têm o hábito de fazer. E falo isso não porque acho que é assim. Isto está amplamente publicado na literatura pertinente.
Creio que a lógica deveria ser invertida. O correto seria questionar se o número de funcionários em relação ao número de leitos não está aquém do necessário no Hospital Santa Rita, especialmente na área de enfermagem. Não só pela CPI, mas também pelo Ministério Público e pelos Conselhos de Classe dos trabalhadores da saúde. Tenho certeza que está faltando gente para melhor cuidar dos pacientes, e isso tem repercussão direta na qualidade da assistência e no resultado do tratamento instituído.
Outro questionamento que entendo deveria ser feito diz respeito à porta de entrada nas áreas que o hospital Santa Rita é credenciado em alta complexidade, principalmente de Oncologia e Cardiologia. Qual a razão de não ser cobrado por parte do gestor municipal que este hospital mantenha porta aberta nestas áreas, conforme determinam as portarias do Ministério da Saúde?
Porque o foco das “desgraças” do SUS em Maringá é sempre o HU?

* Paulo Roberto Donadio
Reumatologista, Professor de Reumatologia do Departamento de Medicina da UEM
Ex-Diretor da 15ª Regional de Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde.
Ex-Diretor-Superitendente do HU.
Ex-Secretário Municipal de Saúde de Maringá.

Agora quem dá bola é o Santos...


(Gazeta Esportiva)

22 de junho de 2011

Propaganda do PSB queima Quinteiro

Wilson Quinteiro está toda hora na tv com os spots a que seu partido tem direito,de acordo com a legislação eleitoral.O secretário de assuntos comunitários do governo Beto Richa aparece falando com a música-tema do Jornal Nacional de fundo. Não sei se pra se vingar ou não, a TV Cultura (Rede Globo) tem chegado ao absurdo de colocar a propaganda eleitoral três vezes no mesmo bloco. Usar a música do JN pode ser um tiro no pé, porque se alguém denunciar a Globo não vai deixar de graça. Sem contar que o exagero na exposição queima legal.

21 de junho de 2011

O Amém F.C. amofinou-se ou cometeu ato falho?

O prefeito Silvio Barros teve rejeitado hoje na Câmara Municipal de Maringá um projeto de lei que visava repasar R$ 97.000,00 para mais um festival de balonismo na cidade. No painel apareceu: 4 sim e 6 não.Na hora de anunciar o resultado o vereador Zebrão, que sentava-se na cadeira de presidente, cometeu um ato falho: " 6 aprovam e 4 rejeitam". Houve reação imediata do plenário e o equivocado presidente corrigiu o erro.
Quem praticamente derrotou o projeto foi o vereador Mário Verri (PT), que foi à tribuna e desancou, começando por lembrar que o balonismo é um esporte de elite e que não justifica o município negar dinheiro para tantas competições de esportes populares e presentear os ricos praticantes do balonismo com essa dinheirama toda.
Até alguns vereadores da base aliada, do chamado Amém F.C., votaram pela rejeição, certamente impulsionados pela própria consciência. Tanto que alguns deles, até o líder da maioria Haine Macieira e a vereadora Márcia Socrepa, mesmo votando pela aprovação, elogiaram a decisão do Plenário.
Algo está mudando na nossa casa de leis? É possível que sim, mas nesse caso a proposta foi tão absurda que alguns edis da bancada silvista se sentiram meio que envergonhados em defendê-la.
Só lembrando que no ano passado foram mais de R$ 100.000,00 para a competição, que todo ano ocorre aqui.

Entre o governo e os sindicatos


Aldi Cesar Mertz vai suceder Mônica Grillo no núcleo regional da Secretaria do Trabalho. Hoje de manhã, ele foi a uma reunião da Coordenação Sindical e se colocou na condição de elo de ligação entre os sindicatos de trabalhadores da região e o governo do Estado. Qualificação para isso o Aldi tem de sobra.

Da última vez, o tempo esquentou

Informa Lauro Lauro Barbosa em seu blog que "Silvio Barros e ‘companhia bela’ estão hoje no distrito de Iguatemi. À noite o prefeito reedita o Espaço da Cidadania, que no passado serviu de plataforma para muita gente".

PS: Foi justamente em Iguatemi que uma moradora, irritada com as promessas não cumpridas da primeira gestão, tomou o microfone das mãos do prefeito e então
pré-candidato à reeleição, Silvio Magalhães Barros II. Naquele "espaço da cidadania" o pau cantou na casa do Noca. Andaram saindo até alguns empurrões. Este "barraco" registrou a última passagem da tenda que abriga o tal "espaço da cidadania" pelo distrito de Iguatemi.
Por falar em Iguatemi, a Viapar continua resistindo às exigência do proprietário do sítio da margem direita (sentido Paranavaí) para permitir a duplicação daqueles 600 metros entre a sede campestre do SINCOMAR e a entrada do perímetro urbano do distrito. Aquele pequeno trecho é perigosíssimo e só não foi duplicado ainda porque a concessionária quer ganhar os tupos para uma galeria coletora de águas pluviais com 600 metros de extensão. Mas a duplicação hoje implicaria em uma outra necessidade: a de uma trincheira na entrada de Iguatemi, cujo perímetro urbano cruzou a rodovia. O lado de baixo já está bastante povoado.
Um pouco de empenho das lideranças políticas de Maringá já teria solucionado o problema.

20 de junho de 2011

Hossokawa desmente Crispim

Crispim sustenta que o diretório nacional prorrogou os mandatos dos atuais presidentes de dirtetórios municipais, mas esqueceu de avisar seus filiados que em Maringá vai haver eleição sim, dia 17 de julho, porque é um dos poucos diretórios onde há insatisfação. O presidente da Câmara Mário Hossokawa desmentiu Crispim em entrevista ao Diário Online.

Valei-me, Capistrano!

Em apenas dois artigos, a lei Áurea, assinada em 1888, extinguiu três séculos e meio de escravidão. Então porque em apenas dois artigos o Brasil não pode extinguir o monopólio das comunicações, a tal de propriedade cruzada que permite um mesmo empresário ter no mesmo espaço geográfico rádio, jornal, tv e internet?
Se os Estados Unidos, berço do capitalismo, monitoram a prorpeidade cruzada e até impede que políticos tenham concessões de rádio, por que o Brasil não pode trilhar este caminho?
O ex-ministro das comunicações Franklin Martins deixou pronto um grande projeto, o da Lei de Meios, que se aprovado e sancionado pela presidente Dilma Roussef, pode por um fim a esta farra do boi. Resta saber se seu sucessor Paulo Bernardo vai levar a coisa adiante.
Por falar em monopólio, que vergonha Maringá caminhar na contra-mão da história com a legalização do monopólio do transporte coletivo urbano, ehim?
A propósito de tudo isso, é oportuno lembrar a lei (de dois artigos) de Capistrano de Abreu: " Artigo 1o.- Todo brasileiro é obrigado a ter vegonha na cara;
Artigo 2o. - Revogam-se as disposições em contrário"

19 de junho de 2011

Não é por acaso que ele é fenômeno

" Eu sempre quis ter o corpo de um atleta. Graças ao Ronaldo isso já é possível".
. Dá série frases infames, que recebi por emaiil, de um amigo

18 de junho de 2011

A miséria pode não ser patológica. Mas, e a usura?


Em crescimento, o Brasil passou da 8a. para a 7a. economia do mundo. Mas nossos indicadores sociais ainda são uma vergonha. Temos 44 milhões de pessoas na linha da pobreza e a baixo dela.O governo Dilma elegeu como prioridade o combate frontal à pobreza extrema. É tarefa pra Hércules, principalmente porque a elite nacional continua tendo a usura como uma de suas principais patologias.A miséria não é patológica, felizmente, mas a usura , ao contrário, é mal que não tem cura.

Direto da janela do de Paula

Sobrevivo, sou positivo e negativo, a dor dilacera ou me torna fera, calmo e incisivo, abro um sorriso, adquiri o dom da espera, quanto mais envelheço, mais fico vivo. Lembro de fatos, atos e contatos, de muitos outros esqueço. Ganho presentes, não mereço, não ligo, me ligo, me intrigo, me perco. Tenho histórias. O que são derrotas? Nada sei de glórias. Sou um homem comum, que se comunica, que é mais um, que ama, sorri e chora, que vive o agora, sem nenhuma pressa de ir embora.

. Antônio Roberto de Paula

17 de junho de 2011

Reforma em família


Enio Verri chama de medieval a reforma administrativa do governoBeto Richa:

"A reforma administrativa do governador propõe a criação de duas supersecretarias, comandadas por Fernanda Richa e José Richa Filho, esposa e irmão de Beto Richa. Juntas, as pastas serão responsáveis por, no mínimo, 80% do orçamento do Estado. Tamanha concentração de poder encontra paralelo, com as devidas proporções, no final da Idade Média, quando alguns reis (e suas famílias) detinham todo o poder de decisão sobre a organização do Estado".

Este é um pequeno trecho do artigo que o deputado publica em seu site.

Porta aberta

O projeto de lei complementar encaminhado pelo governador Beto à Assembléia Legislativa , criando a agência reguladora para os serviços públicos de água, luz e informática, seria uma porta aberta à privatização do que ainda resta de empresas públicas estaduais. Copel e Sanepar que se cuidem.
O senador Roberto Requião articula uma campanha junto aos partidos de oposição para barrar a proposta na ALEP.

A morte

“A barra do amor é que ele é meio ermo, a barra da morte é que ela não tem meio-termo...”
. Taquara (do Blog da marta Bellini)

16 de junho de 2011

Seria coisa de DNA?

"Agora de manhã soube que o namorado da pessoa que trabalha aqui em casa, com 59 anos, foi ao consultório de um psiquiatra da Saúde Pública (sic) da Má-ringa. Foi à consulta porque está deprimido e tem problemas de ereção. RESPOSTA do PSIQUIATRA: O senhor não tem vergonha de casar com essa idade? E mandou o pobre do pretendente a marido embora. Estamos localizando os documentos para processar esse fdp que pensa que é Deus".

. Do blog da professora Marta Bellini

Meu comentário: Será que demonstrações de arrogância como esta é coisa de DNA de uma administração cujos pés jamais couberam nas sandálias de humildade?

SINCOMAR mostra sua força

Os supermercadistas foram maioria na decisão de não abrir os supermercados de Maringá todo domingo. Ouvi um despautério de um diretor da entidade representadiva do setor: "Não vamos abrir porque a carga tributária imposta pelo sindicato dos trabalhadores é mutio alta".
Desde quando sindicato cobra impostos? O que o sindicato faz é defender os interesses dos trabalhadores, ao se valer das prerrogativas que lhes são facultadas pela CLT. Ao cumprir o seu papel, forçando os supermercados a respeitarem a Convenção Coletiva dos comerciários, o SINCOMAR dá mais uma demonstração de força.

Uma vitória de 0 a 0

(Foto LANCE)
Alguém já ouviu falar de zero a zero com sabor de vitória? Quem acompanha o futebol brasileiro sabe que nos times de Muricy e Felipão, placar em branco pode ser comemorado e 1 a 0 é goleada. Mas ontem realmente o Santos saiu vitorioso do Estádio Centenário. Salvo algumas vezes pela ruindade dos atacantes do Peñarol e amargando a falta de pontaria de Zé Eduardo e os zagueiros que foram à frente, o Santos só tinha que comemorar o empate sem gols. Ainda mais considerando o verdadeiro caldeirão em que se transformou o lendário estádio.
Mas nós santistas estamos satisfeitos e esperançosos.Quarta-feira que vem a decisãó é no velho Pacaembu, onde espera-se a volta do lateral esquerdo Léo (que falta que ele faz!), do Edu Dracena (sem ele a zaga do Santos ficou parecendo queijo suíço) e quem sabe, do Ganso, que mesmo fora de rítimo daria rítmo ao ataque.
Mas Libertadores sempre foi e sempre será complicada. Por isso, melhor é esperar quarta-feira para comemorar. Ou lamentar.

15 de junho de 2011

E haveria de ser diferente?

"Enfim, o líder do prefeito, vereador Heine Macieira, demonstrou bom senso. Discursou e votou favorável ao projeto da vereadora Marly que determina a afixação de placa ou cartaz contendo mensagem de combate à pedofilia e ao abuso sexual contra crianças e adolescentes nas repartições públicas municipais. Inclusive, parabenizou a vereadora".
. Do blog do Laulo Barbosa

Meu comentário: Bem Lauro, o fim da picada mesmo seria se o líder do prefeito votasse contra um projeto desse.

Inimigos para sempre é o que queremos ser...



André Gonçalves , do portal Conexão Brasília informa:

"Cena curiosa no corredor dos gabinetes do Senado, ontem, por volta das 18 horas. O casal Orlando e Regina Pessuti dava entrevista a mim, quando surge no horizonte Roberto Requião, acompanhado do assessor de imprensa e ex-secretário estadual de Comunicação Social, Benedito Pires.
Os ex-governadores ficam a menos de um metro um do outro. Ninguém se cumprimenta. Na verdade, todos os quatro fingem que não se conhecem".

PS: e pensar que Pessuti foi vice de Requião em dois mandatos no governo do Paraná. Quando Requião se desincompatibilizou para disputar o Senado, Pessuti assumiu e decidiu imprimir uma marca própria no governo. Para isso, demitiu vários requianistas encastelados no Palácio das Araucárias. Resultado: Requião ficou irado e passou a atacar Pessuti, que contra-atacou sempre, como pode e o quanto pode.
Os aliados de ontem,pois, são inimigos figadais de hoje. E pelo jeito, reconciliação é palavra fora do dicionário de ambos. Mas os dois continuam no PMDB, exercendo liderança dentro do partido. A briga vai além dos dois. Há um grupo requianista e outro pessutista. E quando se cruzam, o coro come.
Estou curioso é pra saber de que lado fica o presidente do diretório estadual Waldir Pugliesi, amigo pessoal de Pessutão e aliado de primeira hora de Requião.

Campanha pelo afastamento de Ricardo Teixeira

"A Copa de 2014 significará investimentos superiores a muitas obras do PAC – e tudo sob o controle exclusivo e não-transparente de Ricardo Teixeira e família.

O Brasil deve correr o risco de entregar uma Copa do Mundo a um homem que pode receber, a qualquer hora, um mandado de prisão da Justiça da Suíça ?

Que garantias o brasileiro pode ter de que os recursos públicos destinados à Copa nao acabarão na empresa SANUD, que Teixeira fechou no exterior , mas que continua a administrar aqui no Brasil, como demonstraram Luiz Carlos Azenha e Amaury Ribeiro Jr (Cerra, ele existe !), no Jornal da Record desta segunda feira ?

Por que a Presidenta não rompe com a CBF avisa à FIFA que com o ESSE presidente da CBF ela não faz Copa nenhuma ?"

. Do blog Conversa Afiada (Paulo Henrique Amorim)

14 de junho de 2011

Dá-lhe Peixe!


Não será por causa do vulcão chileno Puyehue que o Santos deixará de dar um grande passo para a conquista da Libertadores/2011. O time de Muricy, com Neymar chamando a atenção até das larvas, desembarcou agora há pouco em Montevideu. O primeiro jogo das finais contra o Peñarol será amanhã a noite.

O mundo não pode continuar aceitando isso

Judeus de Israel têm se manifestado constantemente a favor do Estado Palestino. Mas o governo de Benjamin Netanyahu pressiona os Estados Unidos para que se posicione contra no Conselho de Segurança da ONU, onde a maioria dos países é a favor do novo Estado.Ora, se os judeus tiveram direito a uma pátria e o mundo defendeu isso após a II Guerra, porque o Estado de Israel Israel tenta a todo custo impedir que os palestinos tenham sua pátria? Por mais que essa resistência tenha explicações históricas , não dá para entender essa pendenga em pleno Século XXI.

Nova guerra de babuínos no PMDB nativo


O suplente da senadora Gleisi Hoffmann, Sérgio Souza (PMDB-PR), que toma posse nesta terça-feira, não vai ter vida fácil em Brasilília não. O senador Roberto Requião fará marcação serrada sobre o novato, por conta do seu envolvimento na "Operação Gafanhoto". Mas que fique claro: o alvo de Requião não é propriamente Sérgio, mas seu ex-chefe Orlando Pessuti.É a guerra de babuínos que toma conta do PMDB nativo.

13 de junho de 2011

"O Peru é nosso!"


Os Estados Unidos jogaram pesado nas eleições desse domingo no Peru, para evitar o que acabou sendo inevitável: a vitória de Ollanta Humala. E por que isso? Simplesmente porque com Hollanta o Peru deve abandonar a sua postura de incondicional peão do império. Analistas internacionais, especialistas em América Latina, sustentam que o novo governo se insere no time de presidentes que ajudam o continente sulamericano a pender um pouco pra esquerda. Vide os casos do Brasil, Venezuela, Bolívia e Paraguai.Esquerdistas celebram: "O Peru é nosso!".

O Ibope trava quando a Record assusta a Globo


Interessante a movimentação do Ibope neste domingo a noite. Quando media os índices de audiência da televisão, o sistema travou no exato momento em que a Recerd empatava com a Globo - Domingo Espetacular x Fantástico. Quando começou a disparar na audiência a Record exibia uma reportagem bomba do Luiz Carlos Azenha contra o presidente da CBF , Ricardo Teixeira. O comandante da Copa de 2014 é acusado de receber propina gorda. Alí não se fala em mil mas em milhões de reais.
A subida da rede de televisão do Bispo Macedo simplesmente provocou uma pane no sistema eletrônico do Ipobe, que voltou a funcionar meia hora depois, quando a Rercord já tinha passado a Globo (18,9 a 18,6%).
Fonte: Blog Conversa Afiada

11 de junho de 2011

Até as águas onde Cristo foi batizado estão poluídas


O Jorge Bourdoukan faz um alerta aos cristãos , principalmente evangélicos, que sonham com o batismo nas águas do Rio Jordão,na Palestina Ocupada, onde Jesus Cristo foi Batizado:

"O rio está altamente poluído.Graças aos dejetos que os israelenses ali despejam.

A poluição é resultado de dejetos humanos e produtos químicos.

O rio Jordão, um rio bíblico e sagrado para os cristãos, não está merecendo o devido respeito dos israelenses que ocupam suas margens.

A principal razão é que eles não crêm no cristianismo, já que continuam aguardando o seu messias.

Para eles, o Messias dos cristãos era, e continua sendo um farsante.

E entendem que a importância do rio se resume ao despejo de esgoto e para a irrigação.

E nada mais.

Alias, o rio está secando e em alguns lugares pode ser atravessado a pé.

Suas águas mal conseguem molhar os calcanhares.

Este é o segundo alerta que o blog dá".

Se sonhar pode, por que não eu?

A Comissão Especial da Assembleia Legislativa , constituída para coordenar a indicação do conselheiro do Tribunal de Contas, começa a ouvir as dezenas de candidatos já na próxima semana. A oitiva da primeira turma será terça-feira próxima. Os dois representantes de Maringá ,Miguel Grillo e Umberto Crispim serão sabatinados na quarta-feira, o primeiro no período da manhã e o segundo no período da tarde.
Diante dessas informações, vou correndo ao site do Vaticano me inscrever para a sucessão de Bento XVI, que não terá oitiva, mas reunião dos cardeais e fumaça branca. Tenho alguma chance? Nenhuma, mas como sonhar não é proibido...

Querem institucionalizar a rapinagem de direitos trabalhistas

O Congresso Nacional está em vias de aprovar uma arapuca contra os trabalhadores. É um projeto do deputado Sandro Mabel, que escancara a terceirização no país. A armadilha acaba de passar pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara Federal.
A proposta estende a terceirização para as chamadas atividades-meio, revogando norma do TST que limita a terceirização às atividades-fim. Pior: permite a subcontratação de atividade especializada, o que é considerado uma quarteirização, e ainda determina que a empresa contratante seja responsável apenas subsidiariamente pelos direitos do trabalhador terceirizado.

Na prática significa fortalecer um mercado de trabalho paralelo e à margem da CLT. Quem já prestou serviços por empresa terceirizada sabe bem o que é isso.Quando o contratante é o estado, aí então é que o bicho fica feio.
Por falar nisso, a "administração cidadã" de Maringá vai deitar e rolar caso esse projeto vire lei. Com o devido pedido de autorização ao Balestra, rogo: Valei-me São Serapião!

Fonte: Blog do Miro

10 de junho de 2011

Rossoni sofre atentado


Informa Fábio Campana em seu blog que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, acaba de sofrer um atentado numa estrada do interior Paraná: "O deputado seguia em comitiva em dois carros. Os atiradores imaginaram que o deputado estava no veículo que seguia atrás e por isso Rossoni saiu ileso. Felizmente nenhum dos ocupantes do carro alvejado foi atingido".

Blogosfera em alta

Vai acontecer no próximo final ds semana em Brasília o II Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. O ex-presidente Lula confirmou presença.

Cadê a duplicação?

A administração municipal que quer alterar a lei de ocupação do solo urbano para fazer o diabo e mais um pouco, anuncia verticalização para a avenida Carlos Borges. E sobre a duplicação, que é a grande reivindicação dos moradores dessa região, alguma palavra?

Requião perde o amigo, mas a piada, nunca

Está no blog do Cláudio Humberto:

"Um incidente na posse da ministra Gleisi Hoffmann ilustra a dificuldade do governo no Congresso. O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) estava sentado ao lado de Roberto Requião (PMDB-PR) quando chegou o ministro Aloizio Mercadante (Ciência e Tecnologia), com a arrogância peculiar: “Este lugar é meu”. Valadares não se alterou: “Se quer sentar, puxe uma cadeira”. Requião fez graça: “Se não encontrar, pode sentar no meu colo...” Mercadante fechou a cara e saiu de fininho".

O redesenho e o coçar de coldre do PMDB


“É hora de fazer um redesenho da articulação política do governo. E o PMDB quer e vai participar”. Palavras do "probo" Renan Calheiros, senador por Alagoas e um dos mais influentes quadros do partido.

“Agora, ela (Dilma) vai estabelecer um novo desenho de governo”. Palavras de José Sarney, outro "probo" influente do PMDB nacional.
A palavra redesenhar está na boca do maior partido brasileiro que, participando diretamente do governo, quer ainda mais poder dentro do poder.
Alguns colunistas políticos acham que o PMDB quer mesmo é fazer a presidente Dilma de sua refém.
Para isso ameaça atirar. Não saca a arma, mas está de novo, coçando o coldre.

Aplausos na fila da lotérica

Enfrentei fila enorme esta semana numa lotérica, em momento que o sistema estava fora do ar. Foram 40 minutos de pé e muitas conversas de quem esperava o atendimento. Entre irônicas e revoltadas, algumas pessoas alí comentavam sobre enriquecimento de políticos. Palocci, claro, era o tema central da indignação de totos.
Um senhor de meia idade, bem trajado e aparentemente politizado, saiu-se com esta:

"Acho que o homem público deve ganhar bem mesmo. Do vereador ao presidente da república. Mas com um detalhe: ao assumir, ele teria que tornar público todo o seu patrimônio. E quando sair, prestar contas da evolução patrimonial que eventualmente teve. Se adquiriu bens acima do que lhe permitiria o bom salário, teria que se explicar, provar a origem do dinheiro. Não conseguindo, confisco daquilo que adquiriu de maneira ilícita e algumas semanas de cadeia".
Não é nem preciso dizer que o cara foi aplaudido.

O cartel ataca de novo

No posto que eu abasteço a gasolina estava a R4 2,69 ontem e hoje subiu para R$ 2,77.
Quem pode com o cartel?

8 de junho de 2011

Brasiiiiillllllll!!!!!!!

Um estudo recente do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada mostra que o novo Código Florestal, se ficar do jeito que está, não vai resolver o problema da maioria dos pequenos agricultores no sentido de oferecer área suficiente para sua subsistência.
O texto propõe que "imóveis rurais de até quatro módulos fiscais sejam isentos de recompor a reserva legal – área de mata que os proprietários não podem desmatar, que varia de 20% a 80% do total da propriedade, dependendo da região onde se situa".

Para o Ipea 65% das propriedades rurais brasileiras são minifúndios, têm menos de um módulo fiscal. O módulo fiscal é uma área que varia em cada estado. Uma unidade deve ser suficiente, segundo a realidade da produção local, para sustentar uma família.
Trocando em miúdos: se o Senado não consertar a cagada da Câmara, o processo de devastação das nossas matas nativas será ainda mais acelerado. E com a agravante de assistirmos impassíveis, crimes ambientas devidamente respaldados pela lei.
Êta Brasil!

Fonte: Blog Viomundo (Luiz Carlos Azenha)



O estudo destaca ainda que a anistia proposta no projeto do novo Código Florestal implica em punir o proprietário rural que está cumprindo a legislação atual, já que haverá uma tendência que seu imóvel se desvalorize. O proprietário que conservou sua reserva legal receberá menos por uma terra com vegetação conservada do que outro que tem uma terra idêntica, mas totalmente desmatada, já que ela estará de acordo com a nova lei e terá mais área para produção.

7 de junho de 2011

Oposição sem discurso

A queda do Palocci e a ascensão de Gleisi muda a cara do governo Dilma. E muda para melhor, pela simples razão de que sai enfraquecida a ala stalinista do PT de São Paulo, controlada por Zé Dirceu. Muda pra melhor também, porque o governo Dilma deixa de sangrar com a presença incômoda do ex-prefeito de Ribeirão Preto. E muda para melhor porque a indicação de Gleisi deixa desarmada a oposição, que fica momentaneamente sem discurso.

Gleisi no lugar de Palocci


A senadora paranaense Gleisi Hoffmann é a nova chefe do Gabinete Civil da Presidência da República no lugar de Antônio Palocci, que pediu o boné hoje a tarde.Ao sair, Palocci disse que se sentiu aliviado com a robusta manifestação do Procurador Geral da República, mas preferia poupar o governo Dilma do embate político que sua presença no governo continuaria a alimentar.

Agora, o Paraná está com tudo e muita prosa no governo federal.Paulo Bernardo, o marido de Gleisi é um dos principais ministros da presidente Dilma e a mulher dele será a articuladora política do governo. É pouco ou quer mais?
As especulações em Brasilia eram de que Gilberto de Carvalho, também paranaense, seria o substituto de Antônio Palocci, que caía de maduro. Mas a presidente Dilma preferiu dar um toque de meiguice na sua articulação política.

Não é mole não

Um professor da UEM que mora nas proximidades do HU tomou uma circular dia desses para ir ao campus e ficou assustado quando o ônibus desceu a toda pela Rua Mário Clapier Urbinatti. O problema maior foi que, enquanto dirigia, o motorista cobrava a passagem. "Era uma mão no volante e outra na caixinha de troco", conta o professor.
Não é atoa que os motoristas andam estressados, muitos com problemas psicológicos. Dia desses até fizeram uma paralisação de 60 minutos no terminal.
Enquanto isso, a TCCC vai nadando de braçada, agora com mais 20 anos de tranquilidade e o monopólio devidamente legalizado pela "administração cidadã".
É mole?

Moralismo hipócrita? Nós pagamos a c onta

Aquele ex-diretor do IAP que foi demitido sumariamente porque o governo Beto Richa descobriu que ele havia feito um filme pornográfico está acionando o Estado. Quer uma indenização de R$ 1 milhão por danos morais.

O ex-diretor do Instituto Ambiental do Paraná , Valter Pagliosa, foi exonerado do cargo em abril. Ele trabalhava no IAP de Cascavel quando veio à tona a informação de que teria feito um filme erótico. Hoje, ele diz ser alvo constante de ofensas, ironias e sátiras e como não teve chance de defesa, bateu as portas da justiça.
Pois é, nós vamos pagar a conta do moralismo hipócrita.

Fonte: Bondenews

6 de junho de 2011

A volta do Vidigal

Li há pouco no site do Rigon que:

"O juiz da 6ª Vara Cível de Maringá, Belchior Soares da Silva, determinou em decisão da última sexta-feira a reintegração do servidor público municipal Paulo Vidigal. Ele disse que a vitória “é de todos os trabalhadores e mais especificamente os servidores municipais de Maringá. Eles são os verdadeiros vitoriosos pois conseguem resistir dia após dia à retirada de direitos e perseguições promovidas pela atual administração”, comentou em seu blog. “Quem acompanha nossa luta sabe que após 10 anos de serviço, sem uma advertência sequer, fui demitido em 7 de janeiro por um processo administrativo cheio de irregularidades e que demonstrava claramente a perseguição da administração municipal.”

Meu comentário: Paulo foi demitido principalmente por ter participado ativamente da greve de 2006 e por ser um servidor combativo. Para a "administração cidadã" pouco importa se o funcionário público é dedicado,como Paulo sempre foi, segundo informações de colegas dele. Contestou, rua!
Felizmente, a justiça está aí para corrigir desmandos como este.

5 de junho de 2011

O João se recupera em casa


O ex-prefeito de Maringá João Ivo Caleffi saiu ontem do hospital depois de onze dias de internação. Ele foi submetido a uma cirurgia de emergência (obstrução no intestino). "Nada como voltar pra casa", disse-me a esposa Zenaide por telefone agora há pouco, acrescentando que o João está muito bem e grato pela demonstração de solidariedade dos amigos.

E porque não eu?


A dupla aí da foto-montagem (Site do Rigon) se inscreveu para concorrer a uma vaga no Tribunal de Contas do Estado. Ao saber de tão auspicioso fato, fiquei entusiasmado...com a possibilidade de me candidatar à sucessão de Bento XVI.

4 de junho de 2011

Tudo de mais é sobra, Dr.Manoel

Pelo que entendi de nota do blogueiro Lauro Barbosa, reproduzida no site do Rigon, o vereador Manoel Sobrinho quer fazer uma tripla homenagem ao dr. Adriano Valente em locais diferentes de Maringá. Ora, o ex-prefeito é merecedor de todas as homenagens, pois foi um homem de visão, como provam o Parque do Ingá, o Parque de Exposições e o campus da UEM, que surgiram nas pranchetas dos engenheiros e arquitetos do Eteplan, o órgão de planejamento que o prefeito Adriano Valente criou e que anos depois Silvio Barros I se encarregou de sepultar. O vereador do PC do B, por quem eu tenho um grande apreço, pretende colocar uma estátua do saudoso Adriano Valente na entrada do Parque do Ingá, um busto na UEM e outro no Parque de Exposições.
Como se diz na minha terra, tudo de mais é sobra. Um busto só, em qualquer um desses tres locais seria o suficiente para prestar a homenagem que Maringá deve ao ex-prefeito. Mas três? O próprio Dr. Adriano ficaria constrangindo com esse excesso de loas.

Verdugo de si mesmo

Uma das explicações do ministro Palocci para justificar o seu super-faturamento em 2010 foi de que, ao encerrar sua empresa os pagamentos parcelados foram antecipados. O também consultor Rudá Ricci, revela a fragilidade do argumento:

" Receber em 2010 uma parcela quase única ao cancelar os contratos. Se entendi bem, este foi o esboço de sua argumentação. Ocorre que quando se cancela um contrato de consultoria há comumente uma multa pela rescisão que é paga por quem a solicita".

Quer dizer, a entrevista exclusiva que Palocci concedeu ao Jornal Nacional foi um tiro no pé. Vai morrer pela própria boca, como um verdugo de si mesmo.

Sobre a reabertura do Parque do Ingá:

"Se a população de Maringá fosse unida, como foi agora, no episódio que culminou com a reabertura do Parque do Ingá – o prefeito não teve outra saída – com certeza não teríamos mais político ‘enrolador’ em nosso meio. É só se conscientizar disso. Que tal dar continuidade em outros casos? Afinal, nós é que somos os patrões".

. Blog do Lauro Barbosa

Meu comentário: A expectativa maior quanto a esta abertura é dos embientalistas, ansiosos por tomar conhecimento das intervenções que foram feitas lá dentro da reserva nativa. Pelomenos uma coisa já se sabe que provocará protestos: o zoológico de durepóxi.

Depois de 14 anos com o coração colado


Morreu ontem a idosa que teve coração colado com superbonder. O caso ficou famoso em Londrina há 14 anos, quando o médico Francisco Gregori usou a cola para salvar a vida da dona de casa Joana Woitas. Dona Joana morreu ontem em Bela Vista do Paraíso aos 82 anos de idade.

3 de junho de 2011

O provável substituto


Já se fala no substituto de Antônio Palocci no Gabinete Civil da presidente Dilma. Segundo o bem informado Cláudio Humberto, caberá ao ex-presidente Lula indicar o nome. Se for isso mesmo, o nome é Gilberto de Carvalho (foto), que há 8 anos e pouco exerce a função de chefe de gabinete do presidente. Salvo engano, Gilberto é de Londrina e foi contemporâneo do ex-prefeito de Maringá, João Ivo Caleffi, na PUC de Curitiba.

O pescoço foi pra guilhotina


Finalmente o ministro Palocci falou. Não em entrevista coletiva como pretendiam alguns assessores , mas com exclusividade ao Jornal Nacional. Segundo Ricardo Kotscho, assessor direto do presidente Lula no primeiro mandato, o chefe da Casa Civil foi aconselhado a conceder entrevista à Folha de São Paulo, o jornal que o denunciou. Depois, alguns estrategistas do governo acharam melhor ele ir à bancada do JN, ao vivo, para ser sabatinado por Fátima Bernardes e Willian Bonner. Refletindo melhor, concluíram que seria um risco, poderia inclusive, ser um suicidio político. Até que às 16hs de hoje, finalmente Paloci decidiu-se pela entrevista exclusiva ao Jornal Nacional da Rede Globo, só que gravada. A entrevista foi ao ar ainda há pouco, feita pelo repórter da rede em Brasília, Júlio Mosquera.
Nem vem ao caso o que ele disse, se convenceu ou não a opinião pública.Para o experiente Kotscho , em seu site Balaio do Kotscho, nada fará com que Palocci recupere o respeito que é fundamental para o exercício do cargo. Enfim, de todos os caminhos que lhe foram apresentados, Antônio Palocci escolheu o pior, aquele que levará seu pescoço à guilhotina.

FHC defende descriminalização das trogas

. Por Carlos Newton (Tribuna da Imprensa)

Estreia hoje o documentário “Quebrando o Tabu”, que relata a atuação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na defesa da descriminalização do consumo de entorpecentes, tese do agrado também de muitas outras personalidades.

FHC (que certa vez declarou sobre a maconha: “Fumei, mas não traguei”) tem experiência específica com a questão, porque já teve problemas de drogas na própria família. E acabou chegando a uma conclusão.

“Eu sou a favor da descriminalização de todas as drogas”, diz FHC. “Quando eu digo descriminalizar, defendo que o consumo não seja mais considerado um crime, que o usuário não passe mais pela polícia, pelo Judiciário e pela cadeia. Mas a sociedade pode manter penas que induzam a pessoa a sair das drogas”, completa.

Ele conta que mostrou o documentário às netas de 25 anos –que estavam ansiosas para saber, segundo ele, como defenderiam o trabalho “do avô maluco”.

Transparência. A gente vê por aqui

"Lendo no Blog do Rigon que os ministros do Tribunal de Contas da União, reunidos na última terça-feira, decidiram considerar procedente a representação da Secretaria de Controle Externo do Paraná contra o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (Dnit) e a Prefeitura Municipal de Maringá, que denunciou possíveis irregularidades em convênio entre o Dnit e o município para contratação dos projetos de engenharia das obras do Anel Rodoviário Sul na Região Metropolitana de Maringá (BR-376) no valor de R$ 1,5 milhão, dos quais já teriam sido liberados R$ 1.275.950,00, fico pensando como ficaria agora o discurso daqueles que pregam que essa administração é um modelo. Talvez tivessem que moderar um pouco mais a tonalidade".

.Blog do Lauro Barbosa


E por falar em Dnit e Prefeitura de Maringá tenho uma curiosidade danada pra saber como é que conseguiram quase que triplicar o valor da obra do Novo Centro, contratada em 2004 por R$ 43,8 milhões. O projeto era o mesmo que está sendo executado e a CR Almeida tinha prazo de 40 meses para terminar tudo, inclusive os 7 viadutos projetados. Relembro uma historinha que já contei nesse blog umas duas vezes: assim que assumiu em janeiro de 2005 o prefeito Silvio Barros II foi levado a tira-colo pelo irmão Ricardo até o escritório da Vega Engenharia, em Curitiba. Chegando lá, pediram para o dono da empresa (uma das maiores da América Latina em projetos de infra-estrutura urbana) para ver o projeto, que aquela altura já estava em andamento. Os irmãos Barros (ambos engenheiros), detonaram o projeto original. Ricardo teria chegado ao absurdo de dizer na cara dos engenheiros presentes na sala: "isso é uma merda!".
Depois disso, a administrãção municipal simplesmente paralizou as obras, só as retomando mais de dois anos depois. E quando isso ocorreu, o deputado e agora secretário de Indústria e Comércio do Paraná, já havia conseguido aditivos ao convênio, elevando o valor das obras de rebaixamento da linha férrea para mais de R$ 100 milhões. O que me parece que não estava no projeto inicial e acrescentaram depois, foi o trecho entre a Avenida Tuiuty e o viaduto da Guaiapó.
Em tempo: os R$ 43,8 milhões iniciais,trazidos para Maringá na gestão do PT foi a fundo perdido. Ou seja,não é empréstimo que o municipio tenha que pagar.

Meio século depois


Santos e Peñarol voltam a se enfrentar numa final de Libertadores meio século depois. A última, quando o peixe foi bicampeão foi 1962, na era Pelé. Os resultados: 2 x 1 pro Santos em Montevideo; 3 a 2 para o time uruguaio na Vila Belmiro e 3 a 0 para o peixe no terceiro jogo realizado no Monumental de Nuñes, em Buenos Ayres.

2 de junho de 2011

Gleisi quer saída de Palocci

Um grupo de parlamentares petistas quer a saída de Palócci do governo. Segundo Cláudio Humberto em seu blog, "quem primeiro pediu a saída de Palocci foi a senadora Gleisi Hoffmann (PR), durante o almoço da bancada do PT com Dilma, quarta (25)".

"Sabor Palocci"


Informa Josias de Souza, da Folha de São Paulo, que a oposição decidiu fazer chacota do caso Palocci, já que não consegue arrastá-lo até uma CPI. No "cafezinho" do Senado parlamentares promoveram uma rodada de pizza, algumas pizzas com a inscrição na tampa: "sabor Palocci". Teve gente que ficou com o estômago pesado.

Sobre a CUFA Ana Lúcia disse:

Em nome do Forum Maringaense pelo Direito às Cidades, gostaria de cumprimentar ao grupo por esta oportuna e necessária iniciativa. Aproveito para convidar a entidade para compor o Forum, pois certamente os objetivos da atuação da CUFA se combinam com os do Forum e podem somar ações que buscam assegurar o direito à cidade para todos a população".

. Ana Lúcia Rodrigues - Observatório das Metrópoles (3011-4287)

1 de junho de 2011

Cultura do desapego à cultura. A gente vê por aqui

O Parque do Ingá está fechado há mais de 2 anos e pelo que dá pra perceber, quando for reaberto provocará protestos de toda ordem, pois as interferência feitas na reserva florestal não serão do agrado dos ambientalistas. Pior: o zoológico de durepóxi certamente agredirá o bom senso e deixará frustrada a população.
Agora, outro problema de igual magnitude está sendo criado pela "administração cidadã". Ela simplesmente fechou o Teatro Kalil Haddadd, sem mais nem porque. É bem verdade que o teatro, considerado um dos mais modernos do interior do país, já estava precisando de uma pequena reforma. Mas daí até fechá-lo? Some-se a isso o fato de que a Lei de Incentivo a Cultura foi jogada na lata de lixo.
Cultura? Pra que cultura? O importante, na visão distorcida de certos detentores de diplomas de "cursinho walita", é agradar o povo, com eventos que apenas divertem.

Recordar é preciso: Sobre o Teatro Kalil, lembro que a obra foi iniciada no final da primeira gestão Said Ferreira (+), abandonada ao mato nos quatro anos Ricardo Barros, que preferiu os barracões (Banestado e Reviver) e retomada com a volta de Said à Prefeitura.

Dívida nas nuvens

Informa Angelo Rigon em seu site que Maringá é , poporporcionalmente, um dos municípios brasileiros que mais devem ao Tesouro Nacional - R$ 356,2 milhões.E pensar que na campanha de 2004 o candidato Silvio Barros bateu pesado na administração do PT, porque havia uma dívida de R$ 50 milhões, incluindo as pendências com o setor privado.

Médico tenta beijar paciente a força


A notícia está na página Bondnews (Folha de Londrina online):

"Um médico ortopedista foi detido na tarde desta terça-feira (31), em Londrina, por atentado violento ao pudor. Ele teria tentado beijar uma paciente de 29 anos.

A vítima havia sofrido uma fratura na mão e era atendida no Hospital Ortopédico. De acordo com a Polícia Militar, no meio do procedimento o ortopedista se aproximou da paciente que gritou por ajuda. "Ela afastou o médico com as mãos e saiu correndo de dentro do consultório. A equipe policial foi ao local e constatou o crime. Os dois foram encaminhados à 10ª (Subdivisão Policial)", explicou o relações públicas do 5º Batalhão, capitão Ricardo Eguedis.

Paulo Marcel assinou um termo circunstanciado por importunação ofensiva ao pudor e foi liberado".

Danilo Marconi-Equipe Bonde